Homem olhando para um gráfico

Como o Coaching pode impulsionar os resultados da sua empresa?

Ser empreendedor exige um constante desenvolvimento de estratégias para a sua empresa se destacar diante de um mercado cada dia mais exigente e competitivo. Nesse cenário, o Coaching surge como uma metodologia capaz de orientar esse processo de maneira planejada, assertiva e rápida.

Ser empreendedor exige um constante desenvolvimento de estratégias para a sua empresa se destacar diante de um mercado cada dia mais exigente e competitivo. Nesse cenário, o Coaching surge como uma metodologia capaz de orientar esse processo de maneira planejada, assertiva e rápida.

Para que o empreendedor esteja apto a impulsionar os resultados de sua empresa, o primeiro passo é saber onde ele e a empresa se encontram hoje. Posteriormente, para onde ele e a empresa desejam ir.

Como saber onde você e sua empresa estão?

Quem empreende sabe que a vida pessoal está diretamente ligada ao seu empreendimento. Por isso, o Coaching considera os dois aspectos da vida de cada cliente.

Para estabelecer o estado atual, faça a você mesmo algumas perguntas:

Qual a posição da minha empresa hoje no mercado em que atua?

Quais as minhas atuais ações para impulsionar os resultados da empresa?

Qual o meu faturamento atual?

É possível desenvolver ações que podem alavancar os números da empresa?

Quais são meus principais concorrentes?

O que eles fazem para o desenvolvimento de suas empresas?

Consciente desse cenário, torna-se possível iniciar um processo de atuação do Coaching na organização das ideias, na elaboração de um plano de execução e no encontro de métodos de avaliação dos resultados alcançados, buscando sempre o aperfeiçoamento.

Se você já definiu o cenário atual em que está inserido, o próximo passo é saber: onde quero chegar?

Se sua resposta é: estou disposto a impulsionar a minha empresa, meu novo projeto, minha ideia que ainda está no papel, o Coaching começa a fazer muito sentido para você e para o seu empreendimento.

5 passos para impulsionar os negócios

São 5 passos fundamentais para o empreendedor conquistar resultados extraordinários e impulsionar seus negócios:

1. Ter consciência de onde ele e sua empresa se encontram hoje e visualizar onde querem estar no futuro.

2. Ter clareza do objetivo. (Podem existir diferentes objetivos, mas deverão existir também diferentes planos de ação específicos para cada objetivo).

3. Estar ciente de que as metas estabelecidas estão de acordo com o modelo SMART (que explicaremos à frente) apresentado.

4. Validar a motivação do empreendedor e dos envolvidos com o objetivo.

5. Agradecer cada passo, cada ação conquistada.

Vamos te explicar cada um dos itens acima:

1. Qual é o seu objetivo?

Para responder a esse questionamento, algumas outras perguntas podem ser levantadas para servir de suporte:

A. Qual o meu sonho?

Quando acessamos nossos sonhos, conseguimos despertar aquilo que nos motiva, nos impulsionando a agir para que ele se torne realidade.

B. Diante do meu estado atual, como me imagino em meu estado desejado?

Refletir onde você está e onde você e sua empresa querem chegar é fundamental para traçar estratégias assertivas e coerentes.

Depois de responder a essas duas perguntas, o empreendedor deve se organizar para traçar um plano de ação para conseguir obter o sucesso e os resultados sonhados.

Agora, é a hora de definir as metas.

2. Mas, afinal, o que são metas?

As metas são como degraus que precisam ser escalados para que possamos subir passo a passo em direção ao objetivo.

São tarefas, atividades e ações específicas que devem ser temporais, ou seja, devem seguir um prazo determinado.

Por isso, estipular as metas de forma estratégica e cumpri-las dentro do prazo determinado são ações fundamentais para o alcance do objetivo.

3. Metas x objetivos: Qual a diferença?

Objetivo é a linha de chegada, o ponto a ser alcançado. E as metas são as tarefas/ações, realizadas em período determinado, para se conquistar o objetivo.

Vamos visualizar um exemplo claro que ilustra o que são metas e objetivo: Imaginemos que o objetivo de um empreendedor seja o crescimento de 25% da venda do produto “x”. Para impulsionar o número de vendas, algumas atividades, ações e tarefas devem ser executadas. Nesse caso, as metas escolhidas poderiam ser:

1. Contratar uma agência para desenvolver um layout mais atrativo para o site de vendas da empresa, estipulando o prazo de 30 dias.

2. Investir X% da verba de Outbound Marketing para a divulgação do e-commerce nas redes sociais e Google Adwords nos próximos 6 meses.

3. Investir X% da verba em Inbound Marketing nos próximos 12 meses.

4. Realizar um desconto pontual no dia “x”, promovendo a venda em maior volume.

5. Contratar em até 15 dias 2 vendedores externos para promoverem a venda direta do produto.

Nesse contexto, o empreendedor deve estipular como meta tudo aquilo que ele acredita que é fundamental para a conquista do objetivo principal.

