Lições de “A Arte do Começo” para empresas brasileiras

Lições de “A Arte do Começo” para empresas brasileiras

1025
10
SHARE
A arte do começo

Art of the Start, ou A Arte do Começo, é um livro simplesmente fantástico e obrigatório para qualquer um que queira começar uma empresa. Não é por acaso que está na ponta da nossa lista de livros recomendados.

Vou mostrar a vocês como esse livro nos guiou na Empreendemia. Ainda é cedo para afirmar algo, mas estamos bastante satisfeitos com o que conseguimos nesse 1 ano de empresa e com as perspectivas futuras.  Vida longa ao mestre Kawasa (autor do livro e nosso ídolo)!

A arte do começo

1. Crie significado
Ao criar algo que seja útil para as pessoas, elas te pagarão por isso. A forma mais fácil de ficar milionário é criar algo com significado, é mais fácil de vender. (leia mais aqui)

Nosso caso: Apesar de a ideia inicial ter mudado bastante, nosso objetivo sempre foi orientar e conectar empreendedores. Ainda não estamos ganhando dinheiro, mas os depoimentos de leitores felizes do Saia do Lugar e novos negócios gerados no Empreendemia mostram que estamos na direção certa.

2. Tenha um mantra
Você não precisa de uma missão e sim de um mantra. Para criar algo que seja facilmente lembrado e direcione suas ações no dia-a-dia, tenha algo com 3 ou 4 palavras, não 3 ou 4 linhas. (leia mais aqui)

Nosso caso: “Empreendedorismo sem enrolação”, esse é o nosso mantra. Lembramos dele a cada minuto e isso nos ajuda a manter o foco.

3. Saia do lugar
Se você for esperar até todos os sinais estarem verdes, você nunca tirará seu carro da garagem. Por mais que se planeje, sua ideia será uma porcaria no começo. Lance-a mesmo assim, colha feedbacks dos clientes e evolua rápido.

Nosso caso: Colocamos o Saia do Lugar no ar em um dia, com um design tosco (veja aqui) e mesmo assim ele cresceu muito bem.

4. Tenha um modelo de negócios
Caso você não queira fazer filantropia, dê um jeito de oferecer algo pelo qual as pessoas pagariam. (leia mais aqui)

Nosso caso: No Saia do Lugar estamos vendendo patrocínios e em breve teremos alguns e-books próprios. O Empreendemia terá versões Premium pagas. A principal dica é não depender de publicidade, vai por mim.

5. Saiba estabelecer prioridades para o dia-a-dia
Existem 3 elementos mágicos para decidir o que fazer. Marcos, Premissas e Tarefas. Suas tarefas mais importantes são as que validam premissas ou ajudam a chegar em um marco. (leia mais aqui)

Nosso caso: No Empreendemia nós fizemos uma lista de marcos (lançar o site, chegar a 500 usuários, terminar as versões Premium, etc), temos anotadas algumas premissas sobre a rede e todos os dias anotamos as tarefas que vamos fazer. Isso joga a produtividade lá pra cima.

6. Tenha um público-alvo
A melhor forma de agradar alguém é não querer agradar a todos. Descubra seu público-alvo e foque nele. Outros tipos de clientes surgirão depois que seu público-alvo começar a falar bem de você.

Nosso caso: O objetivo do Saia do Lugar é dar dicas curtas e simples para empreendedores, nossos leitores gostam disso. Tem gente que reclama que somos muito superficiais ou sem graça. Olha minha cara de preocupado -> 😎

7. 10/20/30
Uma apresentação com 10 slides que serão apresentados em 20 minutos com fonte 30 (usando o máximo possível de figuras). Esse é documento mais importante para começar sua empresa. (leia mais aqui)

Nosso caso: Essa apresentação era tudo que tínhamos no começo da Empreendemia e foi o suficiente para colher feedbacks e conquistar entusiastas. Acredite, você não precisa de mais do que isso.

8. Contrate pessoas apaixonadas pelo que você faz
Não importa quão boa a pessoa é tecnicamente, se ela estiver de má vontade, nada mudará isso. Em compensação, pessoas apaixonadas pelo que você faz darão um jeito de aprender as coisas. Esse é o tipo de pessoa que você precisa.

Nosso caso: Confira aqui o cartaz que usamos para conseguir Danilo Cabello, nosso Padawan (aprendiz). Como ainda não temos caixa para pagá-lo, ele topou trabalhar de graça até conseguirmos pagar.

9. Diminua as barreiras de adoção
É MUITO difícil mudar o hábito das pessoas. Você precisa criar algo que seja fácil de usar e que esteja relacionado com o que as pessoas já usam.

Nosso caso: Fizemos propositalmente o Empreendemia ter uma interface parecida com o Orkut. O resultado é que ouvimos algumas vezes por dia “Muito intuitivo de usar, parabéns!”

10. Faça chover
Sua empresa precisa vender, simples assim. Para fazer isso, descubra quem são os formadores de opinião do seu setor, trate muito bem seus clientes atuais e permita test-drives.

