Ideia de negócio: Escolhendo uma franquiaFranquias Top, na qual vem buscando ajudar pequenos empreendedores que estão interessados em abrir seu próprio negocio.

">

Ideias de negócios: Como escolher a franquia certa para abrir?

Dentro de várias ideias de negócios, uma delas pode ser uma franquia. Veja como escolher a certa para você

O artigo de hoje foi escrito pelo autor convidado Paulo Barros, criador do blog Franquias Top, na qual vem buscando ajudar pequenos empreendedores que estão interessados em abrir seu próprio negocio.

Montar uma franquia é o sonho de muitos empreendedores, bem como ser o dono do seu próprio negocio e alcançar a independência financeira. Existem muitos erros que as pessoas cometem ao abrir uma franquia, o mais importante do que procurar uma franquia pelo preço do investimento, é escolher o modelo de negócio certo. Investir em uma franquia e não se adaptar ao negócio é um dos maiores motivos de franquias fecharem as portas nos primeiros dois anos. Por isso tenha cuidado na hora de escolher a franquia na qual investir.

Ideias de negócios: Escolhendo uma franquia

Como escolher entre as diversas ideias de negócios?

Qual a franquia certa para mim?

Esta é a pergunta que todo investidor deve fazer antes de tirar o dinheiro da carteira. Se você entende bastante de alimentação, um restaurante pode ser o mais indicado. Mas se por acaso você odeia não poder fechar quando deseja, uma franquia em shopping não é sua alternativa. As opções de mercado são grandes, basta fazer um estudo e avaliar qual o modelo certo para seu perfil.

A seguir, algumas dicas para te ajudar a escolher a franquia certa de acordo com seu perfil profissional.

É preciso gostar do produto

Em uma entrevista, o comediante e ator Fábio Porchat disse que não trabalhava, ele fazia o que gostava e por isso estava tendo sucesso. Para ele, trabalhar é diversão. Muitos empreendedores tem a mesma opinião porque curtem sua rotina de trabalho e defendem o que vendem de coração.

Os vendedores da Herbalife, linha de produtos alimentícios, por exemplo, são encorajados a usar os produtos para depois vender e ter propriedade no que falam.

Gostar do produto que se vende ou do seu serviço é essencial. Imagine-se um vegetariano com uma franquia de churrascaria, estar presente todos os dias sentindo o cheiro de molho e carnes na grelha. Não é agradável e até doloroso gerir um local o qual você não se adapta como filosofia de vida. Sem prazer, não produzimos nosso máximo e o resultado é fechar as suas portas. Se você não curte o segmento de sua franquia, melhor abandonar.

Você entende do mercado e quer aprender sobre ele?

Obviamente que todo mundo pode estudar e aprender, mas é preciso comprometimento para isso. Se você quer apenas repetir ações mandadas e não entende nada do nicho do qual quer entrar, não é interessante para seu perfil comercial.

Algumas franquias são bem simples e não exigem estudo, pois já enviam campanhas de marketing, informam o local ideal na sua cidade para abrir e até acompanham a montagem do espaço e determina a reprodução da loja igualzinha aos moldes das demais. Para quem não quer estudar nada sobre o assunto, esse seria o modelo ideal.

Os modelos com mais liberdades são mais indicados para quem gosta de ler e acompanhar o mercado financeiro e tem facilidade com números ou disponibilidade para contratar quem possa fazer esse estudo detalhado e de qualidade.

Você suporta o horário proposto pelo negocio?

Há modelos de franquia que exigem uma abertura da loja de domingo a domingo. Outros não, por isso é preciso avaliar o quanto dedicado você é e se está disposto a deixar o empreendimento na supervisão de alguém caso deseje folgar mais dias ou se ausentar por muito tempo. Uma franquia em shopping, por exemplo, exige um trabalho constante e com horário nada flexível.

Você pode esperar pelo retorno proposto pela franquia?

Alguns modelos de negócio são de rápido retorno, outros nem tanto. Avalie isso no plano de negócios para saber se você pode esperar o tempo proposto para o retorno do capital inicial e só então começar a lucrar. Em alguns casos, a espera pode ser de mais de um ano.

Conclusão

Não abra uma franquia por impulso, tente estudar detalhadamente cada aspecto da franquia. Antes de optar pela franquia mais lucrativa, é importante avaliar todos os pontos propostos do plano de negócios. Estar de acordo com todos é raro para qualquer investidor, do mais experiente ao mais novato, mas tenha em mente um saldo positivo de ao menos 70% para prosseguir com a proposta de investimento. Isso aumenta as chances de sucesso da sua franquia.

Esperamos que com esse artigo, você consiga decidir qual o tipo certo de franquia para você, e com isso você consiga um bom sucesso financeiro!

Nota do editor: Para se aprofundar no tema de ideias de negócios, recomendo o artigo As 4 características de uma boa ideia de negócios.

P.S.: Créditos da imagem ideia de negócio Shutterstock