bom ambiente de trabalhocrise econômica.

">

25 dicas para garantir um bom ambiente de trabalho

Aprenda com as nossas dicas e torne o seu escritório um bom ambiente de trabalho para que os seus funcionários produza bons resultados!

Estamos todos em alvoroço com as possibilidades trazidas por uma crise econômica.

Palestras motivacionais falam na necessidade constante de inovação, e empresas cortam recursos básicos, como comunicação e contratação, para se dedicar ao desenvolvimento de novos produtos e serviços.

Porém, não podemos nos esquecer de itens fundamentais para o crescimento de um negócio.

Para cultivar o crescimento saudável e bem-sucedido de uma empresa, você precisa de colaboradores felizes.

E para alcançar este grau de satisfação entre seus sócios e times, um dos fatores essenciais é um ambiente de trabalho excelente.

Mas o que podemos definir como um bom ambiente de trabalho?

Aprenda com as nossas dicas e torne o seu escritório um lugar ideal para produzir bons resultados!

O que é um bom ambiente de trabalho?

Você certamente deve estar imaginando os famosos escritórios da Google ou da Lego, repleto de brinquedos, buffets deliciosos para a pausa do lanche e partidas lendárias no videogame  de última geração.

Desejamos todos voltar à nossa infância enquanto entregamos resultados exponenciais!

O primeiro ponto que gosto de frisar ao falar sobre ambientes de trabalho é sobre a real finalidade de ter um: fazer com que as pessoas envolvidas nesse ambiente consigam produzir o seu melhor trabalho.

Sem isto, poderíamos enviar todos os nossos colaboradores para fazer home office, contando com a sua disciplina e economizando com o auxílio transporte.

Colocar um mesa de ping-pong, um vídeo-game e encher o escritório de puffs e almofadas apenas para tornar o escritório mais “descolado” simplesmente não adianta nada se não tivermos um ambiente de colaboração e equipes em sinergia.

Caso contrário, você apenas terá transformado seu escritório em um fliperama, onde os colaboradores apenas desejam se divertir e não estão preocupados com os resultados do próprio time.

A grande questão aqui é que não existe apenas um “ambiente ideal”.

O melhor ambiente deve ter elementos que a maioria das pessoas presentes nele valorizem e, a partir disso, conseguirão de fato alcançar o máximo de sua produtividade.

Estes elementos não são apenas materiais: às vezes, tudo o que um time precisa é de um estímulo maior à interação com os colegas.

Um colega com transtornos emocionais pode estar precisando de acompanhamento psicológico e descontando em toda a equipe.

Um colaborador pode não estar entregando bons resultados simplesmente porque não tem se alimentado bem.

Mudanças físicas simples, como regular a temperatura e a organização da mesa, até mudanças radicais na cultura da empresa, podem tornar uma empresa um ambiente melhor para ser frequentado por horas a fio de concentração e dedicação.

Por isso, prestar atenção aos pequenos fenômenos pode ser substancial para reter colaboradores e potencializar equipes.

Se você tem observado inadequações na sua equipe e oscilações nos resultados, é hora de ativar o alerta.

Abaixo, nós, do Saia do Lugar, selecionamos 25 dicas essenciais para manter um bom ambiente de trabalho.

Pronto para inovar da maneira mais simples possível e engajar o seu time nas metas de sua organização? Lá vamos nós!

1. Contrate as pessoas certas

As pessoas que você contrata serão aquelas que adicionarão personalidade para o seu ambiente de trabalho.

Por isso, tenha certeza de que, ao contratar colaboradores, você está sendo profissional e contribuindo para um ambiente de trabalho positivo.

Afinal, como diz o ditado, basta uma maçã podre para estragar toda a cestada.

Converse atentamente com os candidatos nas etapas de seleção e considere conversar com antigos empregadores.

Em alguns casos, seu candidato apenas precisa de uma segunda chance para brilhar!

2. Deixe as pessoas tóxicas irem embora

Uma má atitude pode influenciar a performance de um dia inteiro.

