empregar talentos

Empregar talentos: Escolha os melhores profissionais para o seu time

Por trás do sucesso de todo empreendedor há sempre uma equipe. Afinal, nenhum deles conseguiu construir um caminho que seja próspero sozinho!

Por trás do sucesso de todo empreendedor há sempre uma equipe. Afinal, nenhum deles conseguiu construir um caminho que seja próspero sozinho!

Bom, então será que essa receita para o sucesso é simples? Basta contratar colaboradores e tudo vai dar certo? Não é bem assim…

Obviamente que é preciso contratar os profissionais certos para ajudar a empresa a deslanchar! Até porque, é fundamental formar um time que compartilhe dos mesmos valores para conseguir formar uma sinergia que leve o negócio ao sucesso.

Mais do que isso, é preciso ter confiança nas pessoas que trabalham com você para que tenha segurança em delegar tarefas que sejam importantes.

Isso proporcionará um auxílio relevante para a sua rotina empreendedora, pois dessa forma terá tranquilidade para elaborar novos projetos que ajudem a desenvolver o negócio.

Por outro lado, o mercado de trabalho vive uma realidade em que os talentos já possuem plenas condições de escolher onde vão trabalhar.

Isso está acontecendo principalmente pela grande disputa de várias empresas por colaboradores que demonstram ser fora da curva.

Pois bem, já deu para perceber que montar um time não é das tarefas mais fáceis, não é mesmo? Por isso, vamos fornecer 7 dicas para que você possa empregar talentos e contar com os melhores profissionais na sua empresa. Confira!

1 – Tenha uma cultura forte

Ter uma cultura forte é um dos principais pilares para poder atrair talentos para a sua empresa. Afinal, como já falamos anteriormente, muitos profissionais estão escolhendo onde querem trabalhar.

Por isso, é preciso que o negócio mostre que tem condições de oferecer um ambiente de trabalho leve, que proporcione um aprendizado contínuo e que seja cheio de oportunidades de crescer internamente

Então, sugerimos que a empresa “respire” esse ambiente através da sua cultura e seus valores, mas o mais importante é mostrar isso para o mundo. Fazer isso é muito simples, basta ter um código de cultura e torná-lo público para que todos possam ver.

Tome como exemplo o Netflix, que foi um dos pioneiros a mostrar seu culture code!

2 – Entenda a demanda da empresa

A segunda dica para empregar talentos é antes de mais nada entender o que a empresa como um todo está necessitando naquele momento em relação à recursos humanos.

Então, coloque na ponta do lápis o que cada equipe está precisando, procure entender quais dessas demandas são mais prioritárias e bata o martelo sobre as posições que serão contratadas.

Após isso, defina com os responsáveis de cada área qual será o perfil de candidato ideal para cada uma das vagas. Além disso, estabeleça o nível de conhecimento necessário para que o trabalho possa fluir bem quando esse novo colaborador já estiver empregado.

No caso de vagas que são consideradas mais estratégicas, ou seja, são indispensáveis para o funcionamento do negócio, o segredo é investir na contratação de profissionais mais experientes e que dominem a área. Até porque, muitas vezes a empresa não pode perder muito tempo ensinando essa função totalmente do zero.

3 – Divulgue as vagas

O próximo passo é mostrar para todos que a empresa está contratando e precisando de gente competente. Nessa questão, as possibilidades para fazer isso são vastas.

As vagas podem ser divulgadas nas redes sociais pessoais dos colaboradores da empresa e também no perfil do próprio negócio.

Em relação a essa ação, qualquer rede social poderá trazer um bom resultado, mas obviamente que o Linkedin poderá ser mais eficiente, pois é uma rede que proporcionam o foco em ações como essa.

Outra opção é procurar o auxílio de agências de empregos. Afinal, eles são especialistas nesse assunto. Porém, é preciso passar exatamente o perfil de profissional que você está buscando para que elas possam trabalhar da melhor maneira possível.

Não se esqueça de deixar bem claro todos os detalhes da vaga, desde os requisitos, qualificações necessárias, o papel que o funcionário irá desempenhar e até a faixa de remuneração salarial.

Fazendo isso, você evita qualquer mal entendido durante a seleção e também no futuro.

4 – Elabore um processo de seleção completo

Para que você consiga empregar talentos de forma efetiva, será preciso criar um processo de seleção que seja capaz de avaliar todas as habilidades e competências exigidas para a função desejada.

A sugestão então, é que ele seja completo e transparente. Além de entrevistas, adicione etapas práticas que possam identificar se o candidato tem o perfil desejado, tanto em relação a parte técnica quanto ao perfil pessoal, ou seja, verifique se ele preza por valores parecidos com a cultura da empresa.

Para que essa seleção não fique muito pesada para ambas as partes, procure tornar essa seleção algo que gere um aprendizado para esses profissionais já no próprio processo, etapa por etapa.

Dessa forma, será possível mostrar que a empresa tem muito valor a agregar a ele.

5 – Tome cuidado com os currículos perfeitos

A grande verdade é que muitos candidatos sabem muito bem como elaborar um currículo, porém nem sempre aquilo que está escrito é o que aconteceu na prática.

Até porque, quando vamos escrever sobre experiências que tivemos no passado, a tendência é valorizar todos os aspectos positivos com a nossa própria visão.

Então, ao analisar um currículo, não há problema nenhum em questionar qualquer ponto positivo relatado pelo candidato.

Aliás, a entrevista poderá ser uma ótima oportunidade de tirar isso a limpo e pedir exemplos práticos para avaliar a situação.

Obviamente que isso deverá ser feito de maneira educada.

É sempre bom também, pedir referências e certificar-se de que alguns feitos realmente aconteceram. Então, solicite certificados e diplomas de qualquer curso que o candidato relatou que fez e que seja relevante nessa análise.

6 – Incentive indicações

Outra boa maneira de empregar talentos é incentivando indicações dos próprios funcionários da empresa.

A lógica dessa ação é simples: Se o colaborador tem um certo apreço pela empresa, está de acordo com o seu crescimento, está satisfeito com o seu trabalho, ele irá indicar pessoas que não estejam alinhadas? Provavelmente não.

Aliás, a tendência é que eles sejam extremamente seletivos com essa questão, visto que se ele entende que é preciso de gente competente para trabalhar lá, dificilmente ele irá indicar qualquer um para as vagas que estão em aberto.

Criar um programa de indicações para empoderar os funcionários da empresa é uma excelente estratégia para trazer cada vez mais gente boa para trabalhar no negócio!

7 – Faça análises comportamentais

Saiba que por muitas vezes a parte técnica do candidato pode ser facilmente modificada, ou seja, se ele precisar estudar e aprender algum assunto pois ele tem um certo déficit de conhecimento, ele irá estudar e se qualificar. Porém, a parte comportamental é muito difícil de mudar!

Por isso, principalmente na etapa de entrevista, análise questões desse nível, que sejam fáceis de compreender como o candidato agiria em momentos decisivos, como por exemplo, quando está sob pressão.

Uma tática boa é pegar as experiências anteriores que ele teve e entender como ele lidava com os seus desafios, ou então fazer simulações com situações hipotéticas.

Deu para perceber que empregar talentos não é fácil, mas também não é impossível.

Basta direcionar as ações da empresa para que isso seja feito da maneira mais eficiente possível. As dicas que passamos são apenas alguns exemplos disso.

Agora que você já sabe como empregar talentos, que tal conhecer os 7 motivos para você comparecer aos eventos de negócio