inserir o seu negócio no mundo digital: monitores, café, digital

Como inserir o seu negócio no mundo digital?

Certamente, não estar presente no mundo digital significa perder oportunidades de negócio. Mas antes de inserir a sua empresa neste meio, é importante saber como isso afetará seus resultados e quais são as vantagens e desvantagens dessa mudança.

Certamente, não estar presente no mundo digital significa perder oportunidades de negócio. Mas antes de inserir a sua empresa neste meio, é importante saber como isso afetará seus resultados e quais são as vantagens e desvantagens dessa mudança.

Por que investir no marketing digital?

Estar presente no meio digital proporciona muitas oportunidades de crescer a sua empresa.

A internet facilita a comunicação entre você e seu público – onde naturalmente se constrói uma relação de troca de valores.

Nela é possível aumentar a sua capacidade de alcance fazendo com que o seu negócio deixe de ter apenas reconhecimento local.

Além de ser fonte de informações valiosas sobre o seu público fazendo com que na maioria das vezes esse processo de interação com este público seja um tipo de marketing mais “em conta” e muito eficiente.

Resumindo, é a chave para construir a autoridade da sua marca.

Marketing digital não é mais uma questão de escolha, mas sim de sobrevivência das empresas. Mas mesmo assim, não deixa de ser um diferencial a seu favor.

Desafios do marketing digital

Se você não tiver comprometimento com o mundo digital, seu negócio poderá se tornar um verdadeiro fracasso.

Tudo que acontece na internet pode tomar proporções muito extremas. Por isso, é importante ter uma estratégia traçada e tomar cuidado com o que é postado no mundo online.

Não é porque o marketing digital é relativamente mais barato – e até gratuito em certos momentos – que você vai fazer de qualquer jeito.

O meio digital exige uma total dedicação. Ao entrar em contato,. o seu público esperará respostas imediatas, além de conteúdos – o fato de estar presente por si só nas redes sociais não vai te gerar resultados, por isso entenda o seu público e trace a melhor estratégia para aproveitar este espaço .

O que fazer para inserir o seu negócio no mundo digital

Agora que você já sabe como estar no mundo digital faz a diferença, veja o que fazer para se inserir neste meio.

1- Tenha um Blog!

O Blog é o portal de entrada para o sucesso e reconhecimento do seu negócio. Investir em marketing de conteúdo pode ser uma grande sacada para ganhar visibilidade e autoridade no mercado.

Tenha um blog e crie conteúdos educacionais, ou seja – faça seu público perceber a sua importância e dê as respostas que eles esperam.

Ter um blog não vai resolver os seus problemas. Gaste seu tempo atualizando-o sempre com conteúdos que criem valor para o seu público.

Mas não é simplesmente sair produzindo conteúdo: saiba quem são as suas personas e foque na produção de conteúdos para elas.

Você ainda não sabe o que são personas? Confira nosso post e tire suas dúvidas sobre o assunto.

Apesar de ser o principal, só a produção de um bom conteúdo não é o suficiente. Tenha em mente que uma estratégia de SEO (search engine optimization) também é essencial para o sucesso.

A otimização de páginas para os motores de busca auxiliam que seu site melhore suas chances de rankear bem nos motores de busca. Este tipo de estratégia é duradoura, e vai atrair público para o seu blog organicamente.

Quais são os tópicos mais importantes de SEO (Search Engine Optimization)?

Conteúdo:

Vale frisar que ter um conteúdo educativo que responda todas as possíveis dúvidas do seu público é o ponto mais importante do SEO.

Conteúdos únicos, otimizados e focados em atender as necessidades da sua persona é um fortíssimo fator de rankeamento nos mecanismos de busca.

Sendo assim, gaste toda energia possível para produzir um conteúdo de qualidade e fazer valer todos os outros fatores de SEO.

Conteúdo longos:

Conteúdos completos e maiores tendem a ter um melhor rankeamento.

Tenha sempre em mente que o seu conteúdo deve tirar uma dúvida da persona para que ele foi produzido.

Conteúdo com mais de duas mil palavras tem a tendência de rankearem melhor. Isso se deve pelo fato de que estes artigos são completos e contam com várias variações da palavra-chave principal.

Por isso eles tem um potencial maior de sanar os questionamento de um público.que

Escaneabilidade:

A escaneabilidade está relacionada a produção de conteúdo e por isso ela entra para a nossa lista de tópicos importantes.

O seu texto deve estar estruturado de forma que facilite a leitura do seu usuário. Evite parágrafos longos e use imagens sempre que sentir necessidade.

Criar listas durante o texto, usar o negrito e itálico também são técnicas a serem usadas.

Na escaneabilidade, é importante que o seu público consiga interpretar o seu texto apenas dando uma “corrida de olho”.

Links Internos e Externos:

O link building é uma forma de confirmar sua autoridade para o Google.

Ao produzir o seu conteúdo, coloque links internos – ou seja, um link que vai redirecionar para outra página de um outro conteúdo do seu blog – isso ajuda o usuário a permanecer dentro do seu domínio e aumentar o tempo de permanência dele dentro do seu site..

Já os links externos são a coisa mais importante para o SEO. Sem eles, dificilmente você conseguirá obter bons resultados com seus esforços.

O link externo mostra para os motores de busca o quanto seu site é relevante para o mercado.

Quanto maior for a quantidade de links de boa procedência, mais força o seu site terá.

Palavras-chave:

Talvez esse seja o ponto mais importante da sua estratégia de SEO. É através das palavras-chave que a mágica acontece.

A escolha das suas palavras-chave deve ser feita sempre com muito cuidado. São elas que irão levar o público até você.

