12 dicas para destruir uma equipe competente

12 dicas para destruir uma equipe competente

Dicas sobre o que NÃO fazer para manter uma equipe eficiente e motivada

Este texto faz parte da coluna da Plataforma Brasil feito especialmente para os leitores do Saia do Lugar.
Por: Gustavo Chierighini, fundador da Plataforma Brasil Editorial.

Todos sabemos como é árduo formar uma equipe eficiente. Em muitas situações são anos de tentativas, com erros e acertos até que em um determinado momento a orquestra se forma.

Geralmente ela é entrosada, comprometida, dotada de uma cultura própria, mas que convive com as particularidades. Ela é o sonho de 10 entre 10 empresários inteligentes.

Mas nem todos atingem esse êxito ao formarem seus quadros, porém entre aqueles que conseguem, um bom número se afunda nas armadilhas do processo de gestão e invariavelmente acabam por destruir aquilo que construíram.

Desta vez, caminhando no sentido inverso, apontaremos aquelas atitudes e práticas que servem para acabar de vez com uma equipe invejável.

Vamos lá:

1. Atue coberto de soberba e crie um mito sobre você mesmo. Para os seus colaboradores você sempre tem razão;

2. Seja grosseiro ao tratar com as pessoas. Trate-as com desrespeito, com expressões e atitudes rudes e duras;

3. Preocupe-se excessivamente na sustentação da sua autoridade. Preferencialmente imponha-se pelo medo causado, sem se preocupar em ser respeitado de verdade;

4. Persiga e prejudique as carreiras daqueles que são mais críticos. Para estes não abra espaço nem oportunidades. Eles são do contra e não merecem atenção;

5. Trabalhe e exija metas absurdas e inalcançáveis, sempre sob a ótica de que quanto mais pressão melhor;

6. Mantenha um clima de profunda e aguda exigência sobre tudo. Aproveite a oportunidade e elimine o senso de tolerância;

7. Esteja sempre bravo e irritado;

8. Cultive o stress como um valor, crente de que quanto mais melhor;

9. Cultive, absorva e aplique todas as novas modinhas de gestão, criando uma atmosfera de mudança permanente e estabilidade zero;

10. Prestigie seus colaboradores por critérios subjetivos, dignos de uma boa psicologia corporativa de botequim. Deixe de lado o conceito de meritocracia;

11. Atue de forma que a confiança na sua palavra