Já imaginou como fofocas, comentários maldosos ou mesmo o mau-humor intempestivo de um funcionário podem afetar os demais membros da equipe?

Afinal, estamos lidando com seres humanos, repletos de emoções e sentimentos.

Caso um colaborador tenha agido mal em uma situação especial, sente-se para conversar com ele e verificar o que está acontecendo.

Alerte sobre o mau comportamento. Porém, se as más atitudes já se tornaram rotina, vale rever a posição do colaborador na empresa.

Fazer demissões é uma tarefa difícil, mas gera grandes impactos em toda a organização.

3. Certifique-se de uma boa iluminação

Uma má iluminação pode causar problemas de vista, e a saúde de seus colaboradores é essencial para um ambiente harmônico.

Por isso, assegure que o seu espaço receba iluminação natural, garantindo um pouco de vitamina D para seus times, e que as lâmpadas façam uma iluminação mais agradável de todo o ambiente.

Abra as janelas para a entrada de ar  fresco: todos nós precisamos de contato com o mundo lá fora.

Não faça com que seu escritório seja um ambiente hermético: forçar o isolamento pode ser tão prejudicial para a concentração do colaborador quanto a situação contrária.

4. Tenha um espaço para relaxar

Providencie um espaço separado para que seus colaboradores possam descansar.

Todos nós precisamos de intervalos e de diferentes formas de interação social.

Um espaço com mesas para o café, sofás confortáveis, uma máquina de café ou mesmo uma piscina de bolinhas podem tornar o ambiente de trabalho mais estimulante.

Apenas se assegure de que este ambiente seja especialmente destinado para uma boa conversa e não atrapalhe quem está trabalhando!

5. Criação de um espírito de equipe

É comum encontrar relatos de clientes que compram um produto ou serviço que chegou até ele graças a vários outros pequenos trabalhos.

Separadamente, estes trabalhos podem significar pouco. Porém, em conjunto, eles conseguem de fato gerar valor e mostrar a competência de uma equipe.

Por isso, é muito importante se ater aos detalhes!

Empresas com duas pessoas ou mais conhecem muito bem essa realidade: o trabalho de uma pessoa interfere diretamente no trabalho das demais.

Quanto melhor for a integração entre as pessoas do time, melhor o resultado final, seja o trabalho destinado a pequeno, médio ou grande cliente.

Essa integração começa com regras bem colocadas sobre como as pessoas podem interagir e se comunicar.

Por exemplo, criar algumas regras e diretrizes para comunicação interna pode ajudar:

  • Caso precise interromper uma pessoa, chame-a educadamente. Se ela falar “me chama daqui 5 ou 30 minutos”, não se sinta menosprezado.  Nem sempre é legal perder a linha de raciocínio;
  • “Sem mi-mi-mi” é um dos nossos valores, ou seja, feedbacks acontecem sempre e de maneira totalmente franca, pois assim conseguimos uns nos ajustar aos outros. Ao invés de reclamar, proponha soluções e se comprometa com melhoras!

Por fim, mas também essencial, pessoas que trabalham bem juntas são pessoas que se conhecem e que, muitas vezes, são amigas.

Portanto, churrascos (ou qualquer tipo de festa) periódicos, happy-hour’s e aquele vídeo-game depois do expediente ou mesmo almoços são sempre ótimas oportunidades para a equipe se unir ainda mais.

6. Disponibilize quadros e post-its

Post-its são reconhecidos por serem utilizados em ferramentas como o Canvas e em dinâmicas de inovação.

Dispôr quadros, blocos e quadros-negros para que seus colaboradores possam se organizar é uma forma de tornar o ambiente mais colaborativo e de incentivar brainstormings em equipes.

Além disso, essas são ótimas ferramentas para que seus times organizem visualmente o que estão fazendo.

Canetas e outros recursos coloridos de papelaria incentivam a criatividade!

7. A importância do conforto

Deixar as pessoas escolherem as próprias mesas e cadeiras torna o ambiente mais aconchegante e estimula amizades.

