Computador aberto para aprender como definir metas alcançáveisVocê anda tendo alguma dificuldade para atingir os objetivos traçados por você?

">

Como definir metas alcançáveis: 8 passos para o sucesso

Você anda tendo alguma dificuldade para atingir os objetivos traçados por você?

Você anda tendo alguma dificuldade para atingir os objetivos traçados por você?

Com tantas tarefas no dia-a-dia, pode ser muito fácil se perder em meio a elas e  acabar deixando o aquilo que é mais importante para você no fim da lista de seus afazeres diários.

Iremos compartilhar com você 8 dicas sobre definição de metas que funcionam para nós e que podem ser a solução definitiva para as suas dificuldades.

Mas além de compartilhar como nós podemos definir bons objetivos, também iremos mostrar a você alguns de nossos aplicativos favoritos para o monitoramento de metas que irão ajudar você nesta tarefa.

Antes de tudo, lembre-se de de que, sem objetivos, é difícil se conseguir algo de valor na vida.

Aqui segue um simples, mas poderoso guia para você aprender como definir metas alcançáveis. Aproveite a leitura!

1. Defina metas com as quais você realmente se preocupa

Não corra atrás de objetivos somente porque você acha que deveria ou porque alguém deseja que você o faça.

Sua mãe pode querer que você seja médico, seu pai que você seja um engenheiro e sua namorada desejar que vocês tenham um negócio próprio…

Estas podem ser até boas metas, mas não necessariamente são as metas com as quais você realmente se importe e se preocupe.

Apenas defina objetivos com os quais você realmente se importa.

Esta será a única maneira de você conquistá-los: importando-se com eles.

2. Não trabalhe com muitos objetivos ao mesmo tempo

Não trabalhe com muitos objetivos ao mesmo tempo. A não ser que você esteja acostumado com isso.

Olhe desta forma. Você pode fazer um esforço descentralizado em dez objetivos e desistir de todos eles ou redirecionar sua energia para apenas dois objetivos e fazer uma mudança real em sua vida.

Qual a sua escolha?

Quando realmente estiver habituado com a definição de metas/objetivos, você pode ampliar esta margem para 6 ou 7.

Mas no início, caso você ainda não esteja tendo muito sucesso nesta área, defina apenas 3, com uma delas sendo a principal.

Os 3 objetivos escolhidos pela maioria das pessoas são: carreira, saúde e família.

3. Anote e revise seus objetivos

Assim como numa lista de tarefas, você precisa escrever as metas/objetivos que você estabeleceu.

Isto ajudará você a se comprometer com eles (ao invés de simplesmente lembrar-se deles – isto se você tiver vários).

Algumas pessoas até escrevem seus objetivos, mas os deixam esquecidos em agendas, diários ou caderninhos de metas. Não faça isto, não é nada útil.

Escreva suas metas/objetivos em algum local de destaque.

Tenho um amigo que põe fotos de suas metas e as datas de suas conquistas na tela do computador. Uma amiga minha utiliza um quadro em seu quarto.

Mas isto pode ser substituído por uma cartolina em sua parede ou mesmo um papelzinho pendurado na sua geladeira.

4. Crie objetivos de curto prazo que levem a metas de longo prazo

A definição de um grupo de metas individuais de curto prazo pode ajudar você a fazer melhorias em sua vida, mas se elas não estiverem alinhadas, boa parte da energia utilizada pode ser perdida.

Além disso, você pode estar perdendo a oportunidade de fazer algo realmente grande.

Muitas vezes é mais útil pensar primeiro em seus objetivos a longo prazo.

Por exemplo, caso você queira planejar o seu casamento. Geralmente festas de casamentos são planejadas com pelo menos 1 ano de antecedêcia.

Mas para manter você motivado com esta meta, você precisa comemorar as pequenas vitórias. Você precisa quebrar sua meta  em objetivos menores, tais como:

  • Fazer a lista de convidados
  • Dar o sinal para a reserva do local da cerimônia / festa
  • Fechar com o fotógrafo de casamentos as datas das fotos de pré-wedding e da cerimônia

… e assim por diante. Dependendo que quão longe você deseja ir, seus objetivos são o plano de ação para alcançar cada objetivo.

É como jogar vídeo game. Para “zerar” o jogo, você precisa passar de cada fase do game.

5. Melhor do que fazer, decida o que não fazer

Tendo seus objetivos de longo prazo na mão, você está pronto para uma tarefa extremamente difícil: eliminar tudo aquilo que não está alinhado com suas principais prioridades do momento.

