Como transformar um erro num acerto e surpreender o cliente

Como transformar um erro num acerto e surpreender o cliente

Nesse último fim de semana, presenciei uma cena que me fez pensar numa lição importante para todos os empreendedores que se preocupam em surpreender positivamente seus clientes.

Nesse último fim de semana, presenciei uma cena que me fez pensar numa lição importante para todos os empreendedores que se preocupam em surpreender positivamente seus clientes.

De forma bem resumida, ocorreu o seguinte: minha namorada e eu estávamos na padaria para comermos um salgado. Eu pedi uma coxinha de galinha e ela uma empadinha de queijo. Mas a atendente, por engano, acabou pegando uma empadinha de frango.

Quando minha namorada deu a primeira mordida e viu que a empadinha dela era de frango, imediatamente comunicou a atendente sobre o erro. Pois eis então que ocorreu o seguinte: em vez da atendente falar para ela ficar com a empadinha de frango (por conta da casa) e dar a de queijo, conforme ela queria, a moça simplesmente pegou a empadinha de frango e jogou-a no lixo, ou seja, uma grande oportunidade foi desperdiçada. Explico…

Se a atendente tivesse deixado minha namorada ficar com a empadinha de frango por conta da casa (uma forma de compensar o erro), ela teria causado uma impressão super positiva e ganharia muitos elogios por ter tomado essa atitude. Afinal de contas, é melhor ver seu produto na mão de um cliente que vai elogiar do que jogá-la no lixo e cair no esquecimento.

Consultoria empresarial online para empreendedores individuais e microempresários é na www.negocioteca.com. Acesse e saiba mais!
.

  • Roseana Romualdo

    a Atendente agiu exatamente como deve ter sido treinada para fazer. Neste caso, o erro grave é do dono do estabelecimento, que sem pensar nas consequências da falta de orientação e treinamento de seus funcionários, coloca em risco seu próprio negócio. Provavelmente se a Funcionária tivesse deixado a Cliente com a empadinha de frango e tivesse ainda fornecido a empadinha de queijo, provavelmente uma delas sairia de seu salário. Roseana

    • Victor Santos

      Isso, na verdade, cheira a falta de orientação e treinamento. É difícil imaginar que o dono prefere ver a empadinha no lixo do que com o cliente.

  • Arthur Acalan

    Tudo isso é falta de orientação! Sem contar que é um grande desperdício! É quase inacreditável uma coisa dessa! :/