a jornada do herói - homens conversando

A jornada do herói: como ser um empreendedor social

Ficou interessado em fazer a jornada do herói? Veja um pouco mais sobre como ser, efetivamente, um empreendedor social de sucesso!

Ser um empreendedor social é mais do que abrir o próprio negócio, significa colocar em prática uma ideia que beneficie a sociedade em geral, sem que deixe de ser lucrativa. No caminho, há muitas dores a serem enfrentadas, como a dificuldade em dar o primeiro passo e vencer os obstáculos. Porém, ao seguir a jornada do herói é possível superar as lutas e colher os benefícios.

Elaborada a partir dos estudos de mitologia e religião do norte-americano Joseph Campbell, essa jornada se divide em 3 fases distintas de evolução. Ao completar todas elas, você terá atingido o objetivo de mudar a forma como a sociedade funciona.

Ficou interessado? Veja um pouco mais sobre como ser, efetivamente, um empreendedor social de sucesso!

A partida rumo à mudança

Se você fizer uma ligação mesmo com os dos quadrinhos, todo herói vivia uma vida considerada comum até que aconteceu algo que levou à mudança. Com o empreendedor social acontece algo muito parecido ao seguir a jornada do herói.

É bastante comum que o indivíduo sequer reconheça o problema da sociedade em primeiro lugar. Dentro da sua própria bolha de existência, ele ainda não identificou que a sociedade precisa melhorar em determinada área.

Em algum momento, ele descobre que existe algo a ser feito. Porém, há a resistência inicial. “Será que sou a pessoa indicada para fazer essa tarefa?” é um questionamento comum.

A resistência do começo, entretanto, é vencida quando ele acredita que cabe, sim, a ele mudar questões que considera importantes. A partir do encontro de quem possa ajudá-lo, ele passa para o início dos testes e das considerações que ajudam a construir a solução.

A iniciação rumo a novos pontos

Vencer o status quo não é fácil. Criar uma solução que seja lucrativa e relevante para a sociedade exige um trabalho árduo, e é assim que começa o ato do herói em busca da sua iniciação no mercado e de atuação.

Nesse momento, é necessário passar por provações diversas. Talvez você tenha que enfrentar a burocracia, fazer um investimento ou lidar com dificuldades no caminho da construção. Isso é natural e fortalece os princípios de atuação.

Ao mesmo tempo, é necessário aproximar-se de outras pessoas para conseguir chegar ao êxito com a ação. Isso leva aos primeiros resultados, mas logo vem uma provação difícil e traumática do processo.

Isso pode acontecer quando você não consegue lucrar tanto quanto o esperado ou quando a concorrência age de modo a prejudicar seus planos iniciais.

Sendo um empreendedor social, essa provação certamente acontecerá, mas com a devida estruturação e planejamento, é possível vencer e chegar à recompensa. Nesse caso, é o estabelecimento da sua solução que começa a gerar os primeiros efeitos desejados.

O retorno e a continuidade da jornada

A sua missão não acaba nesse momento. É preciso consolidar seus resultados e isso vem na forma de retorno do herói. É hora de voltar ao mundo comum, mas agora com mais conhecimento e experiência e de posse das mudanças que aconteceram.

Nesse momento, há o desafio de retorno, que pode ser ainda mais difícil do que a provação traumática. Ele exige que todos os conceitos sejam devidamente aplicados para superar mais essa adversidade.

Um exemplo é quando a empresa cresce e precisa se tornar sustentável ou quando a solução deixa de ser novidade e deve se consolidar como um hábito.

Vencido esse desafio, você, enquanto empreendedor social, tem a chance de aplicar esses conhecimentos em novas áreas ou transmiti-los para que mais pessoas transformem a sociedade. Essa parte é importante para que os esforços não sejam pontuais e, efetivamente, gerem uma onda de outras mudanças.

Depois de descobrir mais sobre a jornada do herói, aproveite e se aprofunde no conceito de empreendedorismo social. Leia nosso post e descubra o que você precisa saber!