emissão de nota fiscal mão apertando calculadora

Por que a emissão de nota fiscal eletrônica está prejudicando seu negócio?

Já parou para pensar quanto tempo você perde com tarefas manuais? Leia e entenda porque a emissão de nota fiscal eletrônica deve ser automatizada!

Você já parou para pensar quanto tempo você perde com tarefas que executa manualmente no seu dia a dia? Fazer a emissão de nota fiscal eletrônica, elaborar proposta, enviar o contrato, faturar o cliente, verificar o pagamento e muitas outras.

Se você gasta energia com essas atividades, você está desperdiçando dias que poderiam ser dedicados a tarefas mais estratégicas e que não são facilmente automatizáveis, como gerenciar equipes ou planejar as suas campanhas de marketing, por exemplo.

E, convenhamos, estamos em 2017 e existem inúmeras ferramentas para automatizar praticamente todo tipo de ação.

Uma delas é a emissão de notas fiscais, que é de grande importância e pode até acabar com o seu negócio. Mas, você não deve perder tempo com isso. Por essa razão, automatizar esse processo é essencial.

Ficou curioso? Não sabe como gerar NF-e automaticamente? Então, confira tudo o que você precisa saber nesse post.

Esqueça os procedimentos manuais

Diante de tantos recursos tecnológicos e de grandes oportunidades de crescimento que a internet oferece, continuar realizando processos manuais é um erro grave.

O mercado comprova isso por meio de diversas ferramentas disponíveis sejam gratuitas ou pagas com finalidades variadas. Existem soluções para automatizar o seu e-mail marketing, gerenciamento de projetos e tarefas, monitoramento de redes sociais e várias outras.

E, no meio desse universo digital, surgiram também mecanismos para facilitar a sua vida na hora de emitir notas fiscais eletrônicas. Portanto, aproveite as funcionalidades de plataformas inteligentes e intuitivas.

Entenda o que é Nota Fiscal Eletrônica de Serviço (NFS-e)

A NFS-e é emitida por prestadores de serviço e substitui o modelo em papel tradicional. A nota fiscal de serviço é municipal, portanto, é transmitida para a prefeitura a cada venda que seu negócio fizer — em regra geral.

Com ela, você ganha muito mais agilidade na hora de manter o seu negócio legalizado, pois se trata de um documento emitido de forma eletrônica. Portanto, você não precisa mais gastar com aquela papelada toda, gráfica, armazenamento e inúmeros outros fatores.

Apesar disso, ela traz vários desafios, principalmente para quem tem filiais em mais de uma cidade, já que cada prefeitura funciona de maneira diferente. Algumas localidades dificultam um pouco mais o processo por não permitirem integração.

Automatize a sua emissão de nota fiscal

O primeiro passo para que você tenha mais tempo para investir no seu negócio, é automatizar a sua emissão de nota fiscal de serviço ou produto. E o que isso quer dizer? Que encontrar um sistema automático é praticamente imprescindível para o seu negócio!

Assim, ele mesmo gera suas notas fiscais eletrônicas enquanto você foca no que realmente interessa: vender mais, atender melhor seus clientes e atuar nas tarefas mais estratégicas.

A partir daí, você vai ter mais tempo para produzir conteúdos para o seu blog, trabalhar nos seus processos de vendas e marketing, ler livros de referência e desenvolver demais ações para o crescimento do seu empreendimento.

Escolha o software ideal para o seu negócio

Agora que você sabe que precisa automatizar a emissão de nota fiscal eletrônica deve ter surgido aquela dúvida: como escolher o software ideal para a minha empresa? Nós estamos aqui pra te ajudar nessa missão! Veja os pontos principais que você deve observar:

1.Integração com seu meio de pagamento

Para quem vende online, o meio de pagamento é um dos fatores que mais importa, não é mesmo? Você, como empreendedor, precisa oferecer uma experiência de compra cada vez mais simples e rápida. E, por mais que isso seja quase uma regra no mercado, não é uma tarefa tão fácil.

Então, na hora de escolher o seu emissor de nota fiscal eletrônica, priorize aquele que consiga se conectar ao seu meio de pagamento preferido, seja o PagSeguro, iugu, MoIP ou outro.

Por exemplo, suponhamos que você venda um curso de culinária na internet pela Hotmart. Então, a plataforma precisa estar conectada a ela. O mesmo vale se você tem um clube de assinatura, vende por recorrência ou é um SaaS, e utiliza a iugu para automatizar a operação financeira do seu negócio.

Além disso, é importante que o programa encaminhe automaticamente um email para o cliente com a nota emitida.

2. Utilização de um sistema inteligente 100% automatizado

Como explicamos inicialmente, cada prefeitura possui um procedimento diferente ao emitir notas fiscais eletrônicas, o que pode dificultar a vida de muitos empresários.

Por isso, você precisa contratar um sistema inteligente, ou seja, aquele em que não seja necessário executar intervenções manuais para gerar a NFe. Como exemplo, podemos citar a transferência de arquivos, que é obrigatória em algumas prefeituras.

A variedade é tanta que existem até plataformas que oferecem API para emitir Nota Fiscal Eletrônica (NFS-e) de forma unificada, independentemente dos layouts das prefeituras.