Faça pesquisas e veja qual é a melhor palavra-chave para seu negócio, opte sempre que possível por long tail – palavras-chave que possuem baixa concorrência e um volume de buscas considerável .

ALT text de imagens:

Sempre que usar uma imagem no seu conteúdo, confira se ela está com uma boa qualidade e se está no tamanho adequado.

É importante descrever a imagem – recurso ALT text– para que o Google leia a sua imagem, para assim rankea-la.

Uma dica é colocar a palavra-chave sempre que possível além da descrição da imagem

Seja responsivo!

Desde 2015, o Google passou a considerar a usabilidade do seu site como um dos critérios de rankeamento.

Ter um blog responsivo significa que ele se adapta para qualquer dispositivo e qualquer tamanho de tela.

É levado em consideração o tempo que o site demora para carregar, se o desempenho do site não fica comprometido na versão mobile por exemplo.

Se você ficou interessado em saber mais sobre técnicas de SEO, clique aqui.

2- Use o E-mail marketing a seu favor!

O e-mail marketing é uma das principais ferramentas para quem trabalha nos meios digitais.

Construir sua própria base de emails possibilita que você seja o dono dos seus contatos, literalmente.

Ele é usado para manter a nutrição das suas leads.

Graças ao email marketing você tem a possibilidade de falar diretamente com as pessoas que se interessam pelo seu negócio, desde que elas tenham aceitado dar o email para você (Nunca compre listas de email!)

Traçar uma boa estratégia e saber como fazer um e-mail marketing é fundamental, pois você sabe que se aquela Lead está lá é porque ela foi conquistada, e se ela foi conquistado é porque tem a intenção de fato virar seu cliente a qualquer momento.

3 – Crie interações nas Redes Sociais

Você já parou para pensar em quantas oportunidades de negócio existem nas redes sociais?

Mais da metade da população Brasileira tem acesso a internet e possivelmente é nela que boa parte do seu público se encontra. As Redes Sociais abrem portas para que as pessoas conheçam o seu negócio.

Nela é possível ganhar visibilidade, construir relevância, interagir com o seu público e ganhar espaço no mercado.

Saiba que estar presente nas redes sociais não é uma tarefa fácil, é preciso dedicação e cuidado, pois é nela que as coisas podem tomar proporções muito grandes.

Use as redes sociais para levar o seu social traffic – ou seja, seu tráfego das redes sociais – até o seu site, pois será nele que você irá converter os seus visitantes em leads e conquistando de forma concreta informações e a atenção de um futuro cliente.

Facebook:

Essa rede social permite que qualquer tipo de negócio se adapte para produzir conteúdo nela.

Pode-se usar textos longos, mas nem tão longos assim – leve em consideração que são milhares de conteúdos disputando a atenção do usuário, por isso seja o mais agradável possível.

As pessoas interagem melhor com conteúdos que tenham imagens ou vídeos. Evite postar apenas texto.

Twitter:

É uma das maiores redes sociais do mundo.

Use a possibilidade de uma linguagem mais descontraída ao seu favor. É no Twitter que nasce os maiores memes da internet, ou seja – conteúdos que são viralizados.

Uma das maiores características do Twitter é ser de comunicação rápida e objetiva – 140 caracteres – e por isso permite uma maior quantidade de posts diários.

Instagram:

Se o seu produto/serviço trabalha com algo mais visual, aposte no Instagram, que é uma rede social que trabalha com imagens e vídeos.

Não caia na besteira de escrever legendas grandes, não é o foco dessa rede social.

Outras ferramentas que também podem ser interessantes:

O LinkedIn é uma rede social mais formal do mundo corporativo, mas pode ser uma boa forma de construir autoridade para a sua empresa.

Dependendo do tipo do seu negócio, o Snapchat pode ser uma boa ferramenta! O snap está se tornando cada vez mais popular, vale a pena incluir esta rede social na sua estratégia.

Se você tiver um tipo de negócio que tenha conteúdo a ser produzido para esse aplicativo, aposte alto!

Se você tem um salão de beleza, por exemplo, poste vídeos dos processos de coloração e tratamentos, isso pode gerar um bom público para você.

Foque em conteúdos relevantes e padronize a sua linguagem. Essa padronização não significa manter a mesma linguagem em todas as redes sociais, o Twitter, por exemplo, permite uma linguagem mais descontraída do que o LinkedIn.

Só produzir conteúdos e postar nas redes sociais não vai gerar os melhores resultados, por isso, monitore sempre tudo o que está acontecendo no mundo digital, inclusive os seus concorrentes.

Para saber mais sobre Marketing nas redes sociais, leia esse post do nosso blog.

Para estar presente no mundo digital, é importante lembrar principalmente de duas coisas:

1- A produção do seu conteúdo deve ser para o seu cliente e não para o seu produto!

Produzir conteúdos falando só de si mesmo não vai fazer com que o seu público escolha você.

Mostre através das ferramentas disponíveis – Blog, E-mail e Redes sociais – que você domina o assunto e por isso é a melhor opção para resolver os problemas do seu potencial cliente.

2 – Conteúdo não é tudo, é quase tudo!

É claro que será o conteúdo que vai cativar o seu público. Mas é bom sempre pensar que o layout do seu blog conta muito para a experiência de usuário, preserve sempre a comodidade e a usabilidade do seu site.

Agora você sabe o quanto é importante para sua empresa estar presente nas redes sociais, coloque a mão na massa e veja os incríveis resultados que essa mudança pode trazer para o seu negócio.

Para saber os maiores erros de marketing digital que são cometidos em algumas situações, veja o nosso post: “Os 13 maiores erros de marketing digital que a sua empresa pode cometer”.