De falido a milionário: 5 dicas de empreendedores que já passaram por isso

Empreender exige planejamento financeiro, pois ninguém quer colocar em risco sua vida e o bem-estar de sua família para lutar por um sonho, certo? Afinal, a maior chancela de derrota que pode cair sobre um empresário é a falência. No entanto, existem muitos exemplos de empreendedores que foram de falido a milionário.

Pode ser difícil de acreditar que alguém consiga encontrar, na falta total de recursos, uma ideia capaz de mudar sua vida completamente, mas isso ocorre com mais frequência do que se possa imaginar.

Pensando nisso, este artigo reuniu algumas dicas de empresários que encararam a falência de frente e tornaram-se milionários. Preparado? Então vamos lá!

1. De falido a milionário obcecado

Quando era criança o pequeno Grant deixou cair em um buraco uma moeda de vinte e cinco centavos. Ouviu do seu avô uma avaliação do ocorrido: “não tem nenhum problema você perder US$0,25, desde que não sejam os seus últimos US$0,25”.

O avô de Grant soube sintetizar de forma lúcida o conceito da falência, de perder a última quantia capaz de ser apostada, trazendo a possibilidade de virar o jogo e vencer a pobreza.

O que Grant Cardone não sabia é que ele perderia seus últimos centavos na vida adulta, ficando mais pobre do que era quando criança. Grant tornou-se viciado em drogas, precisando do apoio de sua família, internando-se em uma clínica de reabilitação.

Mesmo assim, ele não deixava de fantasiar uma vida milionária. Em seus sonhos ele já havia passado de falido a milionário, aliás, em sua mente ele nunca encarou a pobreza. Foi aí que ele percebeu sua maior qualidade, aquela capaz de ajudá-lo a superar a dependência química e dar a volta por cima: obsessão. Ele era obcecado pela riqueza.

Você pode estar pensando que “todo mundo tem vontade de ser rico”, mas não se trata de “vontade”, mas de um desejo tão forte de ter ou ser algo que pode despertar uma motivação interna capaz de ser o seu motor do sucesso.

Algumas pessoas são obcecadas por salvar vidas, por vencer a morte, isso é o que diferencia um médico mediando de um excelente. Alguns são obcecados pela inovação, isso distancia um produto comum de outro que revoluciona o mercado e assim por diante.

**A dica do, hoje, milionário Grant Cardone é: descubra a sua obsessão. **

2. De falido a milionário que se adapta

Alguns conceitos científicos podem ser adaptados ao mundo dos negócios. Por exemplo: Charles Darwin revolucionou o mundo ao descobrir que as espécies que conseguiram sobreviver, deixando descendentes, só o fizeram porque foram capazes de se adaptar aos desafios da natureza.

O empresário Tom Ferry viveu uma situação que o obrigou a se adaptar às novas circunstâncias quando o mercado imobiliário americano enfrentou a crise de 2007. Nesse período, muitas pessoas tiveram que vender seus imóveis a preços simbólicos, pois saía muito caro mantê-los e elas estavam desempregadas.

Como Tom investia no mercado imobiliário ele viu seu lucro despencar. A solução foi pensar em um estilo de consultoria, capaz de orientar seus clientes sobre a melhor forma de negociar com as instituições financeiras. Surgia, então, um novo negócio, adaptado para atender o momento de recessão econômica.

A dica do Tom Ferry é simples: adapta-se!

3. De falido a milionário que “não trabalha duro”

Trabalhar como um condenado, de sol a sol, essa deve ser a receita para o sucesso, certo? Errado! Tai Lopez percebeu que esse raciocínio poderia melhorar sua vida no momento em que ele tinha apenas US$47,00 na carteira, mas o levaria, no máximo, a ter um salário regular.

O que ele entendeu é que precisava de mentores, pessoas que pudessem mostrar atalhos, que o ajudassem a poupar tempo e energia. Essa mentoria poderia vir de muitas formas, principalmente, por meio de boas leituras.

Para ele é importante trabalhar de forma inteligente, sem se sacrificar, pois isso possibilitará um trabalho regular. É essa regularidade que é capaz de levar alguém de falido a milionário, um trabalho constante, ainda que, em muitos momentos, pareça insuficiente.

A dica dele é: faça uma hora de trabalho ser mais eficiente que 100.

4. De falido a milionário que ressurgiu das cinzas

O empresário Chris Plough tinha na sua empresa um reflexo de si. Por isso, quando ele decretou falência e as dívidas começaram a amontoar-se ele se sentiu extremamente fracassado. Não era a companhia que havia dado errado, mas ele que sentia o gosto amargo da derrota.

Desiludido, ele começou a andar de moto de forma imprudente, como se quisesse arriscar a própria vida. Um amigo sugeriu que ele usasse a paixão por velocidade de uma forma positiva, incentivou-o a viajar com outras pessoas que faziam grandes jornadas pelo mundo. Ele aceitou o convite e foi da Inglaterra até a Mongólia.

Durante a experiência ele conseguiu entender questões muito pessoais e como elas influenciaram sua vida, inclusive os negócios. Chris Plough percebeu o quanto o autoconhecimento pessoal seria definitivo em sua vida como empresário.

**A dica dele é a seguinte: acredite que a realização do seu sonho é possível. **

5. De falido a milionário que valoriza a equipe

O empresário Aj Rivera tomou uma decisão que fulminou sua empresa: expandir para outro local. O problema é que ele não fez um planejamento detalhado para esse projeto, resultando em grandes prejuízos.

O empresário teve que recorrer às suas finanças pessoais para salvar a companhia, sem sucesso. Envolto em dívidas ele teve que pedir ajuda a muitas pessoas. Foi quando ele entendeu qual havia sido seu erro: ele centralizava todas as decisões da empresa em si.

Aj começou a delegar tarefas e contou com ajuda de especialistas para colocar as contas em ordem. Decidiu criar uma empresa de consultoria para empresários, passado de falido a milionário.

**Sua dica: valorize o trabalho de todos ao seu redor. **

Como vimos neste artigo a falência não é o ponto final na história de um empresário, mas um importante capítulo em uma trajetória de sucesso. Se você quer continuar aprendendo sobre empreendedorismo para, também, passar de falido a milionário não deixe de ler este artigo sobre capital de giro.

comments powered by Disqus