3 aplicações práticas do pôquer pra vida de negócios

3 aplicações práticas do pôquer pra vida de negócios

3 dicas de como usar fundamentos do pôquer nos negócios

O artigo de hoje foi escrito por Edison Katsumi Miyada Junior

Quem nunca jogou uma mãozinha de poker com os amigos?

O jogo é um dos mais populares do mundo, com milhões de pessoas jogando poker online todos os dias. No entanto, mesmo com toda essa popularidade, a percepção do público ainda é de que o poker é um jogo de azar. Não podia estar mais longe da verdade!

Nomes grandes dos negócios como Bill Gates e Guy Laliberté são aficionados e elogiam os benefícios do esporte em várias áreas da vida, como em reuniões de negócios, concentração e pensamento analítico.

Poker e negócios

Listamos os top 3 benefícios mais importantes vindos do jogo:

1 –  Visão de longo-prazo
Em jogos oficiais de poker, mãos mais-ou-menos não são valorizadas pelos jogadores. O foco está nas mãos que podem realmente quebrar o adversário. O tempo, energia e dinheiro investido deve ser calculado e levado em conta na hora de continuar ou desistir de uma mão, e o risco tomado leva peso especial.  Quem analisa a mesa, oportunidade e limite de apostas antes de sentar pra jogar sai por cima.

Não se entra num negócio sem ter tudo bem pensado antes, e continuar pensando no dia-a-dia. Planejamento de gastos, análise de oportunidade e acompanhamento de lucros são atividades às vezes ignoradas por quem entra num ramo para “fazer o que gosta”, mesmo sendo parte integral de um negócio (e jogo de poker) de sucesso.

2  – Jogar para ganhar
Além das mãos mais-ou-menos, outro problema visto em jogadores novatos são as apostas em cima do muro. Como regra, pense antes de apostar! Uma aposta mínima indica falta de confiança na própria mão, e uma aposta alta demais indica mão forte. Um jogador experiente interpretaria estes sinais com facilidade, e teria uma noção melhor não só sobre sua mão atual mas seu jeito de jogar.

Nos negócios, o tamanho do seu investimento dá uma idéia da sua confiança no produto, e a interpretação rola do mesmo jeito. Se não vale a pena apostar uma quantidade respeitável, melhor deixar a mão passar.

3 – Saber quando sair
A terceira lição é a mais importante: se você tinha uma mão inicial boa, apostou com firmeza e ainda assim o progresso da rodada enfraqueceu suas chances, não tenha medo de desistir e abaixar as cartas.

Na variedade mais popular de poker, o Texas Holdem, a mesa começa com três cartas e cada jogador com duas, e o jogo progride com mais duas cartas na mesa. É comum jogadores novatos começarem com uma mão forte, perceberem após uma ou duas cartas que suas chances não se realizaram e continuarem no jogo para não desperdiçarem as fichas apostadas.

A longo prazo, as mãos das quais você desistir sabendo que ia perder te economizam dinheiro, e as que você jogou até o final pioram o prejuízo. Para entender melhor esta visão você pode conferir as regras do Holdem aqui, mas a idéia é que é fácil não enxergar a cena de cima e perder dinheiro dessa forma.

Na vida real, um investimento que comece promissor mas venha a declinar e pareça não ter volta vira um buraco negro pro seu dinheiro, e um empreendedor inexperiente se afundaria mais ainda tentando recuperar a aposta inicial.

Para saber mais a respeito das aplicações de conhecimentos de poker pra vida real, confira a coleção de artigos da Global Poker Strategic Thinking Society sobre o assunto.

Espero que as dicas sejam úteis!

Abraços,
Edison

  • Para mim fez todo sentido, já que sou empreendedor e praticante de poker online. Parabéns, me fez pensar.

  • breno

    muito bom ooh