Como definir prioridades ao começar uma empresa

Como definir prioridades ao começar uma empresa

1524
390
SHARE

Começar qualquer coisa sempre tem um quê de confusão, por falta de experiência, por excesso de oportunidades, por esbanjar vontade de abraçar de mundo etc.

Da mesma maneira, começar uma empresa também significa ter de lidar com inúmeros pontos de uma só vez e, por isso, saber priorizar suas ações é algo essencial para que você não perca o foco central do seu negócio, ou não tenha perda de produtividade e gastos desnecessários.

Aproveitar o início do negócio para fazer direito é essencial, pois você se encontra num momento único da sua empresa: ela não tem nada de errado, é simplesmente perfeita! Só por não ter uma falha de projeto, ou empregados mal contratados, sua empresa já tem uma vantagem.
Então use a dica abaixo da lista de Marcos, Premissas e Tarefas e aproveite-a priorizando o que importa:

Marcos
Marcos são metas de curtíssimo prazo, mas de pontos que causam impacto real e significativo na sua empresa. Uma coisa é terminar a pesquisa de mercado, conseguir o primeiro cliente, conseguir uma sede nova etc. Outra é pedir cartões de visita, organizar o escritório, encomendar móveis. Pense que quando você alcançar um marco, você vai ligar e falar “Querida(o), consegui o primeiro cliente” – isso é bem diferente de “Querida(o), pedi meus cartões de visita”.

Premissas
São as suposições que você levanta sobre a capacidade da sua empresa e sobre seu mercado, por exemplo: capacidade de produção diária, número de ligações de venda/dia, perfil do cliente foco etc. A importância das premissas é escrevê-las para poder testá-las mais tarde – só assim você conseguirá seguir bem seu desenvolvimento.

Tarefas
Tarefas são ações do dia-a-dia com dois objetivos definidos: 1- alcançar um marco; ou 2- testar uma premissa. Caso você esteja fazendo algo que não seja para nenhum dos dois, repense se você realmente deveria estar fazendo isso.

Não fique empacado no mesmo ponto: seja focado e trabalhe nas prioridades – isso é essencial para qualquer empresa, especialmente as que estão no começo.

Abraços,
Luiz Piovesana (fazendo o que faz a diferença)