como gerar mais vendas

Como gerar mais vendas para o seu negócio enviando menos emails

Aprenda como gerar mais vendas otimizando suas campanhas de email, para que você consiga mais conversões com menos envios!

Estratégias de Marketing existem, dentre outros motivos, para ajudar o seu negócio a vender mais. Afinal, esse é o motivo pelo qual a sua empresa existe, correto?

Porém, essas estratégias podem ser como um “tiro saído pela culatra”, se executadas ou planejadas de maneira incorreta. Ou seja: podem fazer com que seus lucros sejam afetados negativamente.

E são vários os cenários que podem fazer com que o Marketing seja um malefício para o seu negócio:

  • Falta de planejamento;
  • Falta de dados para embasar suas decisões;
  • Investimentos errados ou que sobressaem aos lucros;
  • Excessos nas campanhas que atinjam negativamente o público;
  • Erro na escolha dos canais;
  • Muitos outros ou tudo isso junto.

É basicamente o que acontece com muitas campanhas de Email Marketing: que sem sombra de dúvidas é um excelente canal, afinal 92% dos adultos online utilizam email, sendo que 61% acessam diariamente.

Porém, se baseando apenas nesse fundamento e ignorando a experiência do usuário e o comportamento do público, muitas empresas acabam exagerando na dose e lotando a caixa de emails dos seus contatos, o que não significa que os seus resultados serão melhores.

Afinal, um dos principais fundamentos de um bom Marketing, ainda mais evidente no Marketing Digital, é justamente agir de maneira estratégica. Dessa forma, nem sempre a quantidade vai ser o fator mais determinante para o sucesso, mas sim a qualidade.

Por isso, vamos te ensinar como gerar mais vendas otimizando suas campanhas de email, para que você consiga mais conversões com menos envios!

Porque eu devo enviar menos emails?

Como já dissemos, o primeiro ponto a se levar em consideração é a experiência do seu contato com suas campanhas. Se você lota a caixa de entrada de emails dos seus potenciais clientes e clientes com suas campanhas, possivelmente ele ficará de saco cheio de você em pouco tempo.

Ninguém —  nem você — gosta de receber emails demais sobre um mesmo assunto.

Segundo porque para criar mais emails você despende tempo de criação, desenvolvimento e análise dos resultados e, consequentemente, dinheiro. Por isso, enviar mais emails, além de ser mais eficiente, pode ser mais econômico para sua empresa.

Por fim, para que você conquiste os seus usuários fazendo campanhas que realmente fazem sentido, atraem e convertem os seus leitores em clientes.

Estratégias para diminuir o número de emails enviados e melhorar os resultados

Existem diversos “passos” que podem — e devem — ser tomados pela sua equipe de Marketing para otimizar suas campanhas. A ideia não é apenas diminuir a quantidade de envios, mas sim encontrar a quantidade certa, que faz sentido para o seu público e proporciona uma boa experiência, fundamental para converter em uma compra.

Vamos listar os principais.

Conhecendo seu usuário

O primeiro passo a respeito de uma campanha de Marketing, seja ela de email, redes sociais, conteúdo ou qualquer outro tipo é conhecer exatamente com quem você está dialogando.

Em nenhum dos casos existe uma fórmula. O que realmente determina suas ações, além do seu objetivo, é o comportamento do seu público.

E, se públicos diferentes reagem de maneira diferente, têm preferências e hábitos diferentes, obviamente pode ser que o que funcione para a sua empresa não funcione para uma outra.

Por isso  você deve compilar e analisar dados do seu público, principalmente relacionados a comportamento.

Uma boa estratégia é trabalhar com o conceito de buyer personas. Eles são personagens semi-ficcionais que representam o seu comprador ideal. Por isso, diferente de público-alvo, quando a sua empresa se baseia na persona do negócio, ela consegue informações mais precisas sobre os potenciais clientes do negócio, e consegue compreender exatamente quais são as preferências, necessidades e problemas dos contatos que tem.

Se esse é um conceito novo e você deseja saber mais sobre como gerar a persona da sua empresa, ao terminar sua leitura, acesse o nosso post sobre o assunto.

Segmente sua base de contatos

Outro ponto importante para diminuir os emails, principalmente na caixa de entrada dos usuários, e que depende totalmente do tópico anterior é a segmentação da base.

Quando você segmenta a sua base fundamentando em fatores como comportamento e preferências, você consegue criar emails mais direcionados e com maiores chances de gerar conversões.

Afinal, se todos os seus contatos recebem emails sobre todos os seus produtos, mesmo os que não são interessantes para cada um deles, você estará desperdiçando a atenção que o usuário empregou ao abrir o seu email, pois ele não se sentirá interessado no conteúdo.

Mas então essa estratégia significar enviar mais emails?

Parece contraditório, mas sim. Porém, cada um dos seus contatos receberá menos emails, menores e mais direcionados. Assim você otimiza os seus disparos e estará atuando de maneira mais estratégica.

