Google Analytics: mensurando o desempenho das suas páginas

Você já conhece o Google Analytics? Todo empreendedor que deseja atuar no mundo virtual deve aprender um pouco mais sobre essa importante ferramenta e, por isso, preparamos um post completo sobre ela.

A internet tem se transformado em uma poderosa aliada das empresas contemporâneas. Atualmente, negócios que eram locais conseguem ampliar seu campo de atuação e conquistar clientes além das fronteiras geográficas.

No entanto, para que todas essas oportunidades sejam devidamente aproveitadas, é preciso ser estratégico e aprender a mensurar a audiência do seu site. Pensando nisso, o Google criou um programa com múltiplas funcionalidades e permitiu que o empresário melhorasse suas técnicas no universo virtual.

Quer aprender mais sobre o Google Analytics? Acompanhe os tópicos seguintes!

O que é Google Analytics?

O Google Analytics é um sistema gratuito desenvolvido pelo Google para auxiliar empresas no processo de monitoramento do tráfego em qualquer loja virtual, site, blog ou aplicativo para celular.

Vale mencionar que o programa não é um simples registrador de acessos. Pelo contrário, trata-se de um recurso completo, capaz de proporcionar análises profundas sobre a audiência do site, delimitando o comportamento do público ao navegar pelas diversas páginas e seções do seu canal virtual.

Portanto, ele não apenas informa quantos usuários entraram em sua página, como ajuda a mensurar se os conteúdos estão atendendo às expectativas e se as estratégias de marketing digital estão alcançando os resultados esperados.

Dessa maneira, podemos resumir que o Analytics é uma ferramenta padrão e indispensável para qualquer empresa que atua na internet. Afinal, não basta estar na rede, é preciso ser uma presença marcante. Para isso, obviamente, o gestor deve ter visibilidade sobre seus resultados.

Em outras palavras, para conseguir bons resultados na internet, é preciso acompanhar os acessos e os avanços das estratégias adotadas — o monitoramento completo e eficaz são elementos essenciais para o crescimento no mercado online.

Por que apostar nessa ferramenta?

Você já ouviu dizer que aquilo que não pode ser mensurado, não pode ser administrado? Pois bem, essa frase demonstra a importância de se gerenciar um negócio com base em dados, mais especificamente em métricas de desempenho.

De uma maneira muito simples, só é possível melhorar suas ações e ampliar seus resultados, quando se conhece as falhas, seus acertos e tudo o que pode ser utilizado a seu favor.

Em um mercado altamente competitivo e com forte presença online, a empresa que aposta no poder dos dados está um passo à frente de seus concorrentes. Afinal, ela aprende a reconhecer o caminho a seguir com mais facilidade e agilidade.

Nesse cenário, podemos dizer que o Google Analytics é uma ferramenta indispensável às empresas contemporâneas. Além de ajudar a gerenciar o site ou blog corporativo, ela ajuda a conhecer a sua audiência, fornecendo dados, como idade, sexo, origem geográfica e temas de interesse.

Quando comparado aos demais recursos disponíveis no mercado, esse sistema possui grandes vantagens. Como mencionado, ele é gratuito, fácil de manusear e oferece ao administrador a possibilidade de integração com os demais produtos da Google, como Adwords e Search Console.

Como instalar e ter acesso a esse recurso?

Muitos gestores já ouviram falar no Google Analytics e até sabem que a ferramenta é gratuita, mas ainda não aproveitam todo o potencial das análises e dados que ele é capaz de disponibilizar para seu negócio.

Os dados são o novo petróleo e um empreendedor de sucesso sabe que embasar suas ações em informações reais e atualizadas sobre o seu público é o segredo para crescer e se destacar em um mercado tão competitivo.

Por isso, para que você não perca mais tempo e comece a desfrutar do Analytics agora mesmo, preparamos um breve guia de como começar a utilizá-lo. Veja, a seguir, os passos iniciais e tenha o programa como seu maior aliado na busca por efetividade no mundo virtual!

Crie uma conta Google

O primeiro passo para ter acesso ao pacote de funcionalidades do Google Analytics é ter uma conta Google, isto é, ter um Gmail. A maioria das pessoas já possui esse cadastro, porém, caso você ainda não tenha, não se preocupe!

O processo é rápido e simples, bastando acessar o site, preencher o formulário e criar um e-mail que será vinculado a diversos serviços disponibilizados pelo Google, inclusive o Analytics.

Crie uma conta no Google Analytics

Após criar sua conta Google, é hora de acessar o site do Analytics e criar a sua conta no sistema. Para isso, basta clicar no botão “criar uma conta”, localizado no canto direito superior da tela.

