Perguntas ao especialista: e-commerce no Brasil

Perguntas ao especialista: e-commerce no Brasil

887
31
SHARE
Stelleo Tolda
Stelleo Tolda
Stelleo Tolda

Stelleo Tolda é Diretor Presidente do MercadoLivre.com desde novembro de 1999. Ele é responsável pela gestão de uma equipe de 260 funcionários em quatro áreas principais: Comercial & Marketing, Financeiro & Administrativo, Atendimento a Clientes e Pagamentos (MercadoPago).

Stelleo possui Bacharelado e Mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade de Stanford e MBA pela Graduate School of Business da Universidade de Stanford.

Considerando a sua formação, imagino que há 10 anos atrás muitas oportunidades apareceram. Por que a aposta em comércio on-line?
Em 1997, conheci o Marcos Galperin, fundador do MercadoLivre, durante um mestrado em Stanford, nos Estados Unidos. A partir daí passei a observar o grande potencial que a internet comercial tinha e vi que o modelo de negócio desenvolvido por Galperin tinha tudo para dar certo. Em 99, Galperin — assim que lançou o MercadoLivre na Argentina —  me chamou para abrir a operação brasileira do MercadoLivre. Na época houve um grande impulso, um fluxo de capitais, uma série de investidores interessados em colocar recursos no MercadoLivre e em seu modelo de negócios (C2C) que promove o encontro entre compradores e vendedores. O MercadoLivre oferece ainda uma plataforma de pagamentos online aos mais de 35,7 milhões de usuários.

Vale ressaltar que sobrevivemos ao estouro da bolha e desde o nosso surgimento, apostamos em um dos principais destaques da internet atual: a geração de ferramentas que possibilitam aos usuários interagir cada vez mais entre si por meio da publicação de conteúdo na web como um todo. Certamente, isso me fez e faz apostar no comércio online até hoje.

Atualmente, qual a sua visão sobre a influência da internet no padrão de consumo brasileiro?
A venda pela internet é simples, segura, fácil e cômoda. Basta clicar no produto de interesse, escolher a forma de pagamento, combinar a entrega e pronto. Não há as barreiras inerentes ao comércio de rua: lotação, trânsito, nem as de shopping: pagamento de estacionamento, altíssima circulação de pessoas… Isso ajuda e reforça o crescimento do e-commerce como um todo, principalmente quando analisamos que – em especial no Brasil – as classes C e D estão cada vez mais utilizando a internet. Ou seja, o crescimento da banda larga e o alto índice de penetração de computadores, aliados a ascensão das classes C/D enquanto consumidoras contribuem efetivamente para o nosso crescimento/sucesso.

No MercadoLivre a categoria que mais se destaca em vendas é a de produtos de informática e eletrônica. No entanto, categorias como de beleza e saúde, decoração e itens para casa, por exemplo, vem ganhando muito espaço entre os usuários do site. Em 2008, do volume total de itens comercializados por meio da plataforma do MercadoLivre.com, 79,1% foram de produtos novos, sendo que 88,8% das transações realizadas a preço fixo. Excluindo as transações relacionadas a automóveis, imóveis e serviços.

Como é vista a questão da credibilidade e segurança dos dados pelos consumidores?
Atualmente o MercadoLivre conta com mais de 35 milhões de usuários que realizam diversas transações em um ambiente seguro e totalmente confiável, uma vez que o site investe em tecnologia de ponta para cuidar e preservar os dados de cada negociação que ocorre dentro da plataforma. O MercadoLivre possui ainda a certificação Truste que reconhece nas páginas do MercadoLivre toda a segurança necessário e recomendada internacionalmente para site online. Vale ressaltar ainda que o MercadoLivre oferece diversas páginas de como vender/comprar pelo site, bem como dicas de segurança, visando a educação constante dos usuários brasileiros. A educação é sem dúvida um dos pilares para uma negociação segura e eficaz.

Quais tendências e oportunidades para os empreendedores que queiram vender pela internet?
Tudo no mundo online é muito dinâmico, muito rápido e acompanhar todas as tendências e saber ouvir o que o usuário quer também é fundamental para chegar onde o MercadoLivre chegou. Para isso, o MercadoLivre oferece uma área, denominada Tendências, que permite ao vendedor identificar o que os usuários estão buscando e qual tipo de produto terá um maior impacto dentro da comunidade MercadoLivre. Além disso, é preciso acreditar e insistir. Quando o site foi lançado, há dez anos, por exemplo, não tínhamos a infraestrutura que temos hoje, mas não nos impediu de seguir em frente.  E hoje somos referência no mercado online de compra e venda em toda a América Latina.

