como ser um bom líder

Como ser um bom líder e gerir melhor o seu negócio?

Se você anda ligado nas discussões sobre empreendedorismo, já deve ter notado que a palavra “chefe” praticamente não é mais usada nesse meio.

Se você anda ligado nas discussões sobre empreendedorismo, já deve ter notado que a palavra “chefe” praticamente não é mais usada nesse meio.

Toda vez que se fala do assunto, o comum é usar o termo “liderança” e incentivar o empreendedor a aprender como ser um bom líder.

Isso tem um motivo: ser chefe costuma estar associado a ser temido, dar ordens, cobrar e punir.

E esse tipo de conduta simplesmente não funciona. Não leva os colaboradores de uma empresa ao desenvolvimento pessoal e profissional e, consequentemente, não leva a sua empresa a lugar nenhum.

Mas qual é o perfil desse novo tipo de empreendedor, o líder? Porque suas qualidades são tão diferentes e atingem resultados tão melhores? Se é essa a sua dúvida, acompanhe este texto até o final e veja porque o seu negócio precisa que você seja um bom líder.

Por que e como ser um bom líder?

A maior parte dos líderes já foi ou ainda é liderada por alguém. Pense a respeito: que tipo de expectativas uma equipe tem de um líder?

Algo óbvio é que eles esperam ter seu trabalho reconhecido. Se você passou por essa experiência de estar do outro lado e ser liderado, tente se lembrar daquilo que o mantinha em sintonia com os objetivos da empresa.

Provavelmente, ser reconhecido pelo que fazia o mantinha mais motivado do que apenas um bom salário.

Pois bem: para ser um bom líder não há uma fórmula, mas se tem uma coisa que podemos dizer é que todo grande líder sabe como motivar e inspirar.

E motivação e inspiração são coisas que variam muito de pessoa para pessoa, logo, você deve conhecer muito bem os seus colaboradores, se quiser fazer isso.

O que você e sua empresa podem oferecer para que eles fiquem em sintonia com ela?

Com certeza não é seguir ordens sem saber por quê, não é mesmo? Então, se quiser alinhar toda uma equipe em torno de um objetivo, há algumas coisas — que podem soar um pouco óbvias, mas muitos líderes não fazem — que você deve compartilhar com eles.

Para terem o mesmo objetivo, eles precisam, bem… eles precisam saber qual é o objetivo. Conte a eles o que espera com a sua empresa. Além disso, saiba o que eles pensam a respeito, mesmo que não tenham uma opinião igual à sua.

Construa um ambiente de motivação, empatia e confiança entre você e seus funcionários. Assim, seus clientes vão sentir em cada colaborador um pouco do que a empresa tem a oferecer.

Afinal, uma empresa de sucesso significa muito mais para clientes e funcionários do que apenas o produto ou serviço que oferece.

Quais atitudes um líder deve ter?

Entenda como pequenas ações mudam a forma como seus colaboradores o veem e também como veem a empresa como um todo. Se quiser parar de chefiar e começar a liderar, aqui vão algumas boas atitudes:

Confie e delegue tarefas

Antes de mais nada, isso significa não ser centralizador. Se você tiver que inspecionar tudo que cada funcionário fizer, não precisa deles para fazer, certo?

Entregue a tarefa de cada um e dê a entender que ele tem total autonomia para realizá-la. Caso ele faça mal feito ou cometa algum erro, avalie seus motivos. Muitas vezes, ele pode ter tido a intenção de melhorar algum processo e não obteve êxito. Num caso como esse, mostre que você aprecia a atitude dele e encoraje-o a tentar novamente.

Inovação é uma característica preciosa e que precisa ser cultivada pela sua equipe.

Motive e reconheça habilidades

Como já dissemos, em muitos casos o que um funcionário quer é ser notado. Por isso, se ele se destaca em alguma tarefa, elogie-o.

A chance de que ele se destaca porque gosta daquela tarefa não pode ser desprezada. Que tal então deixá-lo responsável por ela?

Você vai fazer dele uma referência no assunto dentro da empresa. Os outros funcionários vão reconhecer isso também e logo ele será acionado para dar dicas, treinamento e falar sobre o assunto.

E, adivinhe: se um dia você precisar chamar a atenção desse mesmo funcionário por algum motivo, ele levará isso a sério.

Afinal, ele sabe que você cobra, motiva e reconhece habilidades. Vai haver um sentimento de gratidão e toda a empresa vai emanar inteligência emocional.

Ensine e recompense

Não cometa o erro de achar que todo o time já sabe o que deve fazer. Muitas lacunas podem existir, mesmo em funções relativamente simples.

Se um funcionário demonstra dificuldades com algo, vá até ele e explique como se faz.

