Content Management System: saiba como fazer a gestão dos seus conteúdos!

Você já ouviu falar em CMS (content management system)? Com a consolidação do mundo digital,** as empresas precisam produzir e alimentar seus blogs e sites com conteúdos de qualidade.** É aí que esse sistema se transforma em um grande aliado do empreendedor contemporâneo.

Saber criar e gerenciar um blog nem sempre é uma tarefa simples. Na verdade, poucos empreendedores têm esse tipo de conhecimento e mesmo aqueles que dominam estratégias de marketing não gostam de perder tempo com tarefas meramente burocráticas.

Este post apresentará tudo o que você precisa saber sobre o CMS, ajudará a entender as razões para apostar nessa ferramenta e, claro, mostrará as melhores opções do mercado. E aí, vai perder a oportunidade de sanar todas as suas dúvidas sobre o assunto em poucos minutos?

Continue com a leitura e aprofunde seus conhecimentos!

O que é CMS?

Vamos iniciar este conteúdo falando sobre o conceito do CMS, sigla para Content Management System. Analisando o termo em inglês e traduzindo-o para o português, podemos dizer que estamos nos referindo a um sistema de gerenciamento de conteúdos. Mas, afinal, o que é isso?

Apesar de ser um grande recurso para as empresas, entender o que é um CMS não é uma tarefa complexa. Na verdade, ele nada mais é que uma plataforma que simplifica a gestão de blogs corporativos.

Para usuários não-técnicos, fazer esse gerenciamento sozinho pode demandar muito tempo e inúmeras habilidades. Afinal, armazenar, organizar e publicar artigos na web exige alguns conhecimentos e ter a ajuda dessa tecnologia é uma grande vantagem.

Portanto, de maneira simplificada,** o sistema de gestão de conteúdos ajuda o gestor a organizar o blog da empresa****sem a necessidade de contratar um desenvolvedor**. Com ele, você poderá publicar, organizar e manter esse ambiente virtual sempre atrativo e completo.

Ter um content management system é mesmo importante?

Em tempos de crise é comum que os gestores cortem gastos para assegurarem um bom nível de competitividade aos negócios. No entanto, é sempre bom enfatizar que existem gastos que podem ser considerados verdadeiros investimentos — esse é o caso das ações de marketing.

Seja qual for o tamanho de seu negócio, deixar de lado estratégias de marketing não é uma escolha inteligente. A ideia é relativamente simples: se o mercado está desaquecido e o consumidor mais exigente, é preciso se esforçar ainda mais para atraí-lo e convencê-lo a se tornar um cliente fiel.

Dentro dessas estratégias,** o marketing digital é uma grande força para as empresas que pretendem se destacar em meio a tantos concorrentes**. Mas, isso deve ser feito com muito profissionalismo e dedicação.

Em outras palavras, não basta criar um blog e deixá-lo esquecido ou alimentá-lo com conteúdos pouco relevantes e distantes das práticas de SEO. Você só conseguirá uma boa colocação se apostar em técnicas eficientes para isso.

Especialmente em negócios que possuem mais de um usuário alimentando essas redes de maneira periódica, é essencial contar com o auxílio de uma tecnologia.

Desse modo, não há como negar a importância de contar com um CMS. Essas plataformas fazem todo o trabalho burocrático da gestão de conteúdos e tornam a sua atuação digital muito mais efetiva. A tarefa agora é de criar o conteúdo.

Quais os prós e contras de um sistema de gestão de conteúdos?

Até esse ponto do post, já podemos afirmar que o marketing é essencial para as empresas contemporâneas. As ações desenvolvidas no meio virtual estão em harmonia com o novo perfil de consumidor — muito mais conectado.

Porém, caso você ainda esteja em dúvidas sobre a maneira ideal de gerenciar todo esse conteúdo que será produzido para o blog, selecionamos os prós e contras de investir em um CMS.

Continue atento às informações seguintes e tire suas conclusões!

As vantagens de ter um CMS

Começando pelos pontos positivos, é interessante que você avalie com atenção o que será apresentado a seguir. Conforme mencionamos, gerenciar um blog sozinho pode demandar muito do seu tempo e os empreendedores de sucesso devem saber aproveitar os benefícios dos recursos tecnológicos à sua disposição. Acompanhe:

  • reduz gastos com programação de recursos para gestão de conteúdos;
  • descentraliza a responsabilidade sobre a atualização de conteúdos, dispensando conhecimento técnico para isso;
  • permite o acompanhamento de estatísticas e facilita a tomada de decisões;
  • reduz tempo gasto com definições de layout e configurações do site, visto que esses detalhes já estão pré-configurados;
  • conta com inúmeras funções, como mecanismos de busca, calendários e webmail;
  • liberdade para gerenciar seu blog de onde estiver, bastando o acesso à internet, por meio de um computador, notebook ou smartphone;
  • auxilia na padronização das postagens, respeitando o layout básico de seu site.

