como começar uma lojaAbrir uma loja é um sonho de muita gente que deseja se tornar dona do próprio negócio. Porém, assim como boa parte das ações de empreendedorismo, é necessário ter os recursos financeiros adequados para fazer essa abertura. Com isso, muitos desistem no meio do caminho e deixa de lado um sonho promissor.

">

Como começar uma loja gastando pouco? Coloque em prática as nossas 8 dicas incríveis

Abrir uma loja é um sonho de muita gente que deseja se tornar dona do próprio negócio. Porém, assim como boa parte das ações de empreendedorismo, é necessário ter os recursos financeiros adequados para fazer essa abertura. Com isso, muitos desistem no meio do caminho e deixa de lado um sonho promissor.

Abrir uma loja é um sonho de muita gente que deseja se tornar dona do próprio negócio. Porém, assim como boa parte das ações de empreendedorismo, é necessário ter os recursos financeiros adequados para fazer essa abertura. Com isso, muitos desistem no meio do caminho e deixa de lado um sonho promissor.

Porém, se você acha que precisa juntar uma grande quantia para começar uma loja, saiba que não é bem assim. Com ações bem planejadas e realizadas da maneira correta, você consegue gastar pouco e capitalizar o seu empreendimento ao máximo com as vendas. Para saber como isso é possível, veja 8 dicas sobre o assunto!

1. Faça um bom planejamento financeiro

Quando você deseja abrir uma loja de maneira econômica, qualquer gasto pode ter um grande impacto na sua realidade. Se você se descuidar, em breve vai gastar mais do que o que gostaria e até mesmo mais do que você tem disponível.

Por isso, é fundamental contar com um bom planejamento financeiro que deve incluir todos os custos previstos para a abertura do negócio e qual é a quantia disponível. Planeje investimentos de maneira estruturada assertiva e fique de olho nos custos de cada ação.

2. Encontre os fornecedores certos

Uma parte fundamental para entender como começar uma loja gastando pouco é encontrar o fornecedor perfeito. Nesse momento, a flexibilidade é importante e um bom preço, também. Por isso, busque fornecedores que ofereçam os produtos que você pretende vender e que, ao mesmo tempo, tenham ótimas condições.

Um fornecedor que permite que você crie um estoque consignado, por exemplo, evita que os produtos encalham na sua loja. Outra possibilidade é um fornecedor que também esteja começando, pois ao ser um de seus primeiros clientes, há chances de que você consiga condições diferenciadas.

3. Assuma múltiplas funções

Você já tem um bom planejamento financeiro e encontrou bons fornecedores. Mas como começar uma loja já cheia de funcionários? Assim, os gastos iriam disparar. Em vez disso, prefira chamar para si a responsabilidade sobre a maior parte das funções e assuma várias delas.

Isso significa que você vai precisar atuar em ações como o caixa, reposição de estoque, controle financeiro e até mesmo como vendedor.

Isso garante economia nos custos por dispensar o pagamento de direitos trabalhistas e também a simplificação de todo o processo. Dessa forma, inclusive, você pode se regularizar, ao menos inicialmente, como Microempreendedor Individual (MEI).

4. Ajuste as formas de pagamento

Quanto maior for a sua necessidade de capital de giro, mais você vai precisar gastar para abrir seu empreendimento. Uma das formas de diminuir essa necessidade é ajustando as formas de pagamento, de modo que os clientes paguem mais à vista.

Embora seja importante oferecer várias formas de pagamento, no começo é mais vantajoso conseguir que mais clientes paguem à vista. Isso evita a inadimplência e também aumenta o dinheiro circulando no negócio.

Conforme o seu negócio for progredindo as formas de pagamento podem ser diversificadas, mas no começo é mais sensato agir dessa maneira.

5. Utilize o poder dos seus contatos

Ao chegar ao mercado com um novo empreendimento, você ainda não tem clientes porque as pessoas não conhecem a sua loja. Para resolver essa questão você pode e deve utilizar o poder dos seus contatos.

Fale para amigos e familiares sobre a sua ideia de negócio, por exemplo, e peça que eles falem para seus amigos e familiares. Se você tem algum colega ou conhecido que também pode aproveitar o que o estabelecimento vende, entre em contato também e fale sobre o empreendimento.

Isso pode ajudar a dar o pontapé inicial no seu negócio e garantir as primeiras vendas de sucesso.

6. Invista no marketing digital

Porém, não dá para depender somente dos seus contatos, já que o objetivo é conseguir fazer com que sua loja cresça. Sendo assim, você deve investir em formas de atrair e captar novos clientes. A fim de não gastar muito, o marketing digital é a opção ideal.

Dá para aproveitar opções como as redes sociais, links patrocinados, criação de site e de blog e assim por diante. Muitas dessas ações são mais baratas do que você pensa e garantem ótimos resultados se utilizadas de maneira correta e consistente.

Graças a essas técnicas você vai conseguir posicionar a sua marca no mercado, além de atrair clientes, gerar conversão e criar relacionamentos com quem compra.

7. Aposte na loja virtual

Grande parte dos custos sobre como começar uma loja está na questão física: aluguel do espaço, decoração e manutenção do local, segurança do local e assim por diante. Além de cara, normalmente é uma tarefa burocrática.

Para driblar esse ponto uma possibilidade é apostar em uma loja virtual. Totalmente online, o custo de criação e manutenção é bem menor e você vai conseguir atingir mais pessoas. Além disso, é ainda mais fácil aproveitar o poder do marketing digital nesse caso.

Porém, é fundamental tomar cuidado com a logística para garantir que os clientes recebam seus produtos o quanto antes.

8. Busque capacitação contínua

Além de começar uma loja gastando pouco, o ideal é que você mantenha esse padrão por algum tempo, até garantir que seu negócio fique mais robusto e estável no mercado. Para que isso seja possível, você vai precisar ter uma gestão diferenciada e de alta qualidade.

Dessa forma, é muito conveniente que você busque capacitação contínua antes e depois de abrir o empreendimento. Isso vai fazer com que você sempre utilize as melhores práticas, aumentando as chances de sucesso do negócio.

Leia sites e blogs sobre o assunto de empreendedorismo e acompanhe também as novidades do seu nicho de mercado. Assim, você ficará mais preparado para encarar os diversos desafios.

Para começar uma loja gastando pouco você tem que controlar muito bem os custos e também assumir diferentes funções. Outras dicas incluem usar o poder dos seus contatos e do marketing digital, assim como criar uma loja virtual. Além de tudo, a busca constante por conhecimento é indispensável se você quer os melhores resultados possíveis.

Já que o sucesso da sua loja depende das vendas que ela conseguir, conheça dicas de como aumentar a taxa de conversão do empreendimento!