Avalie os resultados das suas campanhas

Um dos benefícios, e que se torna indispensável para o sucesso de estratégias de Marketing Digital, é a capacidade de análise e mensuração de resultados.

Mesmo com as ferramentas mais simples e gratuitas de disparos de emails, é possível encontrar relatórios em relação a taxas de abertura, clique, índice de rejeição e conversões geradas pelos seus emails.

Assim, você conseguirá entender quais são os tipos de emails que mais funcionam para a sua persona, podendo fazer menos disparos, porém mais eficazes.

Veja quais são os conteúdos que mais atraem os usuários para o seu site, quais os produtos mais vendidos por email, quais os assuntos que geraram maiores taxas de abertura, e quaisquer outros elementos que interfiram no relacionamento entre o leitor e os seus emails.

Invista em outras estratégias e canais

O email é um excelente canal, como já dissemos anteriormente. Porém, ele pode ser ainda melhor se alinhado à outras estratégias de Marketing do seu negócio.

Em outros canais como blog e redes sociais e estratégias como Marketing de Conteúdo e Mídia Paga podem ajudar os seus contatos na decisão de compra, informando, educando e construindo a sua credibilidade. Assim você estará poupando o envio de emails voltados para esses fins.

Faça emails “a prova dos filtros de Spam”

Vários fatores podem fazer com que os seus emails cheguem às caixas de spam dos seus contatos. Por exemplo:

  • Palavras interpretadas como spam no “assunto” do email;
  • Excesso de imagens;
  • O domínio e o IP;
  • Comprar listas de email —  muitos usuários dessas listas são inválidos ou te classificam como spam por não terem autorizado o recebimento dos seus emails.

Por isso, cuidar para que os seus emails não caiam na caixa de spam dos usuários é um meio de enviar menos emails.

Quanto mais usuários receberem os seus emails na caixa de spam, mais oportunidades você estará perdendo. E, com isso, para alcançar os resultados esperados, você terá que enviar mais emails.

Para verificar se os seus emails têm chances de ser classificados como spam, existem ferramentas online — muitas delas gratuitas — que avaliam aspectos da sua campanha e dão uma nota, como por exemplo o Is Not Spam.

Ou, caso você use uma ferramenta de emails mais completa, ela mesmo terá funções de otimização, para evitar que isso aconteça. Lembre-se de dar atenção a esse fato!

Tenha CTAs claros em seus emails

A ideia principal aqui é enviar menos emails e, com isso, gerar mais vendas. Por isso, é primordial que os seus emails tenham CTAs claros!

CTAs — ou Calls to Action — são as “chamadas para ação”, ou seja, o direcionamento sobre o que o seu contato deve fazer ao ler um email seu.

Por exemplo: se o seu email está ofertando um produto, o botão, link ou texto que diz “compre aqui” é um CTA.

Por isso, os CTAs do seu email devem ser claros e visíveis, para que o usuário veja e entenda claramente qual o próximo passo ou ação ele deve realizar.

Você pode usar frases imperativas — “compre agora”, “baixe aqui”, “clique e ganhe” — , uma cor e local de destaque, um tamanho que torne o CTA visível e outros elementos para que ele chame a atenção do leitor.

Lembre-se apenas de não cometer exageros afinal a experiência do usuário também é importante.

Outro erro comum é exagerar na quantidade de CTAs. Quando isso acontece, o usuário pode perder o foco, se distrair e com isso acabará não realizando nenhuma ação simplesmente por estar perdido. Tenha cautela e teste o que funciona melhor para o seus leitores. Falando nisso…

Faça testes A/B

Por fim, como já dissemos: cada caso é um caso. Por isso, a sua persona terá hábitos diferentes de outras.

Uma ótima maneira de entender esses hábitos e preferências, além da própria definição da persona, é realizar testes A/B. Ou seja, escolher um elemento em cada disparo de email e criar uma variação para compreender qual “versão” gera melhores resultados.

Vale testar tudo:

  • Assunto;
  • CTA;
  • Horário de disparo;
  • Dia de disparo;
  • Imagens;
  • Chamada;

Lembre-se apenas de testar sempre um elemento por vez, para entender como cada um dos pontos interfere na experiência do seu usuário.

Para realizá-los, você pode usar sua ferramenta de emails, caso ela conte com essa função. Caso contrário, a possibilidade é realizar manualmente. Dará trabalho, mas valerá muito a pena.

A questão é que, quão mais otimizado o seu email estiver, melhores resultados ele alcançará e menos emails você precisará enviar para alcançar suas metas de venda!

Entendido?

Agora é hora de aplicar essas boas práticas aos seus emails e ver como eles impactaram, na prática, as suas vendas! E, para melhorar ainda mais os seus resultados, descubra aqui quais métricas de venda a sua empresa precisa acompanhar.