Deixe que seus colaboradores tragam mantas, blusas e caixas de chá,desde que estes itens não atrapalhe os colegas.

Verifique atentamente a ergonomia do ambiente de trabalho para evitar problemas de saúde!

8. Encoraje a personalização

Dar a cada colaborador o espaço e a liberdade de customizar a própria área é uma maneira de tornar o ambiente de trabalho mais leve.

Afinal, cada membro de seu time tem uma história para contar.

Além disso, itens pessoais fazem com que as pessoas se lembrem de sua vida além do trabalho.

Este recurso pode ser poderoso em dias difíceis.

9. Organize almoços e lanches coletivos

Uma maneira simples de melhorar o relacionamento de sua equipe de uma forma mais natural são as refeições coletivas.

E você não precisa gastar muito dinheiro para isso: às vezes, uma pizza no final do expediente já motiva mais gargalhadas e interações entre as pessoas.

Lembre-se de incluir opções para quem tem restrições alimentares!

10. Faça com que seus colaboradores se sintam livres

Não há nada pior do que sentir-se preso.

Algumas vezes, sentar-se na mesma cadeira por horas a fio pode ser cansativo, e isto irá influenciar diretamente na produtividade de seu colaborador.

Por isso, faça com que seu time se sinta livre para ir até a copa tomar um café fresquinho, sentar-se nas áreas de convivência e controlarem a própria rotina, desde que entreguem os resultados em dia.

Diferentes metabolismos operam de diferentes maneiras.

11. Cuide da saúde de seu time

Criar um ambiente de trabalho que dá ênfase à saúde é um dos melhores caminhos para o sucesso.

E não estamos falando somente em saúde física: a saúde mental é essencial para que seus colaboradores saibam lidar com situações de crise, por exemplo.

Um dia especial com sessões de meditação, yoga ou ginástica laboral podem diminuir o stress e causar impactos positivos nos níveis de satisfação com a empresa.

12. Não sobrecarregue seus colaboradores

Uma das maiores queixas apresentadas em demissões é acúmulo de funções, na qual um colaborador cumpre o papel de duas ou mais pessoas.

É crucial que você não delegue mais atividades que os seus colaboradores possam aguentar. Evite a sobrecarga.

13. Seja transparente

De promoções a mudanças nas operações da empresa, os colaboradores precisam trabalhar de maneira aberta e franca.

Encoraje seus colaboradores a participar e tomar consciência da atual situação da empresa, por vezes fazendo sugestões.

Divulgue as metas da empresa em reuniões e providencie ferramentas para que todos possam acompanhar o trabalho uns dos outros.

Isto previne desentendimentos e boatos, fazendo com que todos se sintam parte do crescimento da empresa.

14. Propósito

As revoluções industriais já nos mostraram isso, mas é sempre legal enfatizar: ter um propósito é um dos principais fatores de motivação de pessoas.

Por mais que uma pessoa goste daquele trabalho diário, é só uma questão de tempo até ela parar e pensar: “por que p*##@ eu estou fazendo isso?”.

A dica aqui é mostrar para as pessoas como o trabalho delas influencia não só o trabalho de outras pessoas da equipe, como também pode ter reflexos diretos no produto/serviço consumido pelo cliente.

Faça com que seu colaborador a entenda a importância do trabalho para o alcance das próprias metas.

Isso pode ser feito através de melhores descrições das funções e um bom trabalho de liderança.

Estabeleça metas individuais e coletivas. Um bom recurso para isto são as reuniões nas quais as pessoas interajam diretamente com outras da mesma cadeia.

Desta forma,  elas podem ver como o trabalho delas influenciou diretamente algo e gerar ideias para o processo inteiro.

15. Horários que respeitem o ritmo de cada pessoa

A controvérsia aqui é garantida, porque existem funções nas quais a flexibilidade simplesmente não é uma opção, por exemplo: atendimento a clientes, produção industrial, vendas (muitas vezes) e por aí vai.

