Não precisa abraçar o mundo, tenha momentos para descansar.

Não precisa abraçar o mundo, tenha momentos para descansar.

543
19
SHARE

A dica de hoje foi dada por Alyssa Gregory no blog Small Business Idea Generator.

Eu frequentemente fico cheio de coisas pra fazer e geralmente gosto disso. Não gosto de ficar parado, gosto de ter coisas pra fazer, detalhes com os quais tenho que me preocupar. Mas o fato dessa correria funcionar pra mim, torna cada vez mais difícil ter aqueles momentos pra não se fazer “nada”.

Por exemplo, tirei o último final de semana pra descansar. Desliguei meu Blackberry e nem mesmo liguei meu computador. Foi bacana, precisava mesmo relaxar. Mas adivinha? Continuava pensando que precisava fazer algo produtivo. Mesmo quando eu não estava fazendo nada em específico, eu ficava pensando sobre o que precisava fazer. Tenho certeza que isso tira todo o valor de não fazer “nada”, não?

Ter momentos de lazer, sem pensar em trabalho, ou até momentos para “não fazer nada” é fundamental pra que possamos nos desligar um pouco da correria do dia-a-dia e recarregar as energias. Um empreendedor precisa de momentos assim.

Então eu te pergunto: Você consegue ter momentos pra não fazer “nada”? Pode me dar alguma dica de como consegue?

__

Se você também sofre deste mal, recomendo o post 4 dicas para manter sua sanidade e nossas dicas sobre como manter a qualidade de vida.

Para mais dicas de sobrevivência no mundo do empreendedorismo, assine nosso RSS ou seguindo-nos no Twitter: @empreendemia

  • Thiago Lorenzi

    Se descobrir, por favor me avisa!! heheh

  • Lucas

    Pois é Thiago, pra mim também é meio difícil desligar totalmente.

    O que eu faço no dia-a-dia é marcar compromissos depois do horário de trabalho com pessoas que não tem nada a ver com o que eu faço.

    Assim vario um pouco os papos e acabo desligando por alguns instantes do trabalho.

    Aquele abraço!

  • http://www.temperini.com.br/cv.html Evandro Temperini

    A dica do Ivo vale pra mim. Como infelizmente moro longe de minha mãe. Quando vou pro interior é pra esquecer da vida. Não levo computador e lá nem telefone tem.

    Se fico em casa, é fato: ou estudo ou trabalho. E se faço algo pra relaxar. Acabo me sentindo mesmo um pouco inútil. Infelizmente.

  • http://www.temperini.com.br/cv.html Evandro Temperini

    Ahhh outra dica que dou é arranjar um hobby que vc goste realmente.
    Um hobby que tenho é o AQUARISMO. Garanto que é muito relaxante pois toma seu tempo (e bastante tempo heheh), mas com algo que te tranquilize e te faça esquecer do resto do mundo. É muito bom.

    Inclusive, neste exato momento estou projetando um filtro novo pro aquario uhahuauha

  • http://www.ocomeco.com Valder Zacarkim – Zakim

    Compartilhamos do mesmo problema Lucas. rss

    Acredito que para relaxar de verdade e esquecer o trabalho você precisa trocar o trabalho mental pelo trabalho físico de preferência em lugares diferentes dos que você vê todos os dias. Apenas parar de trabalhar não vai frear o trabalho mental.

    Eu consigo fazer isso quando estou fazendo algo em contato com a natureza.

    Gostei da forma como você explorou esse grande problema. As vezes nós esquecemos de avaliar se realmente estamos relaxando ou apenas procrastinando. Parabéns!

    • http://www.temperini.com.br/cv.html Evandro Temperini

      Tá ae… mais um argumento pro Aquarismo e hobbys correlatos :)

  • Carol Glogovchan

    Pois é Lucas, eu sou assim também. Tenho uma ‘necessidade’ grande de fazer algo produtivo sempre! Às vezes eu penso “Ah, eu podia estar em casa agora!”, mas o meu pensamento seguinte é “O que eu estaria fazendo em casa agora?” rsrsrs
    Embora também precise descansar, tenho que aprender a não fazer NADA e ficar feliz por isso!
    Parabéns pelo post!

  • Anônimo

    eu vou para a praia, sento na cadeira e fico olhando o mar. recomendo. mas se você não tem mar, serve um lago num parque cheio de árvores ou até montanhas. a dica é olhar para longe no horizonte.

