infoproduto

Infoproduto: Aprenda a ganhar dinheiro com a internet!

Desde de os primórdios da internet uma pergunta aparece, recorrente, em banners, spams ou em janelas pop-ups piscando nas telas dos computadores em todo o planeta: como ganhar dinheiro na internet?

Desde de os primórdios da internet uma pergunta aparece, recorrente, em banners, spams ou em janelas pop-ups piscando nas telas dos computadores em todo o planeta: como ganhar dinheiro na internet?

Devido a essas estratégias invasivas, algumas pessoas acreditam que é impossível usar a internet para conseguir uma renda. Estão erradas, e os infoprodutos provam isso.

O que são infoprodutos?

Infoprodutos são produtos criados para serem distribuídos exclusivamente pela internet. Normalmente são materiais informativos, como ebooks, por exemplo.

Existem muitas vantagens em se trabalhar com esse tipo de produto, entre elas podemos destacar uma redução de custo em comparação aos produtos físicos e a facilidade de distribuir desse conteúdo.

Outra vantagem é a chamada escalabilidade, ou seja, o mesmo produto poderá ser vendido várias vezes, aumentando sua escala de vendas, sem que o custo para produção tenha crescido.

Dificuldades encontradas pelos infoprodutos

A grande dificuldade encontrada por empreendedores que desejam investir nesse segmento é compartilhada por praticamente todas as empresas que investem na internet: convencer o usuário a pagar pelo produto, ou serviço.

O internauta acredita que tudo o que está na internet é – e deve continuar sendo – de graça. Não por acaso o índice de pirataria cresceu tanto, ao mesmo tempo que a internet se tornava mais popular.

Portais de notícias, normalmente vinculados aos grandes jornais, também enfrentam esse desafio. Convencer o leitor a fazer a assinatura de sua versão on-line tem se mostrado uma tarefa complexa.

Mas isso só aconteceu porque os empresários cometeram um erro crucial.

Quando criaram seus sites os jornais simplesmente pegavam o conteúdo do impresso e o transcreviam para o on-line, como se a internet fosse algo inferior e não precisasse de conteúdo próprio.

Com isso o leitor dos portais de notícias acostumou-se a ter informação de graça.

Como reverter isso?

A forma mais eficiente de reverter esse pensamento e tornar a internet um local lucrativo para qualquer empreendedor é investir em qualidade.

Da mesma forma com que a pirataria cresceu graças à internet, hoje o internauta parece não se importar em contratar serviços como Spotify e Netflix para consumir conteúdo –isso se ele perceber que o serviço vale o investimento.

Grandes jornais, como o americano The New York Times, também estão conseguindo reverter um cenário complicado simplesmente mostrando ao internauta que o conteúdo do site é tão bom quanto o impresso.

Tipos de infoprodutos

Existem diversos tipos de produtos que podem ser classificados nesse segmento, vamos agora listar alguns deles e dar dicas de como o empreendedor pode desenvolvê-los de forma eficiente.

Ebooks

Provavelmente a forma mais conhecida de infoproduto. Os ebooks, ou livros digitais, têm como grande vantagem sua produção, que pode ser feita em programas comuns, como o editor de texto Word. Basta que, nesse caso, o livro seja salvo em formato PDF.

Existe um ditado que diz que “não se deve julgar um livro pela capa”, mas no caso do ebook é bom dedicar um tempo para o design para aumentar as chances de sucesso do infoproduto.

Imagens e infográficos agregam muito ao livro digital, tornando a leitura mais agradável.

Ainda que um ebook possa ser feito apenas com o Word ou com o Writer, é interessante pensar na sua diagramação, afinal ela pode melhorar a experiência do usuário, fazendo, inclusive, que ele indique seu livro digital para outras pessoas.

O empreendedor deve se lembrar que as pessoas têm pressa na hora de consumir a informação, portanto o ebook deve ser direto e esclarecer as dúvidas do leitor.

Além disso é importante que o empresário já conheça bem sua persona, desse modo poderá criar um conteúdo adequado, evitando, assim, rejeição pelos leitores.

Como fazer um ebook?

  • Defina do tema do ebook:

Escolha um tema que você, de fato, domine e que já tenha percebido que existe interesse por partes das pessoas

  • Organize seu livro:

Define quais temas serão abordados, se será necessária uma introdução trazendo explicações sobre alguns conceitos e qual conclusão você entregará ao leitor.

