executiva realizando gestão empresarial

5 maneiras de fazer uma gestão empresarial exemplar

A gestão empresarial é uma missão cheia de desafios. Por isso, selecionamos algumas dicas que podem ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio.

A gestão de uma empresa é uma missão cheia de desafios. Por isso, selecionamos algumas dicas que podem ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio.

1. Planeje e Gerencie as Atividades

Uma das maneiras mais efetivas de melhorar a gestão empresarial é fazer o planejamento e o controle de atividades.

Você pode aplicar processos e boas práticas do renomado PMI (Project Management Institute) que compilou o já clássico e muito prestigiado PMBOK (material que reúne o conhecimento na área de gestão de projetos) ou adotar pequenas iniciativas muito práticas e eficientes, são exemplos:

  • Defina os processos e atribua, explicitamente, responsabilidades aos membros de sua equipe;
  • Crie cronogramas junto com sua equipe e confeccione um quadro para dar visibilidade às atividades;
  • Defina uma Plano B para as atividades importantes (e vários outros para as atividades críticas).

Dependendo do tipo de atividade, utilize programas como o MS Project (para criar cronogramas) ou aplicativos de Timesheet, que nada mais é do que programas nos quais os colaboradores apontam as horas gastas em atividades.

Contudo, fica o alerta: não exagere na adoção de ferramentas ou na adoção de processos muito rígidos e cuidado com o microgerenciamento — supervisão excessiva que causa desmotivação.

2. Gerencie as compras e o estoque

Não é incomum que empresas se acomodem em relação à administração das compras de insumos (ou aquisições) e ao uso do budget reservado para ações comerciais e de marketing. O planejamento de aquisições inclui, além do processo de compra (pedido) a administração dos custos e questões contábeis, consulta à fornecedores (orçamentação), o estabelecimento de contratos, prazos e acordos de níveis de qualidade dos insumos.

Se o processo de compra da sua empresa ainda não está estruturado, comece por reavaliar seus fornecedores e revise o processo de gestão de seu estoque: a quantidade de desperdício, sobrecontratação de serviços e aquisições de produtos de baixa qualidade podem ser uma ingrata surpresa.

Tente utilizar, também, métricas para avaliar as ações de marketing para tentar aferir com mais precisão o retorno das ações e o investimento nas diferentes mídias/canais. Assim, você poderá descobrir maneiras de otimizar o uso do budget e testar investimento em novos canais de venda.

3. Utilize um CRM, gerencie leads e os estágios das vendas

Em um mundo tão competitivo, clientes devem ser conquistados e acompanhados todos os dias. A gestão de relações com o cliente (CRM – Customer Relationship Management) é um conjunto de práticas e ferramentas que pressupõem que o relacionamento com os clientes deve ser valorizado e estruturado no processo de negócios.

Existem muitos sistemas web e aplicativos que apoiam a gestão de relacionamento com consumidores, eles são comumente chamados simplesmente de sistemas de CRM.

Os sistemas de CRM também ajudam na organização de leads. Para ficar mais claro, leads são empresas ou pessoas interessadas na aquisição de um produto ou serviço e que, potencialmente, podem se tornar clientes.

Por ser uma peça chave para os negócios, uma empresa moderna deve investir na aquisição de leads e no gerenciamento da abordagem à esses potenciais clientes.

Essa abordagem podem acontecer através de estágios que traduzem as fases de um processo de vendas. São exemplos de possíveis fases em um processo de venda:

  • Novo contato: um lead novo e que ainda não foi contatado;
  • Contatado e com interesse: foi realizado um contato e foi confirmado o interesse no produto ou serviço;
  • Apresentação comercial: foi feita uma apresentação comercial e foram colhidas informações para a elaboração de uma proposta;
  • Decisão pendente: a diretoria da prospecta está com uma proposta comercial em mãos;
  • Vitória: venda realizada;
  • Derrota: a venda, em algum momento, foi abortada.

Este tipo de estruturação dá tantos aos gestores quanto aos vendedores maior capacidade de gerenciamento dos esforços e um maior nível de previsibilidade das vendas.

4. Fomente a inovação e a melhoria contínua

Hoje, é obrigação do gestor fomentar a inovação. Seja uma melhoria em um produto ou serviço, ou até mesmo em uma mudança de algum processo. É preciso inovar para manter-se competitivo.

A gestão da inovação é uma nova área da gestão empresarial e é responsável pelo ciclo de vida de projetos e seus processos. Se você está pensando em implantar uma cultura que fomenta a inovação, o primeiro passo é estruturar os processos para receber sugestões dos colaboradores e avaliá-los. Muitas vezes a inovação não vem das reuniões de líderes com MBA e sim do colaboradores que conhece em detalhes o uso de uma máquina ou um processo fabril.

5. Use a Internet a seu favor

Hoje, para as pequenas e médias empresas, não faz sentido investir rios de dinheiro em infraestrutura própria (servidores, equipamentos de rede, backups, técnicos para manutenção de redes e software) para hospedar localmente sistemas de atendimento ao consumidor, helpdesk ou até mesmo o Sistema de Gestão Empresarial (ERP).

Existem muitas opções de sistemas e aplicativos hospedados na nuvem com alta disponibilidade (acessíveis por mais de 99,9% do tempo), seguros e com alto custo-benefício.

Além disso, estes sistemas podem ser acessados de qualquer dispositivo e em qualquer lugar, permitindo dar flexibilidade à gestão e ao trabalho das equipes comerciais, administrativas e de atendimento ao consumidor. Portanto, dê preferência a um Sistema ERP online na nuvem.

6. Vai dar trabalho, mas vai dar retorno

A dica extra é: dividir para conquistar. As práticas apresentadas não são simples ao ponto de serem adotadas de uma só vez, mas certamente darão retorno por aumentarem a eficiência operacional e estratégia de empresas em processo de estruturação ou que buscam melhorias em seus processos de negócio.

Investigue as dores dos seus processos de negócio e tente adotar práticas e ferramentas uma por vez. Ao fazer isso você, certamente, estará caminhando rumo a uma gestão empresarial exemplar: com processos estruturados e foco no eficiência administrativa e estratégica.

Gostou do conteúdo e está pronto para fazer uma gestão empresarial exemplar? Não deixe de continuar aprendendo e confira nosso post sobre hábitos diários das pessoas bem sucedidas!

Conteúdo produzido pela equipe da Gestão Click!