Erros comuns no marketing online

5 erros comuns que os negócios offline cometem na internet

Erros comuns que podem ser facilmente evitáveis e te trazer ótimos resultados na internet

O artigo de hoje foi escrito por Dena Enos, Vice-presidente de Marketing da LogoMix, uma plataforma self service para pequenas empresas que oferece serviços de marketing e desenvolvimento da marca

Com tantos aspectos de nossas vidas, desde o profissional até o social, migrar para a Internet é surpreendente para muitos donos de negócios, que continuam a considerar secundária a estratégia online como parte de seus planos de crescimento. Para muitos de nós é um desafio equilibrar este componente adicional com as demandas diárias da gestão de uma empresa.

Mas colocar esta parte crítica da administração de um negócio bem-sucedido em segundo plano pode diminuir significativamente suas perspectivas de desenvolvimento. Não fique ainda mais para trás das tendências. Evite estes 5 erros comuns cometidos todos os dias por empresários e melhore imediatamente sua trajetória de crescimento do negócio.

1. Não ter um website
Um website profissional tenha ele 3 páginas ou 3.000 é a peça central de sua estratégia de marketing online. Há uma grande variedade de opções em termos de preço, facilidade de uso e sistemas de gerenciamento de conteúdo para começar um novo site, incluindo nomes conhecidos como a Locaweb com o Criador de Sites 2.0. Um site é importante para qualquer negócio offline porque os potenciais clientes estão cada vez mais fazendo suas pesquisas e tomando decisões com base nas informações que encontram online.

Com o seu próprio site você produz informações com autoridade sobre seu negócio, em vez de terceirizar esse serviço abrindo campo para fontes potencialmente não confiáveis. Coloque no site o logotipo da empresa, a localização e outros detalhes que precisam ser notados, tais como serviços e os produtos mais vendidos visando mostrar o seu negócio para novos potenciais clientes. Para reforçar seu novo site como parte integrante de seu negócio, crie um novo lote de cartões de visita com seu endereço na Internet destacado com uma fonte maior. Cada vez que você distribuir um cartão de visita, uma nova pessoa conhecerá sobre o seu site.

2. Não responder os comentários online
Como uma orgulhosa ex-empregada de TripAdvisor, eu entendo muito bem a tremenda influência que as opiniões online têm sobre os potenciais clientes. O conteúdo desses comentários pode impulsionar um negócio da noite para o dia ou forçá-lo a fehar as portas com o passar do tempo. Quando os proprietários dos hotéis me perguntavam qual o segredo para administrar suas avaliações em TripAdvisor (frequentemente eu os contatava quando eles faziam sua afiliação ao site), eu gostava de dizer com franqueza: “responda honestamente”.

Avaliações online são a oportunidade de se envolver com os clientes e manter uma conversa. Se você tiver sorte de receber excelentes críticas, estenda a mão e agradeça ao cliente. Se você receber um comentário negativo em um site de resenhas como Yelp ou Reclame Aqui , responda com desculpas e se ofereça para fazer as coisas corretamente da próxima vez que eles retornarem a seu estabelecimento. Seja honesto sobre o que contribuiu para uma má experiência e assegure que nunca vai acontecer de novo. Os potenciais clientes irão apreciar a franqueza e entender que até mesmo as melhores empresas passam por dificuldades.

3. Não gerir informações do negócio no Google Local
O Google Local deve ser visto como uma extensão do seu próprio site. É preciso de poucos minutos para inserir conteúdo que pode ter um tremendo impacto sobre a forma como sua empresa será listada e exibida nos resultados de pesquisa do Google. Quanto mais conteúdo valioso você fornecer através da interface criada especificamente para empresários, mais profissional e confiável seu negócio irá parecer para potenciais clientes.

Informe seu endereço comercial, insira o logotipo de sua empresa, fotos do negócio, tais como imagens da loja, amostras dos produtos ou mesmo uma foto de sua equipe no local de trabalho. Esses toques pessoais e profissionais vão tornar seu negócio memorável e mais atraente para o público online.

4. Não se aproveitar da mídia social
Você não precisa de uma complexa e totalmente integrada estratégia de mídia social a fim de se envolver com seus clientes em um local onde eles já estão tendo conversas com amigos e familiares. Crie uma página para sua empresa no Facebook e incentive seus clientes a clicar em “curtir”. Cada vez que postar novos conteúdos, como uma oferta por tempo limitado, as pessoas que curtiram sua página irão receber uma atualização em sua News Feed. Faça a página com o perfil de sua empresa no Facebook parecer ainda mais profissional apresentando o logo da companhia e criando um imagens para cobrir os padrões do Facebook com o logo e o design de sua empresa.

5. Não fazer o básico do SEO
Search Engine Optimization, ou simplesmente SEO, é a forma de melhorar os resultados de sua empresa nos principais motores de busca como Google, Yahoo e Bing. SEO refere-se especificamente aos resultados apresentados do lado esquerdo. Esses são os resultados da pesquisa não-pagos, geridos de acordo com a qualidade do conteúdo do site. Ao contrário dos que são colocados no lado direito, definidos por pagamento.

Você não precisa ter um especialista em SEO em casa para implementar o básico e, muitas vezes o mais importante, colocar os princípios de SEO em seu site. Concentre-se na criação de conteúdo exclusivo e atualizado regularmente para seu site. Isso vai ajudar a estabelecê-lo como uma autoridade em seu segmento.

Além disso, certifique-se  que as cinco mais importantes páginas de seu site tenham títulos descritivos. A tag <title> e descrições meta (meta description), a <meta> tag, no código. Seu título da página não deve ter mais de 55 caracteres em comprimento e prover uma visão do conteúdo da página. Sua descrição meta não deve ir além de 150 caracteres e oferecer uma breve frase fornecendo mais detalhes sobre o conteúdo da página. Quando lidos juntos, o título <title> e a tag <meta> devem dar ao cliente potencial uma imagem clara das informações que ele irá encontrar na página antes de clicar no link.

Obs.: Créditos da imagem Shutterstock