Empreender é mais legal

Uma das coisas mais divertidas que podemos contar sobre esse processo de abrir a empresa é o apoio que temos recebido. Chegamos à conclusão de que realmente as pessoas veem o cara que abre o próprio negócio como alguém ambicioso e corajoso. Ou seja, interessante.
Para explicar melhor esse fenômeno (não o que está no Corinthians), citarei um trecho do blog Nothing to Lose do jovem empreendedor americano Brian Linton (realmente recomendo a leitura desse blog).

“Como um empreendedor, você é a pessoa mais importante para a sua empresa; seus clientes e sua própria sobrevivência dependem de você. Na maior parte do tempo se você não fizer algo, ninguém fará. Como resultado disso, você é uma pessoa interessante. Não importa se você vende palitos de dente, aviões ou informação, você é um empreendedor e empreendedores são interessantes.

Percebendo que você é interessante é um passo importante para que possa comunicar efetivamente sua história pessoal e deixar uma marca nas pessoas que a ouvem. O público é fascinado por empreendedores. Histórias de empreendedores de sucesso são sempre um tema popular em revistas e jornais. As pessoas preferem muito mais ler sobre um empreendedor que criou um produto único e ganhou milhões do que sobre o produto novo da Procter&Gamble; que fatura bilhões. Nós nos identificamos com empreendedores porque eles são pessoas como nós, só que mais interessantes.”
**
Pela pouca, mas extremamente intensa experiência própria, fazemos nossas as palavras de Brian e agradecemos muito a todo o apoio dado a nós nesse começo da jornada.

Abraços,
Millor Machado (na saga para se tornar interessante)

p.S.: Falando em apoio de amigos, por favor, comentem os tópicos!

comments powered by Disqus