DONO, de Marcelo Toledo

Livro DONO: O guia definitivo para empreender com tecnologia no Brasil

Resenha sobre o livro DONO, de Marcelo Toledo. O mais completo guia para quem quer empreender com tecnologia no Brasil

No ano passado tive a grata surpresa de saber que meu amigo Marcelo Toledo, cujo blog aparece em destaque na nossa lista dos melhores blogs de empreendedorismo do Brasil, estava lançando um livro.

Considerando que os artigos do blog dele são muito pertinentes e diretos ao ponto, imaginei que o livro seria um compilado muito bacana de ideias e técnicas sobre como empreender com tecnologia no Brasil.

Felizmente, fui surpreendido. Além da parte teórica, a experiência de Marcelo de mais de 12 anos e 5 startups fundadas torna o livro simplesmente sensacional, filtrando o que realmente importa no meio de tanto conteúdo sobre empreendedorismo.

Além de reunir de forma magistral as lições dos gurus do vale do silício: Guy Kawasaki, Eric Ries, Steve Blank, Ash Maurya, entre outros; ele exemplifica diversas situações com casos reais que aconteceram com ele e dá recomendações do tipo “Cada opção tem vantagens e desvantagens, mas eu recomenda essa, por isso, isso e isso“.

O que eu particularmente achei mais bacana foi o fato dele passar alguns números de referência para elaboração do plano de negócios e também mostrar as diferenças entre o mercado norte americano e o brasileiro de forma muito clara e prática.

Entrando mais a fundo no conteúdo do livro em si, ele é dividido em 3 grandes partes:

DONO, de Marcelo Toledo

Meu exemplar autografado. Ah-há!

Parte 1 – Aprender

O início do livro é um pouco mais filosófico, ajudando o leitor a identificar o melhor momento para abrir uma startup, quais as motivações corretas, as características de uma boa ideia, etc.

Mais pra frente ele entra em decisões mais técnicas, que farão toda a diferença no futuro da empresa. Perguntas como “Devo ou não ter sócios?“, “Abrir uma empresa de serviços ou produtos?” e “Como definir a identidade da minha startup?” são respondidas de forma direta ao ponto.

Se tem algo que sempre gostei do estilo de escrita do Marcelo foi justamente colocar os pingos nos “I”s e mostrar o caminho exato para responder as perguntas. Só essas reflexões iniciais já valeriam o livro, mas felizmente ele não pára por aí.

Parte 2 – Executar

Apesar de já ser razoavelmente popular a ideia de ter um modelo de negócios ao invés de um plano de 60 páginas, ele explica cada elemento do plano de forma bem simples e óbvia.

Depois de apresentar cada elemento a ser definido no modelo de negócios, ele cria um guia muito direto de como conversar com os primeiros clientes, com direito até a roteiro de entrevistas e um estudo de caso muito bacana que ele passou como CEO de uma startup.

Um verdadeiro passo-a-passo para quem está na fase de validar a ideia de negócio.

Parte 3 – Crescer

Como já falei algumas vezes por aqui, começar uma empresa é fácil. Difícil é conseguir clientes e fazer a empresa crescer.

É nessa hora que Marcelo está lá, praticamente como um Gandalf do empreendedor brasileiro, para mostrar os caminhos que você pode usar e as vantagens e aplicações de cada um deles.

Essa é a parte mais técnica, com explicações completas, porém didáticas sobre os melhores canais para conseguir clientes, as métricas que devem usar usadas para acompanhar o progresso da sua empresa e também uma análise bem profunda sobre o processo de conseguir investimento.

Um ponto importante de destacar é que ele bate bem forte na tecla, e eu concordo, que a busca pelo investimento só deve vir no momento em que a empresa possui o mínimo de comprovação do mercado. Correr atrás de um investidor só com uma ideia na mão é pedir para ficar com fama de “cabaço” em um mercado em que todo mundo se conhece.

Para saber se está ou não na hora de correr atrás do investimento, o livro tem uma série de perguntas que, enquanto você tiver dificuldade em responder, provavelmente ainda está cedo demais. Vá fazer sua lição de casa antes de levantar capital.

Conclusão sobre o livro

Apesar de ser fã declarado de Guy Kawasaki, a partir de agora toda vez que me perguntarem “Estou querendo empreender, o que você me recomenda para começar a estudar?“, minha resposta será: DONO.

O fato de juntar diversas fontes de conhecimento com experiência prática no mercado brasileiro tornam esse livro único.

Além de conferir o site do livro DONO, em que você pode comprá-lo, baixar um capítulo de demonstração ou ver o sumário completo, recomendo conferir a entrevista Como ser DONO de uma startup no Brasil.

Modéstia à parte, elaborei perguntas bem inteligentes que servem tanto para quem leu o livro e quer conhecer mais sobre Marcelo ou para quem está curioso para ver se “esse cabra é bão mesmo”. Confira a entrevista completa aqui.

Abraços,
Millor Machado (desejando que esse livro existisse quando comecei, há 5 anos atrás)

Obs.: Agradecimento especial à Flávia Paschoal que deu uma força no envio do material e informações necessárias para a elaboração da entrevista.

  • Renan Melo

    Milor, muito boa a dica.
    Infelizmente não estou no Brasil e fica complicado comprar o livro ..
    Não encontrei o e-book..vc sabe se existe?

    Abraço

    • Oi Renan,

      Que eu saiba infelizmente ainda não há a versão e-book. Vou ver com o Marcelo e te falo.

      Abraços

    • Oi Renan,

      Tudo bem?

      Você pode encontrar o ebook aqui ó:

      Na Play (Android):

      https://play.google.com/store/books/details/Marcelo_Toledo_DONO?id=hYERAgAAQBAJ

      Na Saraiva:

      http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/6079497

      Infelizmente não tem para Kindle, a editora ainda não chegou num bom acordo com a Amazon. É meu o meu reader preferido, por sinal.

      Um abraço!

    • Renan Melo

      Marcelo, obrigado…

      No google play não consegui porque disse que não está disponível para o meu pais.

      Pela saraiva estou com um problema no cadastro mas no pior caso tento criar outro. Espero que der certo.

      Parabéns pela publicação.

      Se tudo correr bem, depois te dou um feedback..heh.

      Abraço.

    • Renan Melo

      Marcelo, infelizmente terei que esperar voltar ao Brasil..ehe

      Abraço.