12 dicas para falir a sua empresa

12 dicas para falir a sua empresa

3088
7
SHARE

Este texto faz parte da coluna da Plataforma Brasil feito especialmente para os leitores do Saia do Lugar.

Você deseja falir? Evidentemente que não. Quem desejaria isso em sã consciência?
Certamente ninguém.

As consequências seriam evidentemente desastrosas, envolvendo complicações jurídicas de toda ordem e danos ao patrimônio pessoal, sem contar com a sensação de um trator passando por cima da sua auto-estima empresarial.

Para abordar o assunto, escolhemos uma forma pouco usual. Vamos correr na direção oposta da solução, mostrando justamente quais são as atitudes, métodos e práticas que podem transformar o seu sonho empreendedor em um pesadelo.

Observe:

1-  Ao fechar o primeiro grande contrato, inunde a sua percepção de que de agora em diante tudo vai dar certo e passe a gastar por conta, tendo a certeza de que muitos outros virão.

2- Se você está começando e antes trabalhava em uma grande empresa como executivo, de forma alguma deixe de lado as comodidades de antigamente. Jamais comece a sua pequena empresa sem uma boa secretária bilíngue, nunca se estabeleça em um endereço modesto com um pequeno espaço, e invista pesado na decoração.

3- Logo no início, independentemente do porte do seu negócio ou mesmo da necessidade, trabalhe duro para adequar a sua cultura empresarial aos modismos de gestão da ocasião. Persiga-os nas publicações especializadas, investindo tempo e dinheiro nisso.

4- Não se preocupe em ter um bom contador, e não perca tempo com a questão administrativa e documental.

5- Mantenha sempre um cego e exuberante otimismo, pois ser pragmático e cuidadoso representam comportamentos retrógados e conservadores que em nada representam os novos tempos de crescimento ininterrupto e progresso sem fim. Não peca o seu tempo avaliando os riscos, e deixe de uma vez por todas os pensamentos negativos para trás.

6- Reaja com irritação, sempre que escutar um relato ou análise sobre determinado problema, que não coincida com a sua opinião.

7- Peça sugestões para os problemas e questões da empresa, mas ao escutá-las apoie apenas e exclusivamente aquelas ou aquela pessoa que expressou ideias que coincidam com as suas.

8- Fortaleça e promova única e exclusivamente, os colaboradores que lhe dirijam elogios, reconhecimento, aceitação e apoio como chefe.

9- No trato com seus colaboradores e ao transmitir instruções ou orientações, não seja prático ou direto. Adote uma comunicação oblíqua, difusa, holística e rarefeita. Abandone para sempre o hábito da objetividade.

10- Combata as atitudes e posicionamentos dotados de personalidade e senso crítico, promovendo sempre o “senso comum” e as “frases de efeito”.

11- Não admita em nenhuma hipótese os erros que você mesmo cometeu. Isso pode enfraquecer a sua liderança.

12- Desaprove com vigor aqueles que assumem os seus próprios erros, por mais honestos que sejam, afinal de contas o sua empresa nasceu para ser grande e por isso mesmo é um lugar para profissionais perfeitos.

A lista poderia ser mais longa e de um humor ainda mais ácido, mas se conseguir evitar as situações que descrevemos, estará dando um decisivo passo para a prosperidade e  solidez do seu negócio.

Boa sorte.
Gustavo Chierighini, da Plataforma Brasil

Para ler outros textos da coluna da Plataforma Brasil no Saia do Lugar, clique aqui.

Se você está começando a sua empresa, não deixe de conferir os 10 mitos do empreendedorismo.

  • http://twitter.com/dante500anos Dante Olivares

    Excelente post!

    Basta seguir algumas das dicas para levar seu negócio pro buraco, nem precisa ser todas!!

    Obrigado Luiz!!

  • Consultart

    Para não falir sua empresa você precisa de uma boa contabilidade então venha ser cliente da Consultart Contabilidade Auditoria e Consultoria a melhor contabilidade de Belo Horizonte.
    Acesse: http://www.consultart.com.br

  • Frisontech

    Muito bom cara! Dê uma passada no meu site depois!
    http://www.frisontech.com.br
    http://www.frisontech.com.br

  • http://muitapimenta.com Francis Rosário

    Muito boa a abordagem ao contrario, só assim algumas pessoas realmente aprendem.

  • http://www.twitter.com/cristianosilver @CristianoSilver

    Excelente Luiz.
    Vc começou o post com, na minha opinião, a matadora das dicas para falir uma empresa. Fechar um contrato bom e sair gastando tudo acredito ser a principal fonte de quebra de empresas, até porque planejamento é uma coisa ainda rara nas empresas.
    Trabalho voluntariamente em uma entidade de jovens empreendedores aqui na cidade e “gastar” é muitas vezes confundido ou maquiado como “investir” nas empresas. Notamos que, se planejar bem, essa dica de como falir a empresa os empresários conseguem escapar. 😉

  • Carlosemiliobarbosa

    Exelente post Luiz!

    Falta de planejamento ainda é o principal motivo de muitas empresas falirem. Meus pais são empresários em uma região muito pobre de Minas Gerais e eu bato muito nessa tecla com eles. Minha mãe vive reclamando que anda estressada e não tem tempo pra nada. A direção do negócio é muito centralizada nela e eu percebo que ela não dá a devida atenção ao planejamento a longo prazo. Mas fora isso, pelo post deu pra perceber que ela é uma boa gestora. =)

    Abraço

  • http://www.facebook.com/jrochelly Jakson Rochelly

    Muito bom o artigo! Tenho Essa!

    Depois do trabalho feito para um cliente, esqueça-o. Você não precisa ter mais contato algum com ele!