É possível planejar a criatividade?

É possível planejar a criatividade?

Criatividade é que nem corrida. Pode até depender da inspiração, mas você não consegue resultado nenhum sem suar.

É possível planejar a criatividade? É. E deve. Se deixarmos, nossa criatividade voa e não para mais. Quem trabalha com publicidade, design, desenvolvimento de software ou qualquer coisa que envolva criatividade sabe o que estou falando. Todos temos vontade de começar o trabalho, virar noites, se entupir de café e só parar quando estiver tudo perfeito. O problema é, quando terminar?

Adianta ficar persistindo até alcançar a perfeição? Não. Quando se trata de criatividade, o conceito de perfeição difere de pessoa para pessoa, cada uma vai ter uma percepção diferente daquilo. O que é perfeito para você não vai ser para o seu cliente, e o que é para o seu cliente não é o que será para o usuário final. Ou seja, você estará persistindo inutilmente em algo que não existe – a perfeição.

Portanto, a melhor solução é a que corresponde às expectativas do cliente ou usuário final e entregue num prazo bem definido. E essas expectativas podem – e devem – ser estimadas antes de iniciar a implementação.

Para isso, você deve:

1. Definir escopo

Antes de começar o projeto, defina junto ao seu cliente qual o escopo. Faça um levantamento de tudo que ele realmente precisa para depois não ter que redesenhar o projeto. Tendo o escopo definido, fica mais fácil de você se disciplinar em não viajar na maionese.

2. Definir entregas parciais

Divida seu projeto em etapas menores. Além de ajudar no seu planejamento, ajuda você a alinhar o andamento do projeto com o cliente.

3. Definir prazos

Deixe bem claro quais são os prazos das entregas parciais e final. Os prazos vão te obrigar a entregar alguma coisa e acabar com a desculpinha de “estou sem criatividade, mimimi”.

4. Definir horários de trabalho

Não é porque você tem uma semana para fazer a entrega que você vai trabalhar 24h por dia até lá. Você vai ficar cansado, seu cérebro vai pifar e o resultado final vai sair uma porcaria. Saiba planejar seus horários de descanso e tire o máximo proveito nas horas de trabalho.

5. Siga seu planejamento à risca!

Você já escreveu sua própria receitinha do bolo, basta executá-la. Só depende de você. Nada de empurrar prazos com a barriga, nem quebrar horários. E por favor, sem desculpinhas. Chutar o pau da própria barraca em que você vai dormir não é legal.

Dica: reserve um tempinho para insights

Reserve algum tempo de sua semana para o trabalho criativo. Que seja uma hora depois do almoço, ou todas as sextas-feiras a tarde. Use este momento para pensar em coisas não relacionadas diretamente aos seus projetos. Crie e popule um banco de ideias e rascunhos, ou até mesmo comece um projeto pessoal paralelamente. Isso vai te ajudar a ter insights de resolver algum problema que você está enfrentando ou quem sabe enfrentar um dia.

Conclusão

Criatividade é que nem corrida. Pode até depender da inspiração, mas você não consegue resultado nenhum sem suar. Você precisa de uma meta para saber onde quer chegar. Tudo depende de treino.

Abraços,
Mauro (que reservou 1 hora de hoje para escrever este post)

P.S.: Créditos da imagem Shutterstock