Evite fazer isso na frente de outros funcionários, para que ele não fique constrangido. Mas faça-o calmamente, seja didático e demonstre com suas atitudes que a ignorância dele sobre o assunto não é motivo de vergonha.

Além disso, recompense aqueles que cumprem suas tarefas de forma exemplar. Aquela velha frase que diz que “sua motivação é o seu salário” é muito negativa e ultrapassada!

Ouça e aprenda

Quem disse que um líder é especialista em todas as coisas? Claro que você deve saber um pouco sobre as tarefas de cada um dos membros da sua equipe.

Mas encare a verdade: eles sabem muito mais sobre cada uma delas, pelo simples motivo de que as desempenham diariamente e você não.

Se algo parece sem sentido para você, pergunte o porquê. Não mude coisas que você não entende.

Peça a opinião dos funcionários, esteja aberto enquanto eles criticam certas práticas que consideram desnecessárias.

Não há como negar: você pode até saber um pouco do assunto, mas os especialistas são eles.

Seja próximo

Não crie distanciamento hierárquico dentro da sua empresa. Poucas coisas destroem tão rápido as relações internas quanto isso.

Bata papo com a equipe sobre assuntos que não são de trabalho, pergunte como estão, saiba sobre a vida pessoal deles.

Como se tornar um líder de referência?

Bom, se você anda aplicando tudo de que falamos até aqui, tanto você quanto seu time já devem ter percebido que o crescimento da empresa depende do crescimento profissional de cada um, não é mesmo?

E, falando de crescimento e expectativas profissionais, você também tem as suas.

Por exemplo: pode ser que você tenha aquele objetivo pessoal de ser uma referência de liderança.

Nada de mal com isso, mas entenda: você só vai ser uma referência se a sua equipe for uma referência.

E, para isso, um sistema em que todos avaliam o trabalho de todos é bem saudável.

O que cada funcionário faz bem? O que pode melhorar? Incentive-os a trocarem esse tipo de informação, não como uma formalidade, mas como uma prática comum entre várias pessoas que querem dar o seu melhor.

E aqui vem o mais importante: incentive-os a te avaliarem também.

Deixe o ego de lado e ouça as críticas. Assuma seus erros, não culpe outras pessoas por eles e se esforce para melhorar.

Você vai ser sempre o termômetro da empresa. Sua atitude será espelhada pelos demais e isso te coloca a enorme responsabilidade de buscar melhorar sempre.

Como melhorar como líder?

Ao receber o feedback do seu time, será necessário encarar a necessidade de melhorar como líder. Para isso, a primeira coisa a se fazer é lidar bem com críticas e saber que nenhum de nós está pronto.

Somos seres humanos e buscar melhorar é uma atitude constante: não deve acontecer só quando recebemos uma crítica.

Além disso, há outras coisas que você pode fazer:

Leia muito e se informe

As maiores ferramentas que um líder tem são sua inteligência, atitude e as informações de que dispõe. Tudo isso fica mais fácil se você tiver o hábito de ler regularmente.

Quanta coisa nova já aprendeu neste texto aqui, por exemplo?

Além disso, pessoas que leem muito melhoram sua capacidade de comunicação. E é preciso ser muito claro ao passar instruções para um time e isso vai exigir bastante do seu pensamento lógico, bom português e objetividade ao falar.

Prepare-se para as reuniões

E por falar em boa comunicação, que tal preparar suas reuniões?

Ninguém suporta explicações longas, pouco sucintas e sem hora para terminar.

Com isso não queremos dizer que seja necessário preparar slides de PowerPoint para cada encontro com o seu time, mas um pequeno roteiro num pedaço de papel já ajuda muito a não ser prolixo, não é mesmo?

A dica de ouro: tenha humildade

Se pensar bem, vai ver que quase tudo que dissemos até aqui tem como objetivo fazer com que você se torne uma pessoa mais humilde.

Com humildade você aprende mais, escuta mais, ensina sem arrogância, se coloca no lugar de cada membro do time e entende melhor suas necessidades.

Como empreendedor, você tem a obrigação de buscar melhorar a cada dia, transformando a si próprio para motivar seus colaboradores a se transformarem e, todos juntos, transformarem a empresa para que ela transforme a vida dos clientes.

Um ciclo positivo de transformação construído com humildade e que começa de cima para baixo.

Esperamos que esteja convencido de que sua empresa precisa de um líder que ouve, compreende, cobra, motiva e tem um relacionamento de igual para igual com cada colaborador.

Siga nossas dicas sobre como ser um bom líder e veja seu negócio prosperar e dar realização para clientes, funcionários e, claro, para você também!

Ah, e já que falamos aqui sobre como um líder deve ler e aprender, que tal conhecer Os 5 livros sobre empreendedorismo que TODO empreendedor precisa ler? Já imaginou o quanto sua empresa pode mudar só com o conhecimento que você vai tirar de todo esse material?