dicas para economizar

15 dicas para economizar dinheiro no seu negócio!

Seja em tempos de crise ou fora dela, é sempre importante pensar na redução de custos e na economia de dinheiro para a sua empresa.

Seja em tempos de crise ou fora dela, é sempre importante pensar na redução de custos e na economia de dinheiro para a sua empresa.

Quando a empresa consegue economizar, o resultado é que ela se torna mais lucrativa e mais rentável, já que há um custo menor a ser debitado de seu faturamento.

Veja agora 15 dicas para economizar a sua grana!

Com a economia a empresa também passa a deter mais capital para realizar investimentos e consegue crescer de maneira mais fácil e mais estruturada.

Dependendo do impacto dessa economia, ela ainda consegue reduzir os preços ofertados, gerando mais vantagem competitiva.

Para conseguir aproveitar esses benefícios, continue lendo este artigo!

Acompanhe o fluxo de caixa

O fluxo de caixa mostra o comportamento das movimentações financeiras do seu negócio e permite que você identifique para onde o dinheiro está indo.

Sem esse controle você deixa de acompanhar as finanças do negócio de maneira relevante, não abra mão de controlar o fluxo diariamente ou, no mínimo, semanalmente.

Além disso, aproveite para fazê-lo de modo planejado e identifique quais serão as prováveis necessidades do negócio.

Identifique gargalos e fontes de desperdício

Com a ajuda do fluxo de caixa, do mapeamento de processos, da conciliação bancária e da experiência dos seus colaboradores, identifique quais são os gargalos financeiros.

Pode ser que você esteja gastando mais do que deveria em um determinado processo sem que haja um ganho correspondente de qualidade, por exemplo.

Também vale a pena conhecer quais são os desperdícios — como uma conta de luz ou de água muito elevada — para começar a atuar.

Estabeleça metas de redução

Depois de compreender como andam as finanças da sua empresa, estabeleça metas de redução.

Elas devem ser viáveis, mas, ao mesmo tempo, desafiadoras e relevantes para que o seu negócio realmente economize.

Para garantir que elas sejam atingidas, determine um cronograma, como a diminuição de gastos em determinado processo em 15% no final do semestre, por exemplo.

Diminua as despesas com luz e telefone

As despesas com luz e telefone estão entre os maiores gastos de um negócio, mas podem ser reduzidas com algumas medidas simples.

Adotar um sistema de iluminação inteligente, conscientizar os funcionários sobre o uso responsável da energia elétrica e utilizar equipamentos mais econômicos estão entre as possibilidades.

No caso das despesas com telefone, vale a pena investir na telefonia VoIP ou, se não for possível, negociar um plano empresarial mais vantajoso e sob demanda com a operadora telefônica.

Ajuste a jornada de trabalho

Outro ponto de fuga de receitas consiste nas horas extras.

Quanto mais funcionários fazem horas extras e quanto maior é essa quantidade de horas, mais o seu negócio precisa desembolsar.

Além disso, nem sempre as horas a mais trabalhadas significam ganham em produtividade.

Para economizar, vale a pena ajustar a jornada de trabalho e mudar turnos, se for necessário para aumentar a produtividade.

Também vale a pena criar o banco de horas, em que funcionários podem converter horas extras em folgas, por exemplo.

Motive os colaboradores

Os colaboradores possuem papel fundamental na economia de dinheiro de uma empresa.

Se eles estão motivados, trabalham mais e melhor, fazem menos horas extras e oferecem mais resultados e menos custos.

Quando a motivação existe, eles também se envolvem muito mais em todo o processo de redução de despesas e garantem que os custos fixos do negócio reduzam de maneira substancial.

Por isso, vale a pena investir não apenas no reconhecimento dos profissionais, mas também em seu treinamento e especialização e em envolvê-los em todo o processo.

Renegocie contratos com fornecedores

Rever os contratos com seus fornecedores é uma forma de obter novos descontos e redução nos custos de maneira geral.

Se você tem um relacionamento mais intenso com um fornecedor, dá para pedir descontos devido ao tempo de relacionamento que vocês possuem.

Outra possibilidade inclui em cotar preços com fornecedores de qualidade equivalente e utilizar isso como argumento em uma negociação.

Se o fornecedor permanecer irredutível, a saída inclui contratar um fornecedor mais em conta entre os que apresentaram propostas.

Não atrase pagamentos

Pagamentos atrasados têm dois efetivos negativos sobre as finanças: trazem juros e multas e ainda desorganizam todo o planejamento financeiro.

Ao ter que pagar contas atrasadas, grandes são as chances que o negócio termine desperdiçando dinheiro.

Mais do que isso, muitos dos pagamentos contam com descontos quando feitos de maneira antecipada.

Há fornecedores, por exemplo, que oferecem preços mais baixos para clientes que pagam mais cedo.