Os tópicos podem ser escolhidos usando as palavras-chave do livro. A escolha dessas palavras pode ser feita usando ferramentas como o Google Keywords, por exemplo.

  • Invista na ilustração:

A ilustração além de melhorar a experiência do leitor com o ebook pode ajudar na compreensão dos temas. Por isso escolha fotos, infográficos e/ou ilustrações que ajudem o leitor a entender o conteúdo do seu livro digital.

  • Escolha o formato digital (PDF ou Epub):

A diferença entre os dois formatos é relacionada à tela na qual o livro será lido. O formato PDF é fiel à impressão, portanto, não se adapta automaticamente à tela dos dispositivos, ao contrário do formato Epub.

Como critérios de desempate leve em consideração a quantidade de imagens e o tamanho do livro digital. O formato PDF é recomendado para ebooks maiores, com mais imagens.

  • Dedique esforços à formatação:

Um ebook não é apenas um livro que será consumido fora do papel, mas, na verdade uma nova experiência de leitura.

Por isso caso a possibilidade de contratar um designer gráfico deve ser levada em consideração, afinal, se a ideia é ganhar dinheiro com o ebook alguns investimentos serão necessários.

  • Cuidado com direitos autorais:

Imagens e textos que não forem de sua autoria devem ser referenciados e publicados com autorização dos autores.

Isso pode incluir até fontes personalizadas, por isso, caso use imagens de um banco de imagem verifique se a plataforma autoriza seu uso para livros digitais. O mesmo vale para o título da obra, busque algo original.

Seu livro também deve ser protegido, portanto faça o registro da obra no site da Biblioteca Nacional.

Consultar um advogado especializado em direito autoral pode ser interessante, não se esqueça que o ebook gerará lucro e todo cuidado para garantir os interesses de quem o fez devem ser tomados.

  • Divulgação:

Por ser um formato digital a distribuição é relativamente simples. Verifique a mais adequada à sua persona, que pode ser um link via email, redes sociais ou plataformas voltadas aos produtos digitais, como o Hotmart, por exemplo.

  • Revise a ortografia:

Novamente vale fazer um investimento nos serviços de um revisor, o importante é que seu trabalho não perca credibilidade por causa de pequenos erros que serão percebidos pelo leitor como falta de cuidado.

Videoaulas

A internet oferece às pessoas a possibilidade, antes inimaginada, de ter acesso à informação, e isso inclui também acesso à educação.

Por isso, as videoaulas apresentam-se como um infoproduto com grandes possibilidades de lucro.

O investimento nesse infoproduto é relativamente baixo, já que, hoje em dia, celulares gravam vídeos em alta resolução.

Como fazer videoaulas?

  • Tema: escolha um tema que domine;
  • Identifique o interesse das pessoas pelo tema proposto;
  • Escolhe um ambiente para gravar as aulas. Esse local deve passar uma imagem de credibilidade;
  • Escreva um roteiro do que vai falar;
  • Evite fazer vídeos longos. Se for necessário faça uma série de vídeos sobre o tema, mas lembre-se do comportamento do consumidor ao assistir vídeos pela internet;
  • Faça uma edição dinâmica e use recursos, como ilustrações, para tornar a aula mais agradável;
  • Inclua legendas: as legendas podem ajudar, em caso de problemas com o áudio, além de trazerem acessibilidade ao seu conteúdo, ajudando usuários com deficiência auditiva, por exemplo.

Falando nisso, você conhece a Universidade Rock Content? Tenha um time de marketing cada vez mais qualificado.

Podcasts

Os podcasts são formatos digitais que simulam os programas de rádio. A diferença é que os temas dos programas são para públicos bem segmentados.

Esse tipo de infoproduto já movimenta muito dinheiro nos Estados Unidos e começa a ter grande destaque no Brasil.

A grande vantagem dos podcasts é que eles falam diretamente com a persona, fazendo com que seu locutor se torne referência no assunto.

Esse infoproduto pode não só ser vendido, mas também contar com ajuda de patrocinadores.

Como fazer um podcast?

  • Escolha um tema, esse tipo de infoproduto é segmentado;
  • Escreva um roteiro de cada episódio;
  • Faça o programa com mais de uma pessoa, para torna-lo mais dinâmico;
  • Invista na qualidade do áudio;
  • Escolha a melhor forma de distribuí-lo, a plataforma mais popular é o Soundcloud.