Ao fazer isso, o site solicitará algumas informações básicas sobre o site ou aplicativo de celular que você deseja monitorar. É interessante destacar que cada usuário pode acompanhar o desempenho de até 100 contas.

Obtenha o seu ID de acompanhamento

Seguindo os passos e após preencher os dados solicitados, você deverá clicar no botão “obter ID de acompanhamento”. Esse recurso será o responsável por coletar e armazenar todas as informações importantes do seu site.

Ao clicar no botão, é gerado um número e ele deve ser inserido no site que será monitorado. Lembrando que esse passo é essencial para que a coleta dos dados seja realizada.

Instale o ID de acompanhamento em seu site

Conforme mencionado, é preciso instalar o ID de acompanhamento no site. Para isso você terá três opções. Observe:

  1. Instalação manual: exige um certo conhecimento em programação ou a ajuda de um especialista, pois você deverá copiar e colar o código de maneira manual;
  2. Instalação automática: caso o seu site ou blog seja desenvolvido pelo WordPress, é possível contar com uma funcionalidade que faz a instalação automática do ID. Dessa maneira, basta baixar o plugin e executá-lo. Rápido e simples!
  3. Integração com o Google Tag Manager: essa é a terceira opção para a instalação do ID de acompanhamento. Nesse caso, basta baixar e instalar esse software de gestão de tags gratuitamente. Aconselha-se o auxílio de um desenvolvedor para assegurar que a instalação seja executada corretamente.

Comece a coletar os dados

Depois de seguir todos esses passos e instalar o ID de acompanhamento corretamente, o Google Analytics começará a coletar os dados automaticamente. Porém, é importante lembrar que as informações referentes ao período anterior à ativação não estarão disponíveis.

Por isso, quanto mais rápido você instalar, mais oportunidades de crescimento terá. Afinal, com o sistema em ação, seu negócio poderá acompanhar de perto a movimentação de seus visitantes.

Como é a interface do Google Analytics?

Depois de finalizar a etapa de instalação, você poderá fazer o login no Google Analytics e acessá-lo pela primeira vez. Nesse momento, a home do sistema estará disponível e é importante que você compreenda cada uma de suas seções.

Ao abrir o programa, já é possível visualizar alguns dados relevantes, como quantidade de acessos no blog ou site, a taxa de conversão de sua página, o lucro alcançado e o número de novas sessões iniciadas nos últimos sete dias — essa é a configuração padrão e pode ser personalizada de acordo com as suas necessidades.

É interessante observar que um retângulo azul no lado direito da tela traz os dados relacionados ao número de visitantes que a página recebe naquele momento, bem como as áreas do site que possuem melhor desempenho.

Mas isso não é tudo! Existem mais alguns menus importantes para suas análises. Conheça-os a seguir!

Página do administrador

Nesse menu, o administrador poderá acessar dados de todas as páginas que estão cadastradas em sua conta — é possível cadastrar até 100 páginas. Essa seção é muito útil, pois facilita a edição das metas, o acesso a informações de acompanhamento e a vinculação do Google Adwords.

Relatórios

Nessa aba, o administrador consegue visualizar relatórios customizados sobre as páginas monitoradas. Para isso, o sistema trabalha com diversas métricas de desempenho, como:

  • audiance — dados sobre o público-alvo;
  • acquisition — fontes de tráfego;
  • behavior — comportamento do usuário;
  • conversions — conversões.

Quais as principais funcionalidades do sistema?

Você já sabe que o Google Analytics é uma ferramenta completa e gratuita do Google, agora é importante conhecer as suas principais funcionalidades. Nesse aspecto, é preciso destacar que existem múltiplas possibilidades de análises e todas são essenciais para o posicionamento da marca no mundo virtual.

Por meio de um código que é instalado no site, blog ou e-commerce, o sistema começa a monitorar o tráfego e gera relatórios precisos que informam ao gestor e à sua equipe de marketing dados essenciais, como:

  • número total de pessoas que visitaram a página;
  • quantos desses usuários estão visitando a página pela primeira vez;
  • quantos desses usuários são visitantes recorrentes;
  • quais as áreas do site recebem mais acessos;
  • qual o tempo médio que a pessoa fica na página;
  • quais as palavras-chave estão atraindo mais visitantes;
  • quantos usuários foram direcionados ao site pelas páginas de pesquisa.
  • Como se observa com facilidade, diversas análises podem ser realizadas. Nos dias de hoje, é praticamente impossível para um administrador de site trabalhar sem o auxílio dessa ferramenta, pois isso seria como andar vendado em uma sala escura.

O Google Analytics é um verdadeiro mapa da mina! Quem deseja descobrir como anda a interação com o seu público e pretende traçar estratégias de marketing de sucesso, deve aproveitar esse recurso que, além de tudo, é gratuito.

