empreendedor analisando marketing digital para pequenas empresas

Marketing Digital para pequenas empresas

Preparamos um conteúdo completo sobre marketing digital para pequenas empresas, dando dicas e explicando as principais vantagens dessa estratégia!

A maioria dos empreendedores acaba deixando muito dinheiro na mesa por acreditar que o Marketing Digital não funciona para pequenas empresas. Quando se fala neste tipo de estratégia, é comum pensar em milhões de seguidores, milhares de curtidas e centenas de comentários.

Os números grandes assusta! Porém, mesmo com um público mais reduzido, segmentado e até regional é possível sim multiplicar os resultados com o Marketing Digital.

Essa estratégia não diz respeito apenas à divulgação de uma marca. Mas, refere-se, também, à atração de novos clientes e o relacionamento com consumidores. Além do mais, ainda requer um baixo investimento, ideal para orçamentos de pequenas empresas.

Confira as melhores dicas de Marketing Digital para pequenas empresas

1) Atraindo interessados

Quando alguém procura por algum produto ou serviço, é comum fazer uma pesquisa no Google, ou em outros sites de buscas. Com o Marketing Digital, é exatamente neste momento que a pessoa (que já está interessada no seu nicho) irá te encontrar.

Para isso, é fundamental trabalhar com anúncio no Google. A própria plataforma possui uma ferramenta específica para esses anúncios: Google AdWords. Essa estratégia será fundamental para atrair mais tráfego para um site ou uma landing page.

2) Mais visitas em seu site

Além da técnica citada anteriormente, com o Marketing de Conteúdo e ações em redes sociais, é possível também levar mais tráfego orgânico para o seu site. Aqui, a grande “sacada” é que este tráfego não será pago (não há investimento financeiro). Outra vantagem é a qualidade dos visitantes — eles já estão, verdadeiramente e espontaneamente, interessados no conteúdo do seu site.

3) Criando Relacionamento

O Marketing Digital é capaz de construir uma relação sólida e assertiva com o público (consumidores e lead — clientes em potencial). Por meio de conteúdos informativos, de entretenimento e qualidade, é possível abrir canais de diálogos com o público. Essa estratégia utiliza o Marketing Digital para atrair leads, e encaminhá-los para uma jornada do consumidor, que acabará na finalização da compra. Entretanto, o relacionamento deve ser continuado, a fim de criar uma fidelização.

4) Vendendo soluções, não produtos

A época em que se vendiam produtos passou! O grande diferencial do Marketing Digital é que ele foca menos no produto e na marca em si, e mais na solução.

O seu cliente possui uma dor. Isto pode ser um grande problema, um sonho não realizado, uma vontade ou um desejo. E o seu produto, provavelmente, resolve essa dor. Certo? Por isso, é fundamental entender o comportamento do cliente!

É, justamente, este o trabalho de quem trabalha com Marketing Digital. O caminho que o consumidor percorrerá (o funil, a jornada) vai da percepção da dor à solução. É mais ou menos como se você, por meio de diversos conteúdos informativos, mostrasse soluções para seu cliente e, por um “acaso” você tem uma dessas soluções disponíveis no estoque!

Outra dica importante neste ponto, é pensar naquele público que ainda não tem a percepção da dor. Neste caso, é importante criar conteúdos personalizados que façam alertas e trabalhem especificamente com a dor.

Ferramenta úteis

Para ter resultados, o Marketing Digital funciona como uma espécie de oficina. Há um problema para ser resolvido (vendas baixas, poucos visitantes em um site, relacionamento ruim com clientes, entre outros). E deve sair dali algo consertado. Para isso, precisa utilizar diversas ferramentas.

Saiba quais são as principais ferramentas e canais que você pode utilizar para trabalhar com o Marketing Digital:

Redes Sociais

As redes sociais serão importantes para levar audiência a um site e criar um diálogo assertivo com o público (e leads). Elas agem também na construção da autoridade de uma marca e aproximação dela com clientes. Por isso, é fundamental criar uma voz para a sua marca, ou seja, a linguagem e o estilo que serão empregados na hora da comunicação. Isso revelará ao público quem é sua marca, a imagem dela, o arquétipo, focado na gestão de redes sociais.

Site ou Landing pages

Muitas empresas atuam apenas com um site institucional. Eles são eficientes para apresentar a empresa e conter conteúdos, mas nem sempre vendem. Utilizar de outras estratégias como páginas voltadas para vendas pode ser mais assertivo se você busca alavancar o seu negócio. Páginas simples (sem abas), e com textos persuasivos e CTAs (Call to action) convidativos podem aumentar, e muito, a venda do seu produto e serviço.

Essas páginas devem apresentar a solução para o problema e encaminhar o lead para uma ação: deixar o email em troca de uma recompensa (ebook, webinar, aulas gratuitas, testes, entre outros) ou fazer, de fato, a compra.

