Compra online

Compra online: 5 hábitos de compradores inteligentes

Excelentes dicas para quem quer fazer uma compra online. Destaque especial para a a 1a

O artigo de hoje foi escrito pelo autor convidado Gustavo Gorenstein, co-fundador e CEO do Poup.com.br, serviço que entrega cupons de descontos e cashback em diversas lojas virtuais pelo Braisl

Compras na internet vem crescendo em um ritmo forte no Brasil há uns bons anos e assumiu um novo patamar em 2009, com a chegada do Peixe Urbano junto a categoria de compras coletivas.

De lá para cá, surgiram muitas coisas legais que vem sustentando o crescimento do setor. Mas, por incrível que pareça, ainda há aqueles que compram online como se estivessem comprando offline (em lojas físicas), deixando de usar os benefícios do maravilhoso mundo do e-commerce.

Descobrimos 5 hábitos que os compradores inteligentes da internet no Brasil têm para aproveitar o máximo de ofertas, descontos e promoções online, para cada vez pagarem menos tendo o máximo de retorno.

Confira das dicas para aproveitar o máximo da compra online:

Compra online

Pequenos detalhes que podem te economizar dinheiro e dor de cabeça

1. Considerar o frete no preço

Ao contrário do mundo offline, onde você vai para a loja vê o preço na vitrine e é aquilo que você paga, no mundo online os preços com desconto que encontra não são necessariamente os preços finais que vão aparecer no seu cartão. Há o famoso frete, valor para entrega do produto na sua casa.

As vezes o preço do frete de um site para o outro varia muito, logo, por mais que o iPhone 5s esteja em promoção no site A e mais barato que o site B, ele pode estar na verdade, mais caro quando calculado com o frete.

Claro que vale a pena também buscar as promoções de frete grátis, que as vezes são oferecidas por sites como americanas, submarino, ponto frio, extra, Dafiti e etc. Muitas vezes o valor do frete grátis também é atrelado a um gasto mínimo – por exemplo: frete grátis em compras acima de R$ 99,00.

Mas fique ligado porque as vezes é melhor gastar R$ 10,000 a mais e não pagar frete do que comprar por um preço menor com frete.

2. Usar sites que devolvem parte do dinheiro de volta (cashback)

Esse é um negócio que já é gigante na Europa e Estados Unidos, chegou ao Brasil em 2012 e já vem crescendo de forma sustentada. Estes sites de cashback pegam parte da comissão que recebem do e-commerce por ajudarem eles a vender e repartem com quem compra, ou seja, você!

Isso mesmo, você pode comprar nas suas lojas prediletas e receber parte da compra de volta, em dinheiro, na sua conta. Nada de pontos, milhas, créditos ou recompensas malucas, é dinheiro de volta para você gastar como quiser. Quer saber um pouco mais sobre isso? Acesse esta página que explica direitinho.

3. Buscar cupons de desconto

Outra tendência que vem crescendo bonito no Brasil e também já é mania lá fora são os cupons de descontos. Eles são códigos no estilo T45S-HTDE-XASE-YKI que dão descontos imediatos, ainda durante o processo de compra. Legal, né? Os cupons são criados pelas próprias lojas para serem divulgados na internet e trazer mais gente para comprar.

Alguns cupons valem para o site todo, outras apenas para certas categorias. Têm cupons que também são válidos apenas certas marcas, logo, vale a pena ler com carinho as especificações de cada cupom de desconto antes de usar em lojas online.

Há também ferramentas que te mostram que existe um cupom de desconto para o site que você está comprando sem que você tenha que sair buscando ele na internet. A coisa tá ficando chique!

4. Comparar preços

Esse hábito é clássico! As pessoas inteligentes, tanto online quanto offline comparam o preço do produto a ser adquirido antes de comprar. Claro que online é bem mais fácil e rápido com ferramentas como Shopping Uol, Buscapé, Zoom, etc.

Atenção! Todos este sites tem acordos com as lojas, logo pode ser que você veja preços diferentes em comparadores diferentes. Quem compara bem, compara em mais de um destes sites.

5. Comprar em lojas conhecidas

O último hábito encontrado é o de fugir de lojas desconhecidas. Já apareceram vários casos online de lojas piratas, que apenas tinham uma página e fingiam que tinham produtos para pegar dados do cartão de crédito dos clientes. O Procon vez por outra solta uma lista com algumas lojas que devem ser evitadas.

Para garantir, busque ir nas lojas conhecidas ou grandes, com histórico e reputação. Nessas pode até dar um probleminha com frete ou produto, mas ao menos você tem para quem reclamar.

O site Reclame Aqui também é uma ótima fonte de informações sobre as lojas online, se você chegar em uma loja que não conhece, ele pode ajudar a ver o que o pessoal vem falando dela.

Conclusão

Esses são, portanto o copilado dos hábitos de quem compra bem online. Dá para comparar o preço e achar o mais barato, descobrir se há cupom de desconto, pegar parte do valor pago de volta e as vezes ainda receber frete grátis.

E você, também tem uma dica de algum bom hábito?

Boas compras!

Obs.: Créditos da imagem Shutterstock