3 dicas para a instalação física da pequena indústriaKyodai Engenharia.

">

3 dicas para a instalação física da pequena indústria

Começar uma pequena indústria requer cuidados especiais na hora de planejar sua instalação física

O artigo de hoje foi escrito pelo autor convidado Alessandro Okagawa Falleiros,  fundador e presidente da Kyodai Engenharia.

Depois de escolher o empreendimento a se abrir (falamos sobre oportunidades para a pequena indústria), o foco a ser dado pela empresa e captar investimentos para materializar a ideia (falamos sobre os custos para começar uma indústria), é chegada a hora de colocar todos estes insumos em operação.

Se você ainda não chegou neste ponto de sua empreitada empreendedora, sugerimos a leitura dos artigos citados acima para amadurecer bem a ideia e não trabalhar sobre problemas que você ainda não precisa ter.

Por outro lado, se você já está neste ponto da caminhada, respire fundo e pule de cabeça nesta ideia! Para começar a produzir, suas preocupações com o estabelecimento físico serão ainda maiores do que se estivesse no setor de comércio e/ou serviço.

Apresentamos abaixo 3 dicas para você chegar melhor preparado no momento de finalmente tirar sua ideia do papel:

  1. Descubra se o plano diretor da cidade permite instalações industriais na região;
  2. Escolha um local com tamanho dimensionado não só para máquinas, mas também para estoque;
  3. Estude as facilidades do entorno antes de se estabelecer.

1- O plano diretor e a sua empresa

Para formalizar seu contrato social, você precisará ter um local de instalação da sua empresa. Portanto, o local precisa ser definido antes de se começar todo o processo ou você arcará com despesas de alteração de contrato social (e dor de cabeça) já antes de começar efetivamente o negócio.

Isto vale para todos os empreendimentos, mas a questão é que as áreas permitidas para instalação de indústrias são mais restritas do que para o comércio e os serviços em geral. Por isso, selecione uma quantidade razoável de imóveis à disposição (cerca de 10 imóveis foi o nosso caso) e avalie a compatibilidade do seu negócio com o plano diretor da cidade.

Esta informação pode ser conseguida junto à prefeitura do município ao qual sua empresa estará vinculada, no departamento de urbanismo ou outro similar. Vale ressaltar que muitas das prefeituras já disponibilizam esta consulta de maneira eletrônica, por meio do sistema ICAD (www.icadonline.com.br). Reserve um tempo, pois cada consulta pode demorar até 15 dias e você pode ser pego desprevenido se não se preparar corretamente. Uma boa assessoria contábil pode ajudar bastante no processo também.

2- O tamanho do estabelecimento

Conciliar o custo, a localização e o tamanho do seu estabelecimento é uma tarefa difícil, então tenha calma e pense no tamanho do estabelecimento que você necessitará com calma. Quanto maior o espaço, maior o custo também.

Lembre-se de que sua empresa terá máquinas, pessoas, administrativo (mesmo que seja apenas uma mesa e um computador), estoque e, principalmente, coisas que você não imagina ainda, afinal a empresa não se comportará exatamente como você a planejou. Atualmente em nossa empresa, por exemplo, 40% da área construída é destinada às máquinas, 20% reponde ao administrativo e outros 40% são reservados aos estoques de matéria prima e de produtos acabados.

Verifique também a possibilidade de espaço para estacionamento, carga e descarga de pequenos utilitários. Assim sua empresa terá condições de receber bem os clientes e facilitar a carga e descarga de produtos.

3- A vizinhança da empresa

O planejamento urbano das cidades usualmente destina à indústria zonas apropriadas para instalação distantes do centro da cidade para eliminar ruído, transporte pesado, odores e outras inconveniências derivadas das atividades do setor.

Então, antes de decidir por um estabelecimento ou outro, vale conhecer a vizinhança, conversar com moradores, perguntar nas delegacias de polícia sobre os índices de criminalidade da região, verificar disponibilidade de água, energia, telefonia e internet, pavimentação adequada, bancos e outras facilidades, pois alguns dos locais infelizmente ainda possuem infraestrutura básica deficientes.

Como o pequeno empresário normalmente é responsável por cobrar o escanteio, cabecear e também voltar pra defender em sua empresa, dificuldades como estas podem tomar um tempo precioso e limitar o seu sucesso empresarial.

Pronto! Se você encontrou um local que passe por todos estes crivos, as chances de conseguir se estabelecer e começar bem sua empresa já aumentaram bastante.

Ainda que seja só um dos primeiros passos da materialização da sua empresa, comemore quando conseguir cumprir esta etapa e reúna forças para continuar trabalhando duro até montar seus equipamentos e começar efetivamente a produzir.

Este processo talvez demore um pouco mais ou um pouco menos, mas reserve uns bons dois meses para a atividade e não perca mais tempo!

Falando sobre as instalações da sua empresa, já parou pra pensar em qual a temperatura ideal dentro dela?