Stelleo Tolda é Diretor Presidente do MercadoLivre.com desde novembro de 1999. Ele é responsável pela gestão de uma equipe de 260 funcionários em quatro áreas principais: Comercial & Marketing, Financeiro & Administrativo, Atendimento a Clientes e Pagamentos (MercadoPago).Stelleo possui Bacharelado e Mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade de Stanford e MBA pela Graduate School of Business da Universidade de Stanford.
  • http://www.honu.com.br/ Eduardo Corrêa

    Olá, tudo bem?

    Não me lembro em quais circunstancias tomei conhecimento do blog de vocês porém, fico muito feliz de te-lo conhecido e dizer que todo o conteúdo tem me ajudado e muito a definir alguns parametros para fazer minha pequena empresa, quem sabe, um dia se tornar grande e madura. Entretando, surgiu uma duvida que não consegui sanar com a informações que encontrei no blog e em demais sites (inclusive o do Sebrae).

    A duvida é em relação da documentação e procedimento a adotar para que minha empresa seja legalizada dentro das condições exigidas por este novo plano lançado pelo governo e que passou a valer no estado de são paulo na ultima sexta feira.

    Desde já agradeço pela atenção dispensada e espero que mais uma vez o Saia Do Lugar possa me ajudar.

    Att
    Eduardo Corrêa

    • guga

      Realmente o E-commerce e os negócios via internet no brasil só tente a crescer, conheça o site de compartilhamento de notícias, excelente para quem gosta de ficar informado: http://www.penonews.com

  • http://www.honu.com.br Eduardo Corrêa

    Olá, tudo bem?

    Não me lembro em quais circunstancias tomei conhecimento do blog de vocês porém, fico muito feliz de te-lo conhecido e dizer que todo o conteúdo tem me ajudado e muito a definir alguns parametros para fazer minha pequena empresa, quem sabe, um dia se tornar grande e madura. Entretando, surgiu uma duvida que não consegui sanar com a informações que encontrei no blog e em demais sites (inclusive o do Sebrae).

    A duvida é em relação da documentação e procedimento a adotar para que minha empresa seja legalizada dentro das condições exigidas por este novo plano lançado pelo governo e que passou a valer no estado de são paulo na ultima sexta feira.

    Desde já agradeço pela atenção dispensada e espero que mais uma vez o Saia Do Lugar possa me ajudar.

    Att
    Eduardo Corrêa

  • http://www.e-commercetotal.com.br/ Maicon Hofman

    Millor, quando tiver outros posts que sejam intressantes de compartilhar, pode me enviar o link que eu publico no E-commerce Total!

    Abração.
    Maicon Hofman

  • http://www.e-commercetotal.com.br Maicon Hofman

    Millor, quando tiver outros posts que sejam intressantes de compartilhar, pode me enviar o link que eu publico no E-commerce Total!

    Abração.
    Maicon Hofman

  • http://www.tray.com.br/ Reinaldo Martins

    O Mercado Livre foi um dos precursores do e-commerce no Brasil, há 10 anos atrás as pessoas iam até ele para vender as coisas que tinham em casa e que não eram úteis, hoje quase 80% das vendas são correspondentes à pura prática de varejo, conforme diz o Stelleo, o que fomenta o ingresso das pessoas no e-commerce e populariza esse meio de compras entre os brasileiros.

    O e-commerce brazuca ainda tem muito espaço para crescer, e um dos principais obstáculos ainda é proporcionar o acesso à internet com qualidade e baixo custo para as classes C/D, que nos últimos anos vem se digitalizando e experimentando as vantagens de comprar pela web.

  • http://www.tray.com.br Reinaldo Martins

    O Mercado Livre foi um dos precursores do e-commerce no Brasil, há 10 anos atrás as pessoas iam até ele para vender as coisas que tinham em casa e que não eram úteis, hoje quase 80% das vendas são correspondentes à pura prática de varejo, conforme diz o Stelleo, o que fomenta o ingresso das pessoas no e-commerce e populariza esse meio de compras entre os brasileiros.