Além disso, a necessidade de fazer reuniões e trabalhos específicos em conjunto acaba obrigando as pessoas a se adaptarem aos horários da ‘maioria’.

Ao mesmo tempo, existem outras diversas funções que podem sim oferecer uma grande flexibilidade de horários, favorecendo assim a produtividade individual.

Se existem pessoas que funcionam muito bem de manhã, então por que não autorizar um acesso mais cedo e liberá-las mais cedo também? Assim como inverso para as pessoas que rendem mais à tarde e à noite.

Outro ponto muito relevante é cobrar as pessoas pelos resultados entregues e não tanto pelo número de horas trabalhadas.

Melhor 2 horas trabalhadas a 100% do potencial, do que 4 horas trabalhadas a 50% (que provavelmente culminarão num retrabalho).

Claro, tudo isso obedecendo a parâmetros básicos para que a equipe continue funcionando como um conjunto.

16. Recompense o bom desempenho

Nada é pior do que você fazer um ótimo trabalho, onde você não só deixa de ser reconhecido, como vê outra pessoa recebendo gratificações por um trabalho não tão bem feito como o seu.

Se você quer bonificar as melhores pessoas da sua empresa, é extremamente necessário criar metas individuais (e de equipes) para que todos os trabalhos sejam avaliados e as pessoas devidamente bonificadas (ou demitidas).

Um ambiente com metas claras e sem favorecimento é um ambiente justo.

17. Dê feedback

Colaboradores ficam motivados e se sentem valorizados quando eles recebem retornos positivos sobre o seu trabalho e observam como contribuem com o sucesso da empresa.

Isto significa ir além do e-mail de “bom trabalho”.

Faça reuniões regulares com sua equipe e encoraje o time a reconhecer bons trabalhos.

Atenha-se a quem não está indo tão bem assim, buscando entender a sua situação e sugerindo melhorias.

18. Esteja aberto a receber feedbacks também

Quando você envolve todo o seu time no processo de tomada de decisões no esforço de criar um ambiente de trabalho mais harmônico, ele se sentirá valorizado.

Não tenha medo de pedir aos seus colaboradores a opinião que eles têm sobre os projetos nos quais estão envolvidos.

Peça feedback sobre a sua liderança e aprenda com os seus colaboradores também.

Trabalhar em equipe é um processo contínuo de aprendizado!

19. As ferramentas adequadas para o trabalho

Pessoas qualificadas, time unido, propósito comum e boas metas – tudo isso acaba prejudicado se você não oferece as ferramentas adequadas para a execução do trabalho.

Um ambiente agradável não envolve somente uma boa iluminação ou mesas decoradas, como já mencionamos.

É preciso providenciar os equipamentos adequados para que suas equipes ofereçam a performance desejada durante a jornada de trabalho.

Tenha um time de TI para verificar eventuais problemas nas máquinas, bem como um suporte à internet, essencial para uma série de operações.

Faça um consenso sobre a temperatura do ar-condicionado e atualize suas máquinas periodicamente, garantindo que seus funcionários estejam operando em sintonia com o mercado.

Lembre-se também dos recursos mais básicos, como papeis (opte pelos reciclados sempre que possível), toners para a impressora, canetas, dentre outros.

20. Utilize ferramentas de comunicação integrada

Comunicar-se é fundamental. Em um ambiente corporativo, adotar ferramentas para a comunicação entre times melhora não só a integração entre profissionais, mas também a gestão de projetos e o compartilhamento de informações.

A definição da ferramenta utilizada pela empresa deve ser feita de acordo com o perfil do empreendimento.

Alguns locais podem ser adaptar melhor a soluções mais robustas, enquanto outros ganham maior produtividade com softwares modernos, como o Slack.

Além disso, os líderes devem definir regras de uso, impedindo que os canais tornem-se um ponto para troca de informações que não são relevantes para a rotina do negócio.

21. Adote soluções para tornar a distribuição de tarefas mais eficiente

Em projetos corporativos, assim como no dia a dia de uma empresa, distribuir tarefas pode ser uma atividade complexa.