Dentre os recursos disponíveis, podemos destacar e resumir aqueles que possuem uma aplicação prática no dia a dia de uma equipe de marketing. Acompanhe!

Monitoramento de dados sobre os usuários

O Analytics está sempre coletando informações sobre os usuários que acessam o site da empresa e, assim, consegue gerar um relatório completo com informações básicas e avançadas sobre eles.

O administrador do blog pode acessar com facilidade, todos os dias, a quantidade de pessoas que entraram nas páginas e ainda descobrir quantas delas são novatas e quantas são veteranas.

Monitoramento da origem do tráfego

Além de saber quantas pessoas acessam o seu site, é importante conhecer a origem desse público. Isso é relevante para entender como anda o posicionamento da marca e do próprio site em buscadores, como o Google.

Análise das metas alcançadas

O Google Analytics também permite que o administrador do site acompanhe sua evolução em relação as metas que foram traçadas. Isso significa que é possível monitorar de perto os números e indicadores de desempenho e tomar decisões mais rápidas para reverter alguma tática que não alcançou os resultados esperados.

Análise dos resultados do e-commerce

Quem tem uma loja virtual precisa ficar sempre atento ao desempenho de suas vendas. Por isso, uma das funções disponíveis pelo Analytics é o monitoramento e análise dos resultados obtidos pelo canal online.

Acompanhamento das estratégias de marketing

O marketing tem o objetivo de elevar o posicionamento da marca, dando a ela presença no mercado. No ambiente virtual, esses resultados podem ser facilmente acompanhados por meio do Google Analytics.

Dessa maneira, o gestor poderá visualizar quais campanhas proporcionam os melhores resultados — e merecem continuar — e aquelas que não estão atendendo às expectativas — e, por isso, devem ser repensadas.

Análise das mídias sociais

Outro recurso interessante do sistema é o monitoramento das redes sociais da empresa. Atualmente, esse é um dos canais de comunicação mais produtivos — mais de 100 milhões de brasileiros estão conectados em redes sociais —, e deve ser aproveitado pelo negócio para se aproximar do seu público e conquistar novos clientes.

Métricas do Analytics: como interpretar esses dados?

Primeiramente, é preciso dizer que cada empresa possui um histórico e perfil e, por isso, as métricas que interessam a um negócio podem não ser úteis a outro. Em outras palavras, o gestor deve conhecer muito bem sua empresa para determinar os indicadores mais adequados aos seus objetivos.

Para simplificar o entendimento das diversas métricas entregues pelo Analytics, resolvemos detalhar um pouco mais os relatórios de acessos, isto é, aqueles inseridos na aba “audience” (público-alvo).

Assim que acessar o gráfico, você encontrará o total de acessos durante o período em análise, a quantidade de novos visitantes (em azul), a quantidade de visitantes veteranos (em verde), bem como o país que lidera os acessos e o navegador mais utilizado pelo público.

Para que você consiga extrair o máximo de informações desses gráficos e relatórios, é importante conhecer e entender o que significa cada uma das métricas apresentadas. Como algumas pessoas não possuem esse conhecimento, preparamos um breve resumo. Prossiga com a leitura!

Users

Users (ou usuários) diz respeito à quantidade de pessoas que acessaram o seu site, blog ou loja virtual no período analisado — em geral, nos últimos 7 dias.

New users

A métrica new users (novos usuários) apresenta o número de visitantes que estão acessando o seu site pela primeira vez. Observe que você poderá visualizar o número de pessoas que foram à página apenas uma vez durante o período analisado, descartando os visitantes recorrentes.

Como aproveitar essa informação? Via de regra, o empreendedor pode acompanhar essa métrica para determinar como anda o engajamento de sua página, isto é, se os usuários estão retornando em pouco tempo para acompanhar novos posts.

Sessions

Essa métrica está relacionada às sessões. Mas, afinal, o que é uma sessão? De maneira resumida, é o período que o usuário fica ativo em sua página.

Para mensurar esse tempo, o Google Analytics avalia desde o momento em que o visitante acessa a página até 30 minutos depois que se encerra a sua atividade.

Number of sessions per user

Essa métrica serve para indicar o número de sessões abertas por cada usuário. Assim, por exemplo, se um indivíduo acessou ao site 4 vezes nos últimos 7 dias, ele terá 4 sessões abertas.

Como se observa, esse dado pode ser utilizado para observar o engajamento e a fidelização do público, ou seja, se o seu site ou blog conquistou a audiência constante daquele usuário.

