criação de logotipo: designcriação de logotipo, já deu o primeiro passo correto: tem noção da importância desta peça de comunicação em seu negócio e quer saber a melhor maneira de craiá-la

">

As 6 regras de ouro para criação de logotipo!

Se você está procurando dicas para a criação de logotipo, já deu o primeiro passo correto: tem noção da importância desta peça de comunicação em seu negócio e quer saber a melhor maneira de craiá-la

Se você está procurando dicas para a criação de logotipo, já deu o primeiro passo correto: tem noção da importância desta peça de comunicação em seu negócio e quer saber a melhor maneira de craiá-la

Muitos empreendedores de primeira viagem acham que o logotipo e sua criação são meros detalhes e focam todos os seus esforços na montagem física do negócio, na cadeia de fornecedores, na contratação e treinamento de funcionários e outras providências importantes.

É claro que sem um negócio bem estruturado e que entregue o que promete para seu público-alvo, não vai haver gênio da publicidade que providencie a criação de um logotipo que hipnotize as pessoas e as faça comprar de sua empresa só porque ele é bacana, claro que não.

Mas é ai que está o X da questão. Como mostrar para seu público toda qualidade, benefícios, características e atributos de seus produtos e serviços sem uma comunicação adequada, sem uma identidade visual que retrate seu posicionamento e sem um logo criado para passar todo valor de sua oferta?

É a união de um negócio bem estudado e planejado com uma comunicação de qualidade que pode levar sua empreitada a atingir os melhores resultados.

É como diziam faz já algum tempo: a propaganda é a alma do negócio.

E a peça mais importante da comunicação corporativa é o logotipo. Por isso, vamos passar aqui para você algumas das mais importantes regras para a criação de logotipo.

Confira e aplique em seu negócio!

6 dicas para a criação de logotipo perfeito:

1- Comece olhando para seu umbigo

O que queremos dizer é que a criação de logotipo deve começar com o estudo de sua empresa. E para isso, você deve ter bem claros os seguintes conceitos:

  • Posicionamento: que lugar você quer que sua empresa ocupe nos corações e mentes dos consumidores? Exclusiva ou popular? Artesanal ou tecnológica? Introspectiva ou aventureira? Jovem ou madura? Etc.
  • Diferencial: Qual benefício importante sua empresa oferece ao público que o faz escolher o seu negócio e não o do concorrente? É isto que diferencia sua empresa.

Estes dois conceitos precisam estar presentes em seu logotipo ao ser criado.

2- Agora, olhe para quem você quer próximo de você

Sabe quem você quer que esteja o mais próximo possível de sua marca? Seus clientes.

Por isso é muito importante que você defina um perfil para eles. Este perfil é composto por 2 partes, usualmente.

Um perfil demográfico, com dados como idade, sexo, profissão, região onde moram etc., e um perfil psicográfico, que define o que eles admiram, em quem se espelham, quais são seus valores e outras características como estas.

3- Olhe ao seu redor

Quem são seus concorrentes, qual o preço de seus produtos? Quais os diferenciais e posicionamento deles?

Lembre-se que além de concorrentes diretos, existem os indiretos e os produtos substitutos.

Por exemplo: os vídeo games podem ser considerados de alguma forma concorrentes da televisão, ao fornecerem entretenimento para as pessoas e roubando o público da TV.

4- Olhe nos olhos deles!

Pesquise os logotipos de seus concorrentes, como fazem propaganda, se usam redes sociais, como investem em mídia, quais as cores mais empregadas pelo mercado em que quer atuar, tipos de letras, slogans e tudo que puder coletar.

Isso serve tanto para se inspirar e buscar referências como para evitar copiar os outros.

Nunca imite seus concorrentes, a não ser que queira destruir seu diferencial e posicionamento na mente do público.

5- Feche os olhos: Esqueça seu gosto pessoal

Este é um erro grave que muitos comentem na hora da criação de logotipos.

Encrencam com cores, formas, tipos de letras e símbolos propostos pelo designer simplesmente porque não gostam, não fazem seu estilo.

Esqueça suas preferências estéticas, quem deve ser encantado é o público de sua empresa, não você!

6- Hora de ser visto com único

Se todas as dicas de criação de logotipo acima foram seguidas (e você tiver contratado um bom designer profissional) o resultado deve ser um logo:

  • Único e exclusivo;
  • Fácil de ser identificado por seu público;
  • Fácil de reproduzir em qualquer superfície ou mídia;
  • Chamativo para o público no ponto de venda;
  • Que diferencie sua marca dos concorrentes;
  • Com a capacidade de passar o posicionamento correto;
  • Que agrega valores intangíveis a sua marca

Além disso, um bom logo estimula a compra de impulso e a repetição de compra, só trazendo vantagens para seu negócio.

Mas aonde achar um bom profissional para criar logo ou mesmo criar o nome da empresa?

Atualmente muitos empresários têm optado por sites de concorrência criativa, como o We Do Logos, em que designers e redatores se cadastram e podem ser contratados para esses serviços de criação de logotipos online (e outros materiais), concorrendo entre si pela melhor proposta criativa.

Este texto foi escrito por Pedro Renan, CMO da We do Logos, founder da Logovia, especialista em Inbound e Marketing de conteúdo.

Gostou deste artigo? Quer saber mais sobre como passar uma boa imagem para o seu público? Leia o nosso artigo sobre Branding e descubra o poder que ele dá a sua marca.