Para torná-la mais simples, soluções de TI podem ser implementadas para garantir que todos os profissionais tenham uma rotina mais organizada e com menos conflitos.

O uso de uma ferramenta para distribuição de tarefas impacta diretamente na produtividade de todos os profissionais.

Elas tornam o acompanhamento da evolução de um projeto mais preciso, além de permitir um planejamento mais eficiente de cada rotina.

Assim, toda a cadeia operacional da empresa será mais eficiente e com menos conflitos.

22. Crie canais para distribuição de comunicados e políticas internas

Um dos trabalhos do gestor corporativo é garantir que toda a empresa trabalhe dentro das mesmas regras.

Mas, conforme um negócio cresce, o envio de comunicados, alertas e novos padrões pode tornar-se continuamente mais complexo.

Diante disso, canais de comunicação direta podem ser criados, tornando a gestão mais eficiente e com menos erros.

Esse tipo de estratégia pode ser feito com o auxílio de várias ferramentas. Newsletters, por exemplo, podem ser implementadas para comunicados rápidos e avisos gerais.

Dessa forma, todos os profissionais receberão um comunicado diretamente na sua caixa de entrada.

Por outro lado, intranets promovem a integração entre profissionais e, da mesma forma, a divulgação de boas práticas e comunicados internos.

Elas funcionam com uma espécie de “mural digital”, onde todas as informações relevantes para o negócio podem ser divulgadas.

Por fim, sempre que possível, a empresa pode investir em uma documentação digital.

Ela servirá como um documento onde todas as regras e normas operacionais internas são armazenados.

Dessa forma, sempre que for necessário, funcionários podem solucionar eventuais dúvidas sobre a execução de rotinas ou regras do empreendimento.

23. Mantenha a organização do espaço

Quando falamos na importância da organização de um ambiente, sempre encontramos alguém para dizer que eles “se encontram na própria bagunça”.

Porém, estes casos são pontuais. Um local bem limpo é essencial para que as pessoas se concentrem nos aspectos importantes da jornada de trabalho.

Ou você realmente consegue manter os pensamentos em ordem quando sente necessidade de ir ao banheiro e não pode por ele estar inabitável?

Fique atento à limpeza do local de trabalho e incentive as suas equipes a manter o ambiente bem organizado.

Quem sujou fica responsável por limpar. Quem tirou do lugar fica responsável por guardar.

Assim, os funcionários da limpeza não ficam sobrecarregados e os cuidados com o ambiente tornam-se colaborativos!

24.Pensando os espaços para reuniões

No planejamento de seu ambiente de trabalho, assegure que haja espaços onde seus colaboradores possam se reunir para atividades em grupo.

Reuniões deste tipo podem envolver conversas mais entusiasmadas e uma verdadeira bagunça com papeis.

Por isso, assegure que este espaço tenha um bom isolamento acústico!

25. Respeito mútuo

A nossa cereja do bolo fica por conta do item primordial para que o ambiente de trabalho seja mais agradável.

Todos gostam de ser tratados com respeito, independente da hierarquia no trabalho.

Incentive um ambiente de diversidade, sem preconceitos e com respeito a opiniões diversas.

Quando nos focamos nos papeis de cada um, esquecemos de pequenas picuinhas e divergências que poderiam causar uma grande confusão em redes sociais.

Além de fornecer bons exemplos e motivar toda a equipe, é papel de um líder incentivar o bom relacionamento entre os membros de seus times.

Um ambiente agradável é essencial para a produtividade, trazendo mais prazer para os funcionários e aumentando as chances de que eles façam uma boa publicidade de sua empresa entre parentes e entes queridos.

Cuidar para que seu escritório torne-se um bom ambiente de trabalho é também assegurar os bons resultados de seu negócio, estimulando a inovação e a sinergia dos times.

Gostou de nossas dicas? Leia também as nossas dicas para fazer um bom plano de carreira para seus funcionários!