3. Capacidade de absorver os problemas das prefeituras

É muito comum, mais do que você imagina, que haja instabilidade no portal das prefeituras, principalmente no início e fim de mês. Por isso, é imprescindível que você contrate um software que consiga lidar bem com esses problemas e não impacte sua operação.

A inconstância dos órgãos públicos não pode ser um empecilho para o desenvolvimento do seu negócio. Por isso, aposte em empresas que saibam lidar com imprevistos e que trabalhem com uma ferramenta inteligente.

4. Focado em um suporte especializado

Como já falamos aqui, tratar de contabilidade, da área fiscal e legalização de seu negócio em geral, não é nada simples. Então, por mais que o sistema tenha uma interface amigável e seja fácil de utilizar, ele precisa oferecer um suporte de qualidade.

Isso quer dizer que o atendimento deve ser realizado por quem realmente entende do que faz e consegue entender as demandas específicas do seu negócio.

Busque soluções comprovadamente especializadas, que compreendam o mercado e o tipo de usuário que trabalha nele. Assim, você vai evitar muita dor de cabeça na hora de se comunicar com o suporte.

5. Ser uma empresa com boa reputação

Você precisa contratar uma empresa que tenha boa reputação. Isso pode até parecer óbvio, mas diante de tantas informações na internet, muitos se enganam ao escolher um produto ou serviço.

Por isso, analise o portfólio de clientes da instituição, veja se ela tem experiência e resultados comprovados no mercado. E, principalmente, confira se ela realmente é especialista na emissão de notas fiscais automáticas.

7 motivos para contratar um emissor de nota fiscal eletrônica

Se você chegou até aqui e ainda não está certo se deve ou não contratar um sistema para gerar nota fiscal, separamos 5 motivos para você tomar essa decisão agora mesmo:

1. Conecte-se ao seu meio de pagamento facilmente

Como já mostramos nesse post, você precisa contratar um software que faça a integração com o meio de pagamento que você utiliza. Assim, a importação das suas vendas é realizada automaticamente e, de acordo com esses dados, a nota fiscal é gerada.

2. Forneça notas fiscais para co-produtores e afiliados

Se você trabalha com co-produtores e afiliados, já deve ter tido problemas na hora de emitir nota fiscal para eles. E essa dúvida permeia a vida de todos, menos daqueles que contratam um mecanismo para gerar os documentos imediatamente.

É isso mesmo! Já existem plataformas que emitem, com os dados corretos, as notas fiscais de acordo com o seu papel em cada venda, seja produtor, co-produtor ou afiliado. Podemos citar a eNotas como sendo a mais utilizada no Brasil.

3. Entenda os números do seu negócio

Por meio de ferramentas inteligentes e intuitivas, você e seu contador conseguem entender os números do seu negócio. Ainda tem que ser possível visualizar, por meio de gráficos e relatórios simplificados, o seu faturamento.

4. Tenha uma visão clara da sua empresa

Com um dashboard claro e focado na experiência do usuário, você consegue ter uma visão exata dos números que mais importam. E tem mais: ainda descobre quem é o seu maior comprador e quanto cada cliente movimentou na sua empresa.

5. Envio automático das notas fiscais para o seu cliente

Se você desejar, o software de emissão de NFS-e envia o documento para o seu cliente automaticamente. Essa decisão fica a seu critério.

6. Emita notas fiscais de vendas passadas

É fácil emitir notas fiscais para vendas já realizadas, não importando se é ela é do mês ou do ano passado. Essa é uma função de suma importância para você legalizar o seu negócio o quanto antes e evitar graves multas por parte da Receita Federal.

7. Cancelamento automático de notas fiscais referentes à vendas estornadas

Sempre que uma venda é estornada por algum motivo, como reembolso ou até chargeback, o sistema pode cancelar as notas fiscais dessas vendas automaticamente. Isso evita o pagamento de impostos para serviços não prestados.

Conte com o apoio do seu contador

Nunca se esqueça que o seu contador é parte fundamental na hora de fazer a prestação de contas da sua empresa, ele deve ser o seu braço direito. É ele quem vai orientá-lo quanto às suas obrigações e deveres.

Portanto, qualquer decisão que você vá tomar, entre em contato com ele. Nunca faça nada sem falar com um profissional, pois sabemos que procedimentos contábeis e fiscais não são nada triviais, não é mesmo?

Então, evite multas, impostos, juros e outros problemas. É de extrema importância contar com a ajuda de um bom profissional.

Faça a escolha correta

Para que o seu negócio tenha sucesso e que você realmente consiga alavancar seus resultados, utilizar os benefícios que a internet oferece é quase imprescindível, entre eles a automatização da emissão de nota fiscal eletrônica.

Por isso, adotar um sistema é uma escolha estratégica para você parar de se preocupar com questões burocráticas e realmente focar nas suas vendas.

Mas, priorize aqueles que realmente entendem a realidade do seu mercado. Eles devem ter um suporte especializado e não devem exigir a realização de métodos manuais: Configurou, automatizou!

Gostou do nosso post sobre softwares de emissão de nota fiscal eletrônica mas surgiram dúvidas quanto ao pagamento do imposto do Simples Nacional? Então, confira neste artigo como fazer o pagamento dos impostos do Simples Nacional.

Artigo produzido pela equipe do eNotas.