Seja qual for o caso, planeje-se para pagar de maneira antecipada ou, no mínimo, sempre em dia.

Quite as dívidas

Se pagar em dia não foi possível e se a sua empresa já conta com dívida em atrasos, é fundamental começar quitando esses débitos o quanto antes.

Isso porque quanto mais a dívida se prolonga, maiores são seus débitos e mais difícil se torna eliminá-la do orçamento.

Vale realocar recursos da empresa e até mesmo suspender investimentos para fazer essa quitação, pois ao final as finanças da empresa ficam mais enxutas e propiciam a economia.

Caso não seja possível quitar as dívidas todos de uma vez, a empresa deve pensar em renegociar valores e conseguir condições mais facilitadas de pagamento, evitando o acúmulo de juros.

Tenha cuidado com o estoque

Quando se fala em economizar, o estoque é um grande vilão.

Quando fica grande demais, há muito capital imobilizado, mas um estoque muito pequeno leva ao desabastecimento.

Como resultado, é necessário fazer compras em cima da hora e que normalmente são mais caras.

Para evitar problemas como esse é importante alinhar e otimizar a gestão de compras, garantindo um controle de estoque de qualidade.

Ao fazer com que o estoque esteja sempre em níveis adequados, o resultado é que há menos custos de gestão desse fator.

Realize um planejamento tributário

O planejamento tributário ou elisão fiscal consiste em uma análise bastante complexa de enquadramento tributário.

Dependendo da escolha da empresa, é possível aproveitar mais créditos fiscais, pagar menos impostos e, com isso, reduzir as despesas.

Sendo feito de maneira totalmente legal, o planejamento tributário é uma forma de diminuir um dos maiores custos do negócio, que diz respeito justamente à carga tributária.

Converse com o contador da sua empresa e considere elaborar um planejamento do tipo, de modo a encontrar as melhores possibilidades para o negócio.

Faça da nuvem sua aliada

A computação na nuvem veio para ficar tanto entre usuários comuns como também entre empresas de maneira geral.

Ao utilizar a nuvem como aliada, você não precisa adquirir licenças de um programa para cada computador do negócio, por exemplo.

Em vez disso, pode optar por utilizar os softwares na nuvem, o que é mais barato e também aumenta a disponibilidade.

O uso da nuvem também permite que você digitalize documentos e, com isso, economize espaço e ainda oferece a possibilidade de home office para alguns funcionários.

No geral, toda a estrutura fica mais enxuta e mais organizada, levando à redução de custos.

Considere terceirizar algumas atividades

Nem toda atividade desempenhada pela sua empresa precisa ser, necessariamente, realizada por ela.

Em geral, o que não for ligado à atividade-fim do seu negócio traz consigo uma possibilidade: a terceirização.

Ao terceirizar serviços de limpeza e segurança, por exemplo, sua empresa consegue obter um nível maior de qualidade e, geralmente, uma redução dos custos.

Como não precisa pagar as obrigações trabalhistas tradicionais e como precisa oferecer menos estrutura de treinamento e equipamentos, o resultado é a redução dos custos.

Use o marketing digital

O marketing é fundamental para que o seu negócio seja capaz de atrair novos clientes e gerar novas oportunidades de negócio.

O problema é que, na média, o marketing tradicional, especialmente o feito offline, tem um custo bem elevado.

Como não é vantajoso para o negócio ficar longe dessas estratégias de divulgação, uma possibilidade consiste em usar o marketing digital.

Com os leads do inbound marketing custando 60% menos do que os do outbound, o seu negócio continua gerando oportunidades de negócio e ainda economiza com isso.

Otimize os processos continuamente

O fato é que economizar dinheiro no seu negócio não pode significar perda de qualidade.

Simplesmente trocar uma matéria-prima por outra mais barata de qualidade inferior reduz numericamente os custos, mas também prejudica a experiência dos clientes e diminui as vendas.

Em vez disso, é muito mais efetivo estabelecer um processo de melhoria contínua dos processos.

Ao garantir que os parâmetros sejam ajustados de maneira contínua, o resultado é que há uma melhora cumulativa nos resultados.

Também pode ser o caso de adotar um software de gestão, por exemplo, de modo a tornar o processo mais automatizado e, com isso, otimizado.

Além de melhorar a qualidade do produto final que vai para o cliente, essa otimização também reduz desperdícios e custos de maneira geral, fazendo com que a empresa economize.

Para economizar dinheiro no seu negócio é preciso pensar desde em questões como diminuir a conta de luz e telefone até realizar um planejamento tributário adequado.

Ao colocar em prática essas dicas, o resultado é que sua empresa consegue crescer diante de uma estrutura mais enxuta.

E por falar em crescimento, aproveite para ler nosso artigo sobre como crescer o seu negócio.