Empreendedorismo no Brasil: Pare de reclamar e saia do lugar!

Como parte da blogagem coletiva promovida pela Endeavor, gostaríamos de reforçar nosso otimismo em relação ao empreendedorismo no Brasil.

Gosto de dizer que “estamos engatinhando a passos largos”. Ou seja, ainda temos um longo caminho pela frente, mas novas oportunidades têm aparecido de forma cada vez mais rápida.

![Não há motivo para se esconder](http://files.saiadolugar.com.br/uploads/2010/10/photopodborka_077.jpg "Não há motivo para se esconder")Pare de se esconder e saia do lugar!
**Oportunidades só aparecem pra quem procura Frases como “Brasileiro não paga por isso” ou “Não há dinheiro disponível para financiar minha empresa” são no mínimo um sinal de ingenuidade. Declarar que algo é impossível sem ao menos ter tentado é uma desculpinha sem tamanho.**

Uma coisa legal do nosso país é que ele é gigantesco, o que traz possibilidades praticamente infinitas em diversas áreas. ****Se com 190 milhões de pessoas você não consegue absolutamente ninguém para ser seu cliente ou investir na sua empresa, o problema é o seu projeto, não o país.

Sobrevivência é uma questão de adaptabilidade
Darwin já dizia que na natureza não é o mais forte que sobrevive, é o mais apto. Nas entrelinhas tenho certeza que ele quis dizer “Se vira meu filho!”.

Se o argumento de Darwin não é científico o suficiente, lembre-se do que Rocky já dizia “O mundo não é um mar de rosas. A vida não se trata de quão forte você bate e sim do quão forte você pode apanhar e ainda ser capaz de se levantar”.

Ou seja, todo mundo tem que pagar impostos altos e todo mundo tem dificuldade pra conseguir clientes. Aceite isso e siga em frente.

Quem faz a diferença é quem sai do lugar
Se algo te incomoda, existem 2 opções: encher o saco dos outros reclamando da vida ou sair do lugar e fazer a diferença. Pessoalmente sou muito a favor da 2a postura, já que nunca vi nenhum projeto criado por alguém que só reclama e não faz nada.

Lógico que a jornada empreendedora continua sendo extremamente difícil, mas quem disse que reclamar vai torná-la mais fácil?

Empreender não é pra qualquer um
Luiz já definiu muito bem quais são as 3 características que um empreendedor precisa. 2 dessas características (conhecimento técnico e conhecimento gerencial) podem ser aprendidas, ser “imparável” não.

Não importa em qual área, desde refinarias de petróleo até padarias, o empreendedor sabe que os problemas existem mas isso não o impede de agir. Sem a postura “imparável” e disposição para correr riscos é impossível que uma empresa saia do lugar.

Isso não quer dizer de forma alguma que o empreendedor é o único cara que agrega valor à sociedade. Cada um precisa encontrar o caminho que tenha aptidão, só assim conseguimos crescer em conjunto. O empreendedor é uma peça importante no tabuleiro, mas não é a única.

Conclusão
Todo mundo tem medo da terrível burocracia e das estatísticas de mortalidade das empresas. Porém, para empreender você precisa superar esses medos e fazer o máximo para superar as estatísticas e encontrar seu lugar entre os vencedores.

Lembre-se que coragem não significa ausência de medo, coragem significa agir mesmo com o medo.

E você, o que tem feito para empreender no Brasil?

Abraços,
Millor Machado (ignorando a opinião dos pessimistas)

Não perca os outros artigos da blogagem coletiva, uma coletânea sensacional de pontos de vista sobre o empreendedorismo no Brasil:

comments powered by Disqus