Afinal, quais são as características de um profissional diferenciado?

Afinal, quais são as características de um profissional diferenciado?

3 características que farão toda a diferença na sua carreira profissional. Destaque especial para a 3a

Dando continuidade aos artigos 3 passos para alcançar a felicidade no trabalho e 5 dicas para escolher a carreira ideal para você, hoje eu gostaria de me aprofundar no tema: qual a definição de um profissional que se destaca?

Na grande maioria dos casos, os profissionais se resumem a executar basicamente as mesmas tarefas todos os dias, com o comportamento interessante de demonstrar nas redes sociais uma grande felicidade na 6a feira e um certo trauma com a 2a. Nesse caso, basicamente o melhor profissional é aquele que consegue executar mais vezes aquela tarefa em um determinado período de tempo.

Porém, se você está lendo o Saia do Lugar, duvido que seu objetivo seja simplesmente repetir as mesmas tarefas, da forma mais eficiente o possível, pelo resto da vida. Se ainda não é, aposto que você tem a intenção de ser um líder profissional.

No caso do líder, além do que já passamos como as características de um líder, ele possui uma boa capacidade de resolver problemas inesperados, apelidados carinhosamente de pepinos.

Porém, considerando que temos um perfil focado em empreendedores, imagino que além de ser eficiente nos processos e resolver os queridos pepinos, você queira ir ainda mais longe e inovar, seja através de novas maneiras de entregar as tarefas ou na criação de novos produtos/serviços.

Portanto, em termos bem simplistas, a definição de um profissional destacado é: aquele que consegue executar tarefas de forma eficiente, resolver problemas inesperados e inovar.

Se hoje você já se considera um profissional destacado em todas essas áreas, meus parabéns! Se o objetivo é ser ainda melhor, seguem algumas dicas de como desenvolver essas características.

Como se diferenciar no mercado

Muito importante estar sempre antenado

Capacidade de comunicação
Uma coisa é fato: ninguém chega muito longe sozinho. Por isso, entender a necessidade das pessoas, se comunicar de forma clara e conseguir vender suas ideias, uma comunicação clara é um diferencial essencial para que seu trabalho eficiente seja bem visto por outras pessoas, seja seu chefe, seu colega, seu funcionário ou seu cliente.

Para se aprofundar em como desenvolver essa característica, recomendo 2 artigos:

Dentro dessa área da comunicação, vale a pena enfatizar a importância de um bom inglês. Além dos estudos, em que vemos muito material bacana ainda sem tradução para o português, provavelmente em algum momento da sua carreira será necessário conversar com gringos.

Logicamente fazer um curso de inglês ajuda bastante, mas convenhamos que é o tipo de coisa que só se aprende mesmo na prática. O que eu fiz e recomendo é juntar uma grana pra ficar um tempo no exterior, aí sim você aprenderá inglês de verdade.

Uma empresa que sei que é especializada nesse tipo de intercâmbio é a Kaplan International. Além dos Estados Unidos e Inglaterra, eles têm pacotes para diversos outros países de idioma inglês.

Se você tem interesse em juntar o útil ao agradável na hora de aprender inglês, veja mais aqui.

Quem tem boca vai a Roma. Quem tem curiosidade vai a qualquer lugar
Um pensamento razoavelmente popular é de que só se destaca quem tem berço de ouro e acesso sempre às melhores escolas. Apesar disso fazer certo sentido, existem diversas exceções para mostrar que não é bem assim.

Se pararmos para pensar, quantas vezes não vemos casos como o do Pipoqueiro Valdir que mesmo saindo literalmente da roça consegue se destacar e ganhar R$8 mil mensais?

Pelo outro lado, vai dizer que não é razoavelmente comum ver pessoas que têm “tudo” e são profissionais acomodados e preguiçosos?

Pois é, nesse caso, é óbvio que os recursos ajudam, mas o que mais faz diferença é uma postura de eterna curiosidade, de quem quer aprender mais e ir além. Ao invés de usar “Não tenho algo” como desculpa para ficar parado, crie um plano para conseguir o que você precisa e dê um jeito de chegar lá.

Se você tem curiosidade, você tem tudo o que você precisa.

Resiliência. Muita resiliência
Para quem não conhece, resiliência é um termo emprestado da física que reflete a característica de alguém sofrer muita pressão e ter a capacidade de seguir em frente, sem surtar.

Convenhamos que em geral, as coisas não estão fáceis pra ninguém, pra quem quer ir mais longe, aí é mais difícil ainda. Por isso ter essa capacidade de continuar indo atrás da sua curiosidade enquanto outros desistiriam é o que vai te fazer chegar onde os outros não chegam.

Como diria Gandhi “No início irão te ignorar, depois rirão de você, depois lutarão contra você. Depois disso, você vence”.

Para se aprofundar no tema, ninguém melhor do que nosso querido Rocky, o maior exemplo de resiliência do cinema: 7 dicas de Rocky Balboa para continuar lutando.

Conclusão: Talento é superestimado, sair do lugar é o que faz a diferença
Como falei, fora a questão da curiosidade, que é muito mais uma coisa que vem de dentro, você pode desenvolver todas as outras habilidades.

Dificilmente o sucesso vem do dia pra noite, normalmente um profissional destacado leva anos até chegar num nível de excelência. Por isso, se hoje você ainda não se considera um profissional destacado, bote um pouco dessa sua resiliência em prática e faça seu trabalho, um dia o resultado virá.

Abraços,
Millor Machado (curioso, comunicador e resiliente)