como acelerar vendas

Como acelerar vendas? Confira as nossas 7 dicas profissionais

Quando falamos de empreendedorismo, negócios e qualquer assunto relacionado à gestão de empresas, geralmente os temas que mais aparecem são relacionados à área de vendas.

Quando falamos de empreendedorismo, negócios e qualquer assunto relacionado à gestão de empresas, geralmente os temas que mais aparecem são relacionados à área de vendas.

Chega até ser óbvio o motivo desse assunto ser muito pautado, até porque vender é uma das principais atividades de qualquer empresa e são as vendas que garantem o seu sustento, além de fornecer apoio para os planos de expansão e crescimento do negócio.

Esse fato fez com que os times de vendas das empresas tenham a responsabilidade de correr atrás dos resultados que são almejados e foram definidos, gerando metas a serem batidas.

É muito comum que em momentos de pressão as empresas busquem novas formas e inovar em seus processos de vendas para acelerar a sua aquisição de novos clientes. Por isso, preparamos aqui 7 dicas de como acelerar vendas de qualquer negócio! Confira:

1 – Fique atento ao fluxo de novos negócios

Para que qualquer negócio consiga fazer as primeiras previsões de quantas vendas poderão ser realizadas em um determinado período, precisará se atentar ao fluxo de novos negócios que são adicionados ao seu funil de vendas.

Entender essa métrica é bem simples, basta verificar o número total de novos negócios adicionados no funil ao longo do tempo. É possível também dividir essa análise por canais de aquisição (Inbound Marketing, indicação, prospecção ativa, parcerias, etc) para que ela fique um pouco mais profunda.

É importante se atentar a esse fluxo, pois caso ele não esteja fluindo de uma maneira satisfatória, corre-se o risco dos leads se esgotarem quando você menos esperar.

A partir desse entendimento, será possível entender se será preciso acelerar a geração do número de novos negócios por canal de aquisição.

Obviamente que cada canal tem sua particularidade, sendo que alguns rendem mais negócios e outros menos. Portanto, baseado em dados de mercado, analise a capacidade de cada um juntamente com a sua sustentabilidade. Ou seja, entenda se é possível extrair mais leads de cada canal e se será possível manter uma boa performance a longo prazo.

2 – Encontre maneiras de aumentar o ticket médio

O ticket médio nada mais é do que o valor médio dos negócios que compõem o funil de vendas e determina qual é a capacidade de geração de receita futura.

É possível entender esse dado atribuindo um valor para cada Lead que está no funil, baseado na expectativa de fechamento daquele negócio. A importância de se atentar a isso é entender se o funil possui capacidade para atingir o resultado que é desejado.

Existem maneiras de aumentar o ticket médio do negócio, uma delas é agregar produtos ou serviços complementares na venda. A outra maneira é reduzindo o seu valor original, oferecendo descontos e promoções, com o objetivo de aumentar a taxa de conversão.

Porém, tome cuidado ao adotar promoções, elas precisam ter um objetivo claro e um data de término, dando um prazo para que o negócio seja fechado!

3 – Otimize as taxas de conversão

A taxa de conversão representa a eficiência do funil de vendas, ou seja, a capacidade de transformar leads em clientes. A maneira mais simples de entender essa métrica é tirando o percentual dos negócios ganhos sobre o total (negócios ganhos + negócios perdidos).

Quanto maior a taxa de conversão for, menor será o desperdício dos leads ao longo do funil, além de que o seu processo de otimização poderá reduzir drasticamente o Custo de Aquisição de Clientes, tornando o negócio mais sustentável e escalável.

Entenda que realizar melhorias nas conversões do funil de vendas são estratégias que renderão efeito a médio e longo prazo, porém quanto antes forem implementadas, mais cedo resultados melhores virão.

A dica principal é analisar os gargalos de cada etapa do funil e seus gatilhos de passagem. Com isso, será possível utilizar técnicas de growth hacking para fazer experimentos que possam colher alguns resultados e implantar avanços contínuos.

4 – Entenda o seu ciclo de vendas

É impossível pensar em como acelerar vendas sem conhecer o tempo entre a geração do lead até ele virar um cliente, é o que chamamos de ciclo de vendas.

Para mensurar isso basta tirar a média do tempo em que cada lead ficou no seu funil de vendas até o negócio ser fechado.

A importância de entendê-lo está em poder fazer previsões de fechamentos mais eficientes e elaborar estratégias. Por exemplo, se o seu ciclo de vendas é de 4 semanas e a sua equipe precisa bater a meta em 2 semanas, provavelmente novos leads não ajudarão a bater essa meta, portanto o foco não deverá ser esse.

Uma boa prática para reduzir o ciclo de vendas é entender quais são os pontos de atrito que são desnecessários ao longo do funil e removê-los para dar mais eficiência ao processo. Nesse sentido, tente analisar todas as etapas e retire qualquer gargalo que esteja presente em cada uma delas.

5 – Negocie com as pessoas certas

Um dos maiores erros que times de vendas cometem em sua jornada é ter que replicar o processo mais de uma vez para a mesma oportunidade de negócio! Por que isso acontece? Na maioria dos casos, o vendedor está falando com a pessoa errada dentro da organização.

É muito comum nos depararmos com vendedores negociando com pessoas que não são tomadoras de decisão, apesar de poderem ser excelentes influenciadoras.

Portanto, desde o início é preciso entender se a negociação está sendo feita com a pessoa certa, para que não haja retrabalho e desperdício de tempo.

É claro que em alguns mercados é um pouco difícil chegar de cara nos diretores ou gerentes das empresas. Porém ao longo do caminho e com uma certa experiência adquirida, é possível descobrir os atalhos para conseguir acessar essas pessoas de maneira mais eficiente.

6 – Busque especializar o seu time

Uma prática interessante para alavancar as vendas é incentivar que colaboradores e times de vendas se especializem em segmentos de mercado.

Agindo dessa maneira, será possível que cada vendedor construa seu “território” e consiga vender de maneira cada vez mais eficaz, com um custo de tempo e de dinheiro bem menor que o comum.

Por isso, compreender a origem de suas vendas e saber para quem a sua empresa está vendendo é essencial para definir quais são os mercados promissores e focar no desenvolvimento de seus vendedores para que eles possam ser especialistas nesses mercados e reduzir o seu ciclo de vendas.

7 – Entenda o pareto do negócio

Uma das principais maneiras de ganhar eficiência no processo de vendas é aplicar a regra de pareto que diz que nesse contexto diz que 80% das vendas podem ser geradas por 20% dos mercados e segmentos que a empresa pode atender

Ou seja, procure saber quais segmentos de mercado geraram mais negócios. Assim, será possível definir em quais leads deverão ser investidos esforços maiores para que o negócio feche!

A melhor maneira de saber se a sua equipe está colocando energia nas contas certas é analisar dados das vendas que já foram fechadas. Algumas características que você pode olhar são: Tamanho da empresa, perfil do cliente, cargo do cliente, duração do ciclo de vendas, etc.

Agora que você já sabe como acelerar vendas, que tal saber como atrair mais clientes com o marketing de conteúdo?