    O e-commerce brazuca ainda tem muito espaço para crescer, e um dos principais obstáculos ainda é proporcionar o acesso à internet com qualidade e baixo custo para as classes C/D, que nos últimos anos vem se digitalizando e experimentando as vantagens de comprar pela web.

  • http://rhedmax.com.br/ Henderson

    Olá, parabéns pela entrevista, considero Tolda um cara perpiscaz e inteligente, mas não entendo pq o Mercadolivre não segue os padrões do Ebay, a liberdade de negociação, se tudo ocorresse pelo pagamanto do MercadoPago e fosse mais agil como PayPal, teriamos mais liberdade e mais segurança nas compras.

  • http://rhedmax.com.br Henderson

    Olá, parabéns pela entrevista, considero Tolda um cara perpiscaz e inteligente, mas não entendo pq o Mercadolivre não segue os padrões do Ebay, a liberdade de negociação, se tudo ocorresse pelo pagamanto do MercadoPago e fosse mais agil como PayPal, teriamos mais liberdade e mais segurança nas compras.

  • Pingback: 8 coisas que sua empresa precisa saber sobre o Twitter | Saia do Lugar()

  • http://www.ousadasexshop.com.br/ Carlos Alberto Vianna Fernande

    Olá, meu nome é Carlos Alberto Vianna, sou Diretor Comercial da Ousada Sexshop e gostaria de parabenizar a equipe do Saia do Lugar pelo serviço prestado a todos nós internautas e empresários da Web.
    Grandes empresas vem se rendendo a esta “nova” modalidade de comércio, a realidade é que nosso querido Bill Gates tem total razão quando se fala da constante atualização do mercado mundial, neste mundo globalizado não tem como ficar de fora da Web e ter os mesmos resultados de quem possui sua Loja Virtual ou Site, a redução de despesas como água, luz, aluguel, funcionários, etc contribui também com a redução dos preços das mercadorias e serviços e todos sabemos que unindo Preço e Qualidade não tem empresa que não cresça.
    Forte Abraço, fiquem com Deus!
    CARLOS ALBERTO VIANNA FERNANDES
    DIRETOR COMERCIAL
    http://www.ousadasexshop.com.br
    http;//ousadasexshop.blogspot.com

  • http://www.ousadasexshop.com.br Carlos Alberto Vianna Fernandes

    Olá, meu nome é Carlos Alberto Vianna, sou Diretor Comercial da Ousada Sexshop e gostaria de parabenizar a equipe do Saia do Lugar pelo serviço prestado a todos nós internautas e empresários da Web.
    Grandes empresas vem se rendendo a esta “nova” modalidade de comércio, a realidade é que nosso querido Bill Gates tem total razão quando se fala da constante atualização do mercado mundial, neste mundo globalizado não tem como ficar de fora da Web e ter os mesmos resultados de quem possui sua Loja Virtual ou Site, a redução de despesas como água, luz, aluguel, funcionários, etc contribui também com a redução dos preços das mercadorias e serviços e todos sabemos que unindo Preço e Qualidade não tem empresa que não cresça.
    Forte Abraço, fiquem com Deus!
    CARLOS ALBERTO VIANNA FERNANDES
    DIRETOR COMERCIAL
    http://www.ousadasexshop.com.br
    http;//ousadasexshop.blogspot.com

  • Rodrigo

    Olá, parabéns pela entrevista, considero Tolda um cara perpiscaz e inteligente, mas não entendo pq o Mercadolivre não segue os padrões do Ebay, a liberdade de negociação, se tudo ocorresse pelo pagamanto do MercadoPago e fosse mais agil como PayPal, teriamos mais liberdade e mais segurança nas compras.[2] Disse tudo.

  • Rodrigo

    Olá, parabéns pela entrevista, considero Tolda um cara perpiscaz e inteligente, mas não entendo pq o Mercadolivre não segue os padrões do Ebay, a liberdade de negociação, se tudo ocorresse pelo pagamanto do MercadoPago e fosse mais agil como PayPal, teriamos mais liberdade e mais segurança nas compras.[2] Disse tudo.

  • http://www.veiculorj.com.br/ Jorge Silva

    Apesar de ser curta a entrevista é bem interessante, eu ouvi numa certa palestra que participei onde o palestrante fala “que as empresas que hoje não estão na internet, estão fora do mercado”, e cada vez mais fico certo disso.