Assim como uma lista do que fazer, você também deve ter uma lista do que não fazer. Por exemplo:

  • Não assumir qualquer responsabilidades extras no trabalho (delegar);
  • Não fazer favores desnecessários no trabalho (delegar);
  • Não assumir muitas tarefas domésticas (começar a delegar)

Esta geralmente é uma tarefa difícil para a maioria das pessoas.

Mas quando se exercita o “dizer não” (isto educadamente, claro), você verá que sobrará mais tempo para que você se concentre em seus objetivos.

Assim, você pode dizer a alguém: “Desculpe, mas eu não estou podendo fazer isto agora, ok?”

6. Torne seus objetivos S.M.A.R.T

Você provavelmente já se deparou com o conceito de S.M.A.R.T antes. Mas em caso de negativo, é assim que ele funciona.

Seus objetivos devem ser:

Específicas: metas como “entrar em forma” ou “ganhar mais dinheiro” ou “ser um marido melhor” estão completamente fadadas ao fracasso.

Mensuráveis: você precisa saber se você está no caminho certo para o alcance de seus objetivos. “Perder 4 quilos”, “fazer R$1000,00 de faturamento em agosto” são objetivos que você pode medir.

Alcançável: não faça objetivos irreiais. Não adianta querer “ganhar um milhão de dólares em 1 ano” se você não estiver preparado para isto ou “perder 40 quilos em 1 mês”. Defina objetivos pequenos e que sejam alcançáveis a partir de um certo esforço.

Relevantes: seu objetivo deve ser importante para você e estar alinhado com seus objetivos maiores e de longo prazo. Por isso, “perder 4 quilos em um mês” faz sentido se você tiver uma meta de correr 12km até o fim do ano.

Temporais: uma meta sem prazo pode arrastar-se por toda a vida. Assim, tão importante quanto decidir quais são suas metas e objetivos, é o ato de datá-las. Transforme “Ganhar R$ 1.000,00” / “Ganhar R$ 1.000,00 até o segundo trimestre” ou “Perder 4 quilos” / “Perder 4 quilos com academia no mês de junho de 2016”.

Dê uma olhada em sua atual lista de objetivos e verifique se há algum deles que precisem se encaixar no padrão S.M.A.R.T.

7. Acompanhe o seu desempenho

Manter o controle de quão longe você está indo é fundamental para sua organização e motivação. Sempre que você perceber que está perdendo o controle do leme, você pode facilmente ajustar as velas e voltar em direção aos seus objetivos sem perder o vento.

Há várias maneiras de acompanhar seu progresso. Alguns preferem caneta e papel, outros não dispensam aquela boa e velha planilha do Excel e outros preferem soluções mais tecnológicas.

Alguns aplicativos gringos que podem ajudar você nesta empreitada são o Nozbe, Strides e o Vara.

Caso você tenha uma sugestão de aplicativos nacionais, deixa nos comentários. Se a dica for boa, vamos atualizando o artigo com as experiências de todos.

8. Compartilhe com alguém confiável

Saber que alguém está acompanhando os seus passos e torcendo pelo seu sucesso (ou não) pode dar um grande impulso para o alcance de suas metas.

Compartilhe suas metas com alguém. Pode ser o seu cônjuge, namorado, melhor amigo/amiga, irmãos ou até mesmo sua mãe.

A importância disto está no fato de que você se sentirá cobrado.

Mas não tome isto como algo ruim. Alguns podem compartilhar seu progresso com seus seguidores do Twitter, outros com algum colega de Facebook.

Eu sempre compartilho minhas metas quando ligo para minha família. Acaba sendo como um time. Sempre recebo sugestões, apoio e, às vezes percebo que pode ser hora de acelerar ou adiar determinado objetivo.

Qual objetivo é mais importante para você no atual momento de sua vida? Você acha que ele pode ser transformado em S.M.A.R.T?

Compartilhe nos comentários e comece a fazer sua prestação de contas.

Iremos “pegar no seu pé”, ok?  

Este é um guest post da Startup Ms

  • Ótimo texto. O que eu acho mais difícil quando o assunto é META, é a questão da motivação, se você não tiver um motivo visceral pra atingí-la, ela não vai permanecer firme por muito tempo. A meta é um meio para a realização de algum objetivo ou sonho, e pra isso a motivação é de suma importância. Resumindo, motivação tem que ser que nem tomar banho, todo dia.

    • Letícia Abrantes

      Agradecemos o seu feedback, Gustavo! Isso mesmo, motivação é a chave para o sucesso pessoal, não é mesmo ?! 🙂

      Abraços.