Outra vantagem do podcast é que ele pode ser incorporado a sites já existentes.

Revistas online

Grande parte das revistas está em processo de digitalização, pois os custos com papel e distribuição são caros, levando o produto físico a ter prejuízos.

As pessoas, no entanto, ainda se interessam em ler revistas, pois trata-se de um conteúdo segmentando, que, normalmente, se aprofunda nos temas abordados.

Por isso as revistas digitais, ou e-magazines, como também são conhecidas podem ser um bom negócio.

Como fazer uma e-magazine?

  • Defina qual será seu público-alvo por meio de pesquisas;
  • Estude os custos envolvidos na produção de uma edição;
  • Verifique quais os profissionais que  serão contratados (jornalistas, diagramadores, revisores, fotógrafos etc.).

Lembre-se que você pode trabalhar com profissionais freelancers para reduzir os custos;

  • Estude quais empresas poderiam patrocinar sua revista;

Audiobooks

Um audiobook é um livro que será lido para o usuário. Ideal para, por exemplo, ser consumido nos ônibus, enquanto se vai para o trabalho.

Assim como os ebooks esse conteúdo precisa ser relevante e autoral, incluindo possíveis trilhas sonoras. Existem sites que oferecem trilhas sonoras de graça, inclusive o Youtube.

Como fazer um audiobook?

  • Escreva uma estória adaptada para esse formato. Não basta ler um livro, porque são mídias diferentes;
  • Invista na qualidade do áudio;
  • Preocupe-se com a dicção do narrador e com a forma com que ele envolve o leitor. Um livro lido de modo tedioso dificilmente fará sucesso;
  • Tenha uma trilha sonora, mas não deixe que ela se destaque mais do que o conteúdo do livro.

Programas para membros

Esse tipo de estratégia já existia, mas pode perfeitamente tornar-se uma possibilidade de infoproduto.

Programas para membros incluem diversos infoprodutos, por exemplo: uma revista digital que oferece aos seus leitores descontos em seu curso online.

Outra maneira de ter sucesso com programas para membros é oferecer descontos em serviços físicos, como um curso on-line que fará um sorteio de apostilas para os membros cadastrados.

Como fazer um programa para membros?

  • Calcule um preço atrativo, afinal em tempos de cortes de gastos a tendência é que as pessoas se desfaçam de assinaturas caras;
  • Mantenha seu público engajado, sempre lembrando como seu programa de membros traz vantagens aos associados;
  • Pesquisa seu público-alvo para prever tendências de consumo e, assim, trazer novidades.

Screencasts

Os screencasts são um conteúdo em vídeo. A diferença deles para uma videoaula, por exemplo, é que eles mostram apenas a tela do computador de quem está falando. Não aparece um professor explicando o tema, por exemplo.

Apresentam-se como uma alternativa mais barata, uma vez que não usam estúdio e nem câmeras, além de contarem com uma edição mais simples.

No entanto não podem servem para todos os empreendedores que querem trabalhar com infoprodutos em vídeo, pois funcionam melhor como tutoriais, por exemplo.

Como fazer screencasts?

  • Tenha certeza que essa é a melhor opção para seu infoproduto;
  • Ainda que o narrador não apareça no vídeo é necessário um roteiro para organizar as ideias;
  • Invista na qualidade do áudio, afinal as explicações sobre o que a tela mostra são muito importantes nesse infoproduto.

Em resumo

A economia mundial caminha para uma dependência cada vez maior da internet. Basta pensarmos em coisas que antes eram distantes dos computadores e que hoje são realizadas on-line, como consumir filmes, fazer uma graduação ou mesmo pagar as contas.

Os infoprodutos são uma excelente forma de se ganhar dinheiro nos tempos atuais, e acredite, é possível ganhar dinheiro pela internet, desde que se trabalhe com dedicação e ofereça conteúdos relevantes às pessoas.

Infoprodutos podem ajudar a trazer tráfego ao seu site, auxiliando a estratégia de marketing de conteúdo.

Um ebook pode ser um brinde para um leitor que respondeu a uma importante pesquisa da sua empresa, por exemplo.

Agora que você já sabe o que é infoproduto e como essa estratégia pode aumentar seus ganhos descubra porque sua empresa precisa de um contrato de confidenciabilidade.