Pageviews

A pageviwes (visualização de páginas) mostra o número de páginas que um visitante acessou durante a sessão. Essa métrica é um excelente indicador de que o blog possui conteúdos relevantes e de que está sendo útil ao público. Assim, quanto maior o número de páginas acessadas, melhores serão os resultados alcançados.

Bounce rate

Bounce rate (taxa de rejeição) é uma métrica avançada que ajuda o administrador a observar o número de vezes em que não houve qualquer ação do usuário em cada página.

Explicando melhor, sempre que o visitante acessa a página, mas não executa qualquer movimento, como mover a barra de rolagem ou clicar em algum link, é considerado rejeição. Destaca-se que isso demonstra a incapacidade daquele conteúdo atrair a atenção dos usuários.

Sempre que essa taxa está alta, é interessante pensar em novas estratégias de atração. Nesse caso, o uso de títulos atrativos, bem como de uma introdução interessante podem ajuda a aumentar o engajamento do conteúdo.

Fontes de aquisição

As fontes de aquisição são as responsáveis por indicar quais os canais estão gerando mais acessos ao seu site. Vale mencionar que esse dado é essencial para determinar se o investimento e o tempo dedicado a determinado meio estão atingindo o retorno esperado.

Analytcs informa os principais meios de aquisição de usuários:

  • busca orgânica: mostra a porcentagem de visitantes provenientes de buscas em sites de pesquisa;
  • social: mostra a porcentagem de visitantes provenientes de anúncios e postagens nas redes sociais;
  • e-mail: mostra a porcentagem de visitantes provenientes da newsletter ou de outra comunicação via e-mail;
  • direta: mostra a porcentagem de visitantes que digitou o endereço do site diretamente no navegador;
  • referências: mostra a porcentagem de visitantes que chegou ao seu site graças a uma indicação ou link inserido em outro site ou blog;
  • busca paga: mostra a porcentagem de visitantes que chegou ao site por meio de um anúncio pago.

Qual o papel do analista de marketing nas análises realizadas?

As métricas apresentadas são apenas alguns exemplos de como o Google Analytics pode transformar a maneira com que você gerencia o site da empresa. De fato, o programa é bem completo e traz uma infinidade de informações úteis ao negócio.

Porém, é importante destacar que ter acesso aos dados não é suficiente para melhorar o ranqueamento e os resultados de sua empresa. Em outras palavras, sem o auxílio de um profissional capacitado e com conhecimento profundo sobre marketing, dificilmente você saberá o que fazer com tantos gráficos e números.

O analista de marketing é um profissional indispensável quando falamos de Analytcs, principalmente, porque a área deve ser tratada com responsabilidade por qualquer negócio que almeja o crescimento.

Há vários fatores que dificultam o desenvolvimento de uma empresa. Dentre elas, a falta de investimento no setor de marketing, que pode ser fatal. Muitos empreendedores possuem coragem, disposição e uma boa ideia para o mercado, mas pecam ao posicionar e divulgar a marca, fazendo com que seu público-alvo sequer conheça sua empresa.

Quando falamos em estratégias de marketing, vale apostar em profissionalismo e no apoio de um profissional qualificado, que é um aliado fundamental para uma interpretação correta dos dados.

Mais do que isso, somente alguém com formação e conhecimento na área poderá indicar as melhores estratégias e aproveitar todas as informações coletadas pelo Google Analytics. De modo diverso, se arriscar pode prejudicar os resultados e fazer com que sua empresa perca grandes oportunidades no universo virtual.

Conclusão

Este post procurou apresentar o Google Analytics de uma maneira completa e didática, pois muitos empresários ainda não aproveitam o potencial desse recurso por acreditarem que o sistema é complexo e difícil de ser instalado e manuseado.

Conforme vimos, essa é uma falsa impressão. O Google desenvolveu um programa que tem como principal objetivo simplificar a gestão dos sites da empresa e permitir a ela uma visualização rápida e simples de dados relevantes para o seu crescimento na rede.

Todo o processo de cadastro e instalação da ferramenta é simples e desburocratizado, além de ser totalmente gratuito. Isso permite que o negócio, por menor que seja, atue no mercado online de uma maneira competitiva e consiga se destacar e atrair mais visitantes.

Portanto, podemos concluir que o Google Analytics deve fazer parte do cotidiano de todo empreendedor que sonha em conquistar um site ou blog ativo e com presença no universo virtual. Os dados são, de fato, uma ferramenta poderosa e podem revelar grandes oportunidades. Aproveite-os bem!

Gostou de aprender um pouco mais sobre esse recurso? Que tal conhecer mais uma ferramenta do Google indispensável para o seu negócio? Confira agora o que é Google Adwords e como criar campanhas otimizadas!

comments powered by Disqus