Email Marketing

Para criar funis de vendas com total precisão e personalização, é importante atual com email marketing. Eles são estratégicos para levar um lead à compra, construindo, aos poucos, a percepção da dor e um sentimento de urgência para resolvê-la, comprando o seu produto ou pagando pelo seu serviço.

Anúncios

Como você já sabe, os anúncios são importantes para aumentar o tráfego em uma página. Entre os tipos de anúncios, os que mais se destacam são: os anúncios no Google (Google AdWords) e os anúncios internos do Facebook (Facebook Ads).

A vantagem desses anúncios é que eles são extremamente segmentados (interesses, gênero, idade, região) e isso gera uma qualificação na personalidade dos visitantes, favorecendo a venda de seu produto.

Blogs

Outra ferramenta bastante explorada no Marketing Digital é o blog. Esse site consiste na publicação de conteúdos exclusivos e de qualidades. Eles aceleram a construção de autoridade de uma marca, criam relacionamento com o público, gera engajamento e melhoram o posicionamento do site nos resultados do Google, a partir de técnicas de SEO.

Tipos de conteúdos

Ainda há outros tipos de conteúdos que a sua empresa pode produzir para chamar a atenção do público. Entre eles, destacam-se os vídeos, os infográficos, os webinários e os ebooks. Eles servem como verdadeiras iscas, e podem funcionar como uma moeda de troca. Assim você consegue conquistar algo de valor do seu cliente: os contatos, como o email dele.

Planejamento estratégico

Antes de colocar todos esses conceitos em prática, é extremamente importante ter um planejamento. Com isso, sua empresa saberá quais serão os próximos passos com exatidão, buscando melhorar o desempenho dos resultados. Para fazer o planejamento é preciso saber:

  • Quem é o seu público alvo: Definir uma Persona

  • Qual será o objetivo da campanha: Essa resposta e a anterior serão determinantes para o restante do planejamento

  • Quais serão as plataformas usadas: Criar estratégias de integração entre elas

  • Quais serão os canais e mídias utilizadas: Elaborar meios para que o conteúdo seja multimídia e assertivo

  • Quem será o responsável: Divida as responsabilidades entre as equipes, ou contate uma agência de conteúdo

  • Quais serão os prazos: É fundamental estipular datas para entregas e execução de campanhas

  • Qual será o investimento: O orçamento da empresa deve entrar, também, no planejamento.

Com essas informações, a empresa começa a traçar um plano. É fundamental abrir “brechas” para fazer testes. O Marketing Digital permite que alguns testes A/B sejam feitos, como em títulos de campanhas, headlines de email marketing, entre outros. Isso deve estar citado no planejamento, para que o processo não sofra prejuízos nem atrasos.

Vantagens do Marketing Digital

Confira quais são as principais vantagens do Marketing Digital, totalmente úteis e importantes para empresas pequenas:

Segmentação

Os anúncios na internet permitem uma segmentação precisa de público. Ao contrário do Marketing tradicional, que atinge uma maior quantidade de pessoas, mas nem sempre interessadas naquele nicho ou produto. Essa segmentação aumenta a conversão.

Personalização

Nem todo cliente é igual ou nem todo cliente está na mesma etapa da jornada de compras. Por isso, é fundamental tratá-los com individualidade. E isso é determinante para o alavanque de vendas.

Baixo investimento

Muitas ferramentas usadas no Marketing Digital são gratuitas, e até mesmo os anúncios possuem um baixo investimento. Isso é importante para empresas pequenas ou que estão iniciando!

Leads qualificados

Não é qualquer pessoa que vai visitar seu site. São leads qualificados, ou seja, pessoas que já possuem certo interesse na sua marca ou nicho. Logo, a jornada do consumidor avança algumas casas. Não é tão necessário ficar convencendo o cliente que o seu produto é bom.

Interação

Interagir com o público é um grande diferencial. Os clientes param de ser apenas espectadores de uma publicidade e participam de todo o processo. Isso também gera identificação e proximidade com a marca.

Testes A/B

Há um espaço para errar… É possível fazer testes e mudar uma campanha com certa facilidade, sem trazer prejuízos financeiros para a empresa. Grande vantagem!

Fácil controle de resultados

Os resultados são imediatos, portanto, é fácil acompanhá-los. Há diversas ferramentas para fazer métricas e análises. Isso colaborará para campanhas futuras ou até mesmo para os testes.

Tudo isso é de fundamental importância no marketing digital para pequenas empresas. São muitos elementos, não é? Por isso, você precisa contar com bons profissionais para te auxiliar. Isso sim, será um grande diferencial de suas estratégias.

Gostou do conteúdo? Então aprenda como analisar a saúde financeira da sua empresa!

Conteúdo produzido pela equipe Leads Marketing de Conteúdo!