Fundamentos de negociação

5 fatores essenciais para uma negociação de sucesso

Utilizamos a negociação constantemente em nossas vidas, aprender a utilizá-la de maneira mais eficiente pode trazer excelentes resultados no dia a dia

O artigo de hoje foi escrito pela autora convidada Jessica Lopes. Jessica é formada em Administração, tem experiência com projetos, estratégia e novos negócios e escreve no portal Oficina Inovadora

Definição: Negociar é a arte de encontrar e conciliar um conflito em um único resultado, ou seja, um processo de comunicação com o objetivo de alcançar uma decisão conjunta.

Você pode não reparar, mas estamos constantemente negociando, seja no âmbito pessoal, na família, no trabalho, em ambientes políticos, comerciais, gerenciais, entre outros.

Por estar constantemente presente no cotidiano das pessoas, é praticamente incoerente que alguém diga que não gosta de negociar. O fato das pessoas exclamarem que não gostam de negociar está em sua maioria ligado ao consciente negativo relacionado à palavra negociação, onde muitos atrelam com tirar vantagem, passar por cima do outro ou ser antiético.

Negociar é a maneira com que chegamos a um senso comum várias vezes durante o dia e em sua origem não tem nada relacionado a tirar vantagem do outro. Gostando ou não de negociar, a pergunta correta a se fazer é: você sabe negociar?

Os 5 fatores para uma boa negociação

  • Objetivo

A definição dos objetivos é algo a ser tratado na primeira instância da negociação. Quais são os motivos e as razões que te levaram para aquela negociação? Conhecendo o seu objetivo e o objetivo dos outros participantes você poderá estabelecer a sua estratégia.

  •  Prioridade

Dentro de uma negociação podem estar presentes diversos objetivos pessoais. Defina qual a sua prioridade, o que você não pode abrir mão. Na questão de prioridade também está relacionado a questão do prazo. Além do objetivo, qual o tempo máximo para você obter o resultado?

  •  Análise do quadro geral

Este ponto diz respeito ao quanto o participante conhece da situação. O levantamento de informações sobre o tema, os participantes e os fatores da negociação podem ser úteis para a construção de argumentos decisivos.

  •  Comunicação

Ao conhecer o outro participante, é importante que seja estabelecido um plano de comunicação. Além de saber se comunicar, falar bem, é necessário se fazer entender pelo outro. Análise as informações e decida como você irá transmiti-las. Um discurso cheio de palavras difíceis em determinadas situações podem estragar uma negociação.

  •  Ética

Sim, ética. A negociação não é um jogo onde um ganha e outro perde, mas sim uma maneira pacífica de chegar um objetivo razoável para todas as partes. A falta de ética pode levar uma negociação ao fracasso ou fazê-la recomeçar do zero. Sem contar que pode excluir uma pessoa ou uma empresa do mercado.

Conclusão

A negociação é algo intrínseco ao ser humano. Estamos negociando para sempre buscar algo melhor para todos. Reflita sobre estes cinco pontos e tente usá-los na sua próxima negociação, nem que seja sobre o último pedaço de bolo.

Nota do editor: Particularmente gosto de um modelo chamado Negociação Baseada em Princípios, que engloba bastante esses pontos trazidos pela Jessica. Para se aprofundar nesse tema, recomendo o artigo Técnicas de negociação que facilitarão sua vida.

P.S.: Créditos da imagem Shutterstock

  • SEBASTIAO

    Olá,gostei Muito Deste Artigo,Afinal Nossa Vida É Uma Intensa Negociação,Seja No Trabalho
    No Dia A Dia E Em Familía,Estamos Sempre Negociando….Muito Bom!!

    http://digitalplanodemarketing.com/plano-de-marketing-pronto/

    • Letícia Abrantes

      Obrigada pelo feedback, Sebastião! A vida realmente é uma eterna negociação 🙂