  • http://www.veiculorj.com.br Jorge Silva

    Apesar de ser curta a entrevista é bem interessante, eu ouvi numa certa palestra que participei onde o palestrante fala “que as empresas que hoje não estão na internet, estão fora do mercado”, e cada vez mais fico certo disso.

  • http://www.sergioronei.com.br/ Sergio Ronei Hentz

    E-commerce no brasil só tente a crescer. Vejam esse: http://www.desejoocultosexshop.com.br

    Sex Shop

    Sex-Shop

  • Pingback: MarketHouse - Agência de Marketing Digital | 8 coisas que sua empresa precisa saber sobre Twitter()

  • Roberto

    Não sei como podem parabenizar um safado como esse !!!!
    O mercado livre é a empresa que mais sonega impostos, que mais lesa os vendedores e vcs ainda elogiam esse cara.
    O mercado livre não é nada mais nada menos que uma fabrica de golpes, um site com milhares de processos por apropriação indébita.

    • Mauser

      Vale ressaltar todos os anos que o ML não emitiu uma nota fiscal sequer.

  • Zellybrindes

    Não sei como podem fazer exaltação a esse senhor e ao seu site que não paga devidamente aos seus vendedores, ignoram e derespeitam todo consumidor. Não recebo meus valores ja liberado no mercado pago a um mes. O mercado livre tem cometido crimes contra o seus vendedores, tem acabado com os seus vendedores. É um absurdo não conseguimos contato e nem solução.

  • Pingback: 8 coisas que sua empresa precisa saber sobre Twitter - Blog Área Local()

  • http://www.maniaerotica.com.br Maniaerotica
  • Pingback: Resumo das principais notícias do dia 19/04/2011 em meu Twitter | Blog do Andre Zanoti()

  • Adriel

    Boa tarde, esse método de cartões pré pagos não seria semelhante as vale presentes?

    • Felipe Quadros

      Lamento amigo, mas Amazon, Microsoft, Play Station tb, plagiaram sua ideia, vendem um cartão, vendido em hipermercados e online, onde você sem nenhuma identificação compra um cartão pré-pago (gift-card) geralmente contendo até 25 dígitos, logo após a compra você o resgata em sua conta online.

    • Felipe Quadros

      Esqueci de ler que a citação é de 5 anos atrás, as gifts card não deveriam ser tão populares assim no brasil na época.

  • Pingback: 8 coisas que sua empresa precisa saber sobre Twitter | Emmanoel Messias :: Blog()

  • Antônio

    Deveríamos fazer uma petição ou algo que o valha , todos nós lesados, e pedir uma investigação contra esse vigarista. Uma não, várias. São muitas pessoas lesadas por ano. O Mercado Livre, através do seu Mercado Pago, simplesmente desaparece com o dinheiro de clientes. Como cidadãos, pedimos também uma investigação fiscal para saber se o site recolhe devidamente seus impostos, assim como nós. Ele também fere o Código de Defesa do Consumidor quando não oferece SAC. O Mercado Livre é um território perigoso para os incautos.

  • Antônio

    Não dou mais dois anos pra essa besta quebrar. Ele estudou não sei o que
    não sei onde, mas não aprendeu o que qualquer portuga dono de botequim
    sabe: respeitar e zelar pela clientela. Vigarista ordinário!!!!

  • Antônio

    Se você foi de alguma maneira lesado pelo site Mercado Livre / Mercado Pago e não sabe o que fazer, pois o site não oferece SAC, assine essas duas Petições pÚblicas que serão encaminhadas ao Ministério Público, a fim de mover uma Ação Civil pública contra o mesmo.
    Não demora, não tem que preencher cadastro e sua privacidade será mantida.

    Acabei de ler e assinar estes abaixo-assinados online:

    «mercado livre chega de sujeira»
    http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N24908

    Abaixo-assinado Mercado Livre desrespeita o CDC
    http://www.peticaopublica.com.br/?pi=mercadol

    Eu concordo com estes abaixo-assinados e acho que também concordaras.

    Obrigado.
    Art. 2o Para os fins deste Decreto, compreende-se por SAC o serviço de atendimento telefônico das prestadoras de serviços regulados que tenham como finalidade resolver as demandas dos consumidores sobre informação, dúvida, reclamação, suspensão ou cancelamento de contratos e de serviços.