As desvantagens de utilizar um CMS

Toda decisão dentro de uma empresa deve ser pautada em uma análise minuciosa dos prós e contras. Por isso, conhecer os possíveis pontos negativos de investir em um sistema de gerenciamento de conteúdos é muito importante:

  • menos liberdade de criação do layout, já que os modelos estão pré-concebidos;
  • existência de limitações e restrições do modelo existente, como a possibilidade ou não de inserir elementos externos;

Assim sendo, observando essas desvantagens, podemos concluir que estão relacionadas à padronização que o sistema impõe. Como ele já traz configurações básicas para o blog, elas limitam (em certo ponto) a sua aparência final.

Ainda assim, é interessante destacar que isso não significa que não se pode realizar alterações nas configurações padrões. Existem inúmeras possibilidades de personalização do blog, porém elas possuem suas limitações.

Quais as plataformas mais populares do mercado?

Graças a tantas vantagens,** os sistemas de gestão de conteúdos estão se popularizando** e, atualmente, é possível encontrar inúmeras opções no mercado.

Se você gostou da ideia de simplificar e qualificar o gerenciamento do blog de sua empresa, terá à sua disposição bons recursos para escolher. Veja aqueles que mais se destacam, por serem completos, eficientes e extremamente úteis no dia a dia corporativo.

WordPress

Esse é o campeão do mercado. Trata-se de uma plataforma gratuita (exigindo apenas o custo com hospedagem do site) em que é possível usufruir de mais de 45 mil plugins, o que torna a personalização do blog muito mais simples.

Fácil de instalar e de utilizar, esse sistema não exige um funcionário com conhecimento em programação de sites. Na verdade, a tarefa pode ser executada por qualquer um de maneira simples e rápida.

Joomla!

Outra excelente opção de plataforma, o Joomla! também é gratuito e conta com muitas opções de personalização. Além disso, ele possui um sistema de segurança apurado, contando com um sistema de autenticação em duas etapas.

Outro detalhe interessante é que esse sistema possui recursos que possibilitam que o blog seja transformado em um e-commerce com facilidade, o que pode ajudá-lo bastante a entrar de vez no mercado virtual.

O que analisar ao escolher o sistema ideal?

Para finalizar este post e assegurar que ele fique completo e seja realmente útil para você e para sua empresa, reunimos os critérios que não podem deixar de ser analisados ao pesquisar e escolher o sistema ideal.

Conforme você verá, esses detalhes são cruciais e fazem toda a diferença no cotidiano da empresa. Acompanhe:

Preço da ferramenta

O preço de um recurso é sempre um fator a ser analisado. Afinal, estamos falando de gastos e a ideia é que isso seja minimizado ao máximo sem comprometer a produtividade do negócio. Lembrando que as duas** plataformas mais famosas do mercado são gratuitas**.

Facilidade em publicar conteúdos

Durante todo o post falamos que o CMS torna a gestão de conteúdos mais simples. Portanto, é imprescindível que ele torne a ação de publicar conteúdos mais rápida e menos burocrática. Esse detalhe faz toda a diferença para a manutenção de um blog atualizado e atrativo.

Controle de fluxos

Não há como deixar de analisar se a plataforma escolhida facilita o controle de fluxos no seu blog. Ou seja, o sistema ideal deve informar o número de acessos, as interações e inúmeros outros dados relevantes para que você conheça e acompanhe os passos de seu público dentro do site.

Acesso de mais usuários

Se o sistema apenas permite que um usuário acesse e faça o gerenciamento do conteúdo, é sinal de que ele pode não ser tão eficiente e útil em seu dia a dia. O ideal é que várias pessoas possam ter acesso a essa plataforma e consigam contribuir para um blog mais ativo.

Conseguiu sanar todas as suas dúvidas sobre o CMS? Conforme ficou demonstrado, ter o auxílio de um content management system pode ser o divisor de águas para que sua empresa atue com qualidade no mundo virtual. Lembre-se de que ter um blog é uma decisão inteligente, mas é preciso gerenciá-lo com cuidado e profissionalismo. Por isso, essa tecnologia pode ser sua grande aliada.

Quer aprender mais sobre o assunto? Conheça os cursos da Universidade Rock sobre blogs corporativos!

Universidade Rock Content.

comments powered by Disqus