E para que as metas estipuladas sejam válidas, alguns requisitos devem ser respeitados para a eficácia das metas no modelo SMART:

S: Específica (Specific)

Uma meta específica não possibilita ambiguidade de interpretação. Quanto mais específica for a meta, mais assertiva ela será e mais fácil de avaliar sua eficácia posteriormente.

Para auxiliar na definição se sua meta é específica, a ferramenta 5W2H pode ser muito valiosa:

What? (O que?), Why (Por que?), Who (Quem?), Where (Onde?), When (Quando?), How (Como?), How much (Quanto?).

M: Mensurável (Measurable)

Toda meta deve ser mensurável. Afinal, aquilo que é mensurável pode ser avaliado quanto ao sucesso e a eficácia. No entanto, quando a meta é imensurável, não será possível avaliar a assertividade das ações e nem mesmo saber se ela poderá ser alcançada.

Alguns questionamentos que podem auxiliar a definir se a meta é mensurável: Quanto custa? Quantos produtos/serviços devem ser vendidos? Quais as evidências de que ela foi atingida?

A: Alcançável (Attainable)

Uma meta não deve ser difícil demais para que desmotive e não deve ser fácil demais para não subestimar a capacidade e se obter o melhor resultado possível. A ideia é não superestimar a realidade para que não seja frustrante uma possível incapacidade de realização, mas também não menosprezar a capacidade de executar uma ação. O equilíbrio é sempre o melhor caminho.

Uma dica é se basear em ações já realizadas e buscar lançar desafios para melhorar o desempenho.

R: Relevante (Relevant)

Uma meta deve ser, obviamente, relevante para a impulsão dos resultados da empresa. O empreendedor deve avaliar o impacto que ela terá no desenvolvimento da empresa.

Algumas perguntas podem ser realizadas para visualizarmos se é ou não relevante o esforço para a realização da meta: haverá impacto no faturamento? No número de clientes? Na fidelização dos clientes?

A dica é verificar se aquela meta vai trazer o objetivo para mais perto ou se sua realização não trará impactos positivos para o empreendimento.

T: Temporal (Time-bound)

As metas devem ser temporais, sempre. Afinal, as metas são um passo a passo de um planejamento realizado para o alcance de algo maior, o objetivo. Por isso, ao final de toda meta elaborada, deve-se estabelecer o prazo para a realização daquela tarefa.

Ciente de todos os requisitos fundamentais para a elaboração das metas que se aproximarão do objetivo, outro fator imprescindível para que o empreendedor tenha sucesso e impulsione seus resultados é validar sua motivação e a da equipe envolvida com o processo.

4. O que te motiva para alcançar esse objetivo?

Quando falamos em motivação, estamos nos referindo aos motivos que nos levam a agir. Essa reflexão é importantíssima, uma vez que se não atribuirmos motivos para nossas ações, elas se tornam pouco relevantes e são executadas com pouca energia (ou simplesmente não são realizadas).

Podemos definir a equação: MOTIVAÇÃO = MOTIVO + AÇÃO.

E por que é importante verificar se o objetivo é de fato motivante? Porque cada dia mais as pessoas buscam realizar atividades que fazem sentido para elas.

Se não faz sentido, se não há um motivo, a ação será insatisfatória ou não será realizada. Um exemplo prático dessa equação é quando as empresas estabelecem comissionamento para bonificar uma equipe de vendas.

A bonificação é um motivo que reforça a ação de prospectar novas vendas. Obviamente, as pessoas não são motivadas apenas por dinheiro ou benefícios, mas também quando aquela ação tem efeito positivo em relação a seus valores e o seu objetivo de vida.

Um funcionário de vendas que verifica a sua importância social e sua contribuição para a melhoria da qualidade de vida de seu cliente ao concretizar uma venda, também pode suprir seus parâmetros de motivos para ação.

Portanto, independente dos motivos de suas ações, empreender exige motivação, planejamento, execução e agradecimento. Sim, agradecer também é necessário para a conquista de melhores resultados.

5. Agradecer é parte do sucesso

Todo empreendedor costuma ser exigente com seus resultados, desenvolvendo diversos planos de ação para a conquista de inúmeros objetivos, estabelecendo infinitas metas.

De fato, não existem limites quando o assunto é impulsionar, evoluir e desenvolver. No entanto, além de cobrar incessantemente por novas conquistas, o empreendedor deve agradecer e comemorar cada meta atingida.

É como se o agradecimento encerrasse um ciclo, causando um sentimento de “dever cumprido”.

Quando o agradecimento não existe, o empreendedor e os funcionários da equipe correm o risco de se sentirem incapazes, desmotivados e acreditando que nunca conquistam resultados positivos.

Lembre-se: cada meta concluída é um passo a mais em direção ao objetivo!

Portanto comemore! Seja através de um e-mail de parabenização ao funcionário que fez parte do processo, seja um happy-hour ao final do expediente para brindar o sucesso ou em uma festa de comemoração dos resultados de um setor da empresa.

Dessa forma, o empreendedor e seus liderados estarão sempre convictos de que suas ações são relevantes e úteis para o processo de desenvolvimento da empresa.

Agora que você já sabe como o coaching pode te ajudar a empreender melhor, confira nosso post sobre como definir metas alcançáveis!