  • Roseana Romualdo

    Pois é, estou tão “envolvida”, “viciada”, “focada” no trabalho e fazer minha empresa dar sempre um passo para frente, que também tenho a sensação de não desligar nunca.
    Então adotei algumas práticas prá poder relaxar um pouco: comecei a praticar atividades de lazer em lugares e formas diferentes das quais estava acostumada. Fiz questão de me vestir de “uma pessoa diferente de mim” prá poder mudar a sintonia.
    Ouvi músicas diferentes de meus gostos habituais, frequentei grupos com conversas diferentes, comecei a ler reportagens sobre assuntos sobre os quais nunca consegui ir a frente.
    Ah, e também resolvi começar a aprender como eram as palavras em mandarim, por exemplo.
    Estou bem melhor.
    Mudei minha sintonia por algumas horas de minha semana.
    Olha, o resultado tem sido bem positivo.
    Sucesso a todos
    Roseana
    RHTEC Recursos Humanos para Tecnologia
    http://www.rhtec.com.br

  • Roseana Romualdo

    Pois é, estou tão “envolvida”, “viciada”, “focada” no trabalho e fazer minha empresa dar sempre um passo para frente, que também tenho a sensação de não desligar nunca.
    Então adotei algumas práticas prá poder relaxar um pouco: comecei a praticar atividades de lazer em lugares e formas diferentes das quais estava acostumada. Fiz questão de me vestir de “uma pessoa diferente de mim” prá poder mudar a sintonia.
    Ouvi músicas diferentes de meus gostos habituais, frequentei grupos com conversas diferentes, comecei a ler reportagens sobre assuntos sobre os quais nunca consegui ir a frente.
    Ah, e também resolvi começar a aprender como eram as palavras em mandarim, por exemplo.
    Estou bem melhor.
    Mudei minha sintonia por algumas horas de minha semana.
    Olha, o resultado tem sido bem positivo.
    Sucesso a todos
    Roseana
    RHTEC Recursos Humanos para Tecnologia
    http://www.rhtec.com.br

    • http://www.temperini.com.br/cv.html Evandro Temperini

      Aprendendo Mandarim Roseana, que legal :)

      “… Fiz questão de me vestir de “uma pessoa diferente de mim” prá poder mudar a sintonia.”
      Pelo seu comentário (e pelo Mandarim) parece participar de Cosplay, to certo? :)

  • http://twitter.com/ravillez Roberta Avillez

    Minha dica nesses momentos é meditar. Tira uns minutos ou uma hora para controlar a sua respiração e pensar em nada, ou fixar um pensamento. Me ajuda muito!

  • Douglas_m Oliveira

    Eu também sou assim, não sei se é bom ou ruim, mas quando fico sem fazer nada simplesmente quero fazer alguma coisa, me sinto com vontade fazer pelo menos algo útil, claro que tenho meus momentos que estou cansado, dae preciso ficar sem fazer nada, ( mas fazendo, tipo vendo filme haha) realmente, acho que segredo seria se esforçar para não pensar em outras coisas, acredito que quanto mais você tentar tirar o foco de estar sempre ocupada, estará mais próxima daquilo que você quér.

  • Carolina

    Adorei este post! Eu fico agoniada com a situacao de nao fazer nada… mas acho que fico acelerada durante a semana e nao consigo desligar no fds. Parece que preciso aprender algo todos os dias!! Li os comentarios aqui e espero conseguir implementar umas dicas. Valeu!

    • http://www.temperini.com.br/cv.html Evandro Temperini

      Carolina, Bonsai é legal também 😉 Meu mais novo hobby 😉

  • Tomfaria70

    Cuide de uma arvore, aquario. Se sobreviverem vc estara livre… Visite pessoas esquecidas (n leve o celular) e carentes de atençao. Ao enxergar o “outro” as “coisas” acham o seu lugar na sua vida. Abs.

  • Elias

    Parabéns pelo texto. Eu costumo assistir shows no DVD ou mesmo tocar violão para descansar. Apesar da música estar presente em quase 100% do meu dia, assistir aos músicos tocando ou mesmo eu tocar aquelas músicas que ouço diariamente me faz muito bem. Além disso, me dedico a curtir as coisas da minha casa, que normalmente vejo tão rapidamente. Para completar, cozinho com muito prazer e sem pressa e saio para caminhar olhando tudo a volta muito calmamente, também prestando atenção as pequenas coisas. E curto muito minha Esposa, dando toda atenção à ela. Abraço e bom descanso a todos, Eduardo Elias – Nagib Consultoria (11) 8521-8844.

  • Eduardoacquavita

    Me identifiquei aqui.
    O que faço para me desligar é: praticar esporte(ao ar livre),metas de leitura de bons livros,me dedicar as filhas e construir um clima romântico com a minha esposa. não necessariamente nesta ordem,mas está funcionando comigo.abs

  • http://twitter.com/Osergionauta Sérgio M. de Souza

    Eu tenho o mesmo problema, e quando estou meio sem nada para fazer eu sempre arrumo jeito de ter alguma coisa. Acredito que é muito importante ter momento de desligamento, eu pratico arte marcial e yoga.