Nosso caso: Apesar de começar por hobby, o Saia do Lugar hoje é um excelente canal de comunicação para falar sobre a Empreendemia. Além disso, desde o começo fizemos questão de tratar muito bem nossos usuários/leitores e estar próximo das referências na área. Alguns deles até já tiraram fotos com nosso ovinho de gravata (veja aqui)

Conclusão
Esse livro já ajudou e ainda ajuda diversos empreendedores a sair do lugar, leitura obrigatória.

Se você já leu o livro, por favor deixe seu comentário compartilhando sua experiência. Queremos analisar como A Arte do Começo tem impactado empresas brasileiras. Participe dessa conversa.

Ultimamente anda bem difícil encontrar esse livro nas livrarias, mas vale a pena conferir no site Estante Virtual.

Abraços,
Millor Machado (um artista do começo)

P.S.: Agradecimentos ao nosso leitor Gustavo Freitas pela sugestão do post

P.S.2: Nossos livros foram autografados pelo homem, a lenda, o mito, Guy Kawasaki!  Veja aqui nossa foto com ele no dia em que o conhecemos.

  • http://leituraenegocios.blogspot.com/ Pablo Santos

    Boas as dicas, Millor, e eu estou louco pr aler esse livro!
    E bela camisa do Kawasa, não? haha

    Abraços,
    Pablo

  • http://www.saiadolugar.com.br Millor Machado

    Valeu Pablo!

    Existem vários livros obrigatórios para o empreendedor, esse é o mais
    obrigatório de todos. Sempre serve como fonte de consulta e guiou todo nosso
    planejamento de negócios. Repare que eu falei planejamento, não plano de
    negócios…

    O plano formal em si, estamos escrevendo só agora, depois de um ano. Porém,
    desde o começo fizemos algumas perguntas sobre a empresa que guiaram nosso
    desenvolvimento. O planejamento é fundamental.

    E a camisa dele é realmente muito boa.Ele sempre usa esse estilo de roupa
    hawaiana.

    Abraços!

  • http://twitter.com/patricknasc Patrick Nascimento

    kkkkkkkkkkkkkk! O cartaz foi o melhor!!!! Muito bom mesmo!!! Lições de “A Arte do Começo” para empresas brasileiras

  • Ligida Santos

    Muito boa a dica!!! Agora a foto é imperdível!!! há! há! há! Parabéns, pela iniciativa. Tbem acho todo plano de negócio muito complicado p/ os empreendedorres. Vcs conseguiram desmistificar a complexidade de um plano de negócios.

    • http://saiadolugar.com.br Millor Machado

      Oi Ligida!

      Que bom que gostou do artigo e das dicas. Realmente fazemos questão de
      mostrar que o processo de empreender não é fácil, mas também não precisa ser
      tão complicado como é difundido por aí. Fico feilz que estamos alcançando
      esse objetivo.

      Abraços!

  • http://twitter.com/jhonbrandao Jhonathan Brandão

    Agora foi a primeira vez que li esse post, mas já tinha lido outros comentários seus em relação ao livro e fiquei interessado, pois apesar de ainda não ter um negócio, pretendo ter. Então, comprei o livro na semana passada e logo logo vou ler para que eu possa formar minha base para um futuro empreendimento. Parabéns pelo trabalho de vocês! Depois que conheci o saiadolugar.com.br não paro de ler sobre empreendedorismo, foi meio que um marco. rsrsrs

  • senhoritabomfim

    Com uma oferta de emprego como essa quem não fica tentado a arriscar???

  • Amarilda

    Olá,

    Apesar do comentário acima do visual “design tosco” p/site do inicio, gostei por ser clean, este tom cinza deixa carregado lembra dia de chuva onde está nublado, para transmitir a idéia Saia do Lugar é mais animador em tons que levantam o astral para o trabalho árduo de fazer um negócio dar certo como azul, verde ou violeta por exemplo, bem esta é a minha sugestão. Estou adorando as dicas da Empreendemia neste momento de reabertura da minha empresa, é muito bom acompanhar o twitter e ter estas excelentes dicas…

    Bjs

    Amarilda Ap. da Luz Pereira – @amarilda15 on Twitter
    Empresária, Contadora e Consultora de Micro/Pequenas Empresas, paixão por empreendedorismo, atua pela AC PLENITUDE – Assessoria Contábil. Pequenos gestos…GRANDES SIGNIFICADOS

  • http://twitter.com/gpaulillo Gu Paulillo

    Belo artigo Millor. Sobre o 10/20/30, concordo plenamente e adiciono que essa ideia é valida para todo tipo de apresentação! Também estamos fugindo da criação do plano de negócios e usando a metodologia do Canvas – descrita no livro Business Model Generation, para quem se interessar.

    Agora, uma pergunta ao sr.: o que o sr. acha de participar de um concurso de startups, como o Desafio Brasil 2011 que vem por aí? Acredito que nesse caso, não temos como escapar e elaborar o plano de negócios formal.

    Abraço

    • http://saiadolugar.com.br Millor Machado

      Fala Gustavo!

      Nesses casos precisa escrever mesmo o documento, não tem jeito. Aí o que vale a pena avaliar é: quais os benefícios que a competição vai trazer?

      Se for algo que ajude a dar visibilidade ou você esteja precisando de feedbacks, aí vale a pena fazer o plano mais formal mesmo.

      Abração!