funil de marketing

Entenda a diferença entre as etapas do funil de marketing

Traçar estratégias na hora de vender é fundamental para ter sucesso. No entanto, essas estratégias vão além de criar uma boa campanha publicitária.

Traçar estratégias na hora de vender é fundamental para ter sucesso. No entanto, essas estratégias vão além de criar uma boa campanha publicitária.

Saber como utilizar o funil de marketing pode ajudá-lo na hora de entender quais são as barreiras que estão impedindo sua margem de vendas de crescer.

O que é funil de marketing?

O funil de marketing — ou funil de vendas — é uma estratégia que mostra toda a movimentação da sua audiência até que ela se converta em clientes. Desse modo, o empresário consegue entender as diferenças no comportamento do consumidor em distintos momentos, sabendo o que é necessário para vencer as barreiras que os impedem de comprar.

Um funil tem duas aberturas. A primeira é bem larga, permitindo a entrada de mais material. A segunda é menor, contribuindo para a seleção desse material. Da mesma forma é o funil de marketing: o começo da estratégia foca em um público maior, já o final trata diretamente com o indivíduo que decidiu fechar o negócio.

Para entender melhor cada parte do funil de marketing continue a leitura deste post.

Quais são as etapas do funil de marketing?

Topo de funil

Nesse estágio do funil o cliente sabe que tem algo que o incomoda, que ele deseja resolver, e por isso busca informações sobre essa questão. Ele ainda não tem interesse em contratar uma empresa ou comprar um produto.

Para ficar mais didático vamos usar um exemplo. Um banco oferece previdência privada e quer aumentar sua carteira de clientes. A equipe de marketing desse banco sabe que muitas pessoas estão confusas sobre as mudanças na Previdência, e então decide criar uma série de vídeos tratando sobre o tema, com o objetivo de sanar as dúvidas dos internautas.

Meio de funil

A estratégia do banco atraiu milhares de internautas, mas essa instituição tem como meta aumentar sua carteira de clientes. Por isso é hora de investir na criação de leads. No último vídeo, o banco informou aos internautas que mandaria um e-book contando tudo o que é necessário saber sobre a Previdência. Para recebê-lo era necessário fazer um cadastro no site da instituição.

Dessa forma o banco percebeu que havia atraído a atenção de muitas pessoas, mas nem todas eram potenciais de clientes. Agora, com as informações necessárias, é hora de aumentar as vendas.

Fundo de funil

No fundo do funil o objetivo é fechar a venda. O banco já sabe que está entrando em contato com pessoas interessadas em uma aposentadoria segura. Já criou uma relação com essas pessoas, colocando-se como referência no assunto. Agora a instituição possui informações suficientes para entrar em contato com os leads e convencê-los que a empresa é capaz de sanar seus problemas, oferecendo um produto personalizado.

Os vídeos feitos pelo banco continuarão na internet por muito tempo, e isso continuará alimentando o funil de vendas — até que a empresa mude sua estratégia.

Agora que você já entendeu as diferenças nas etapas do funil de marketing é hora de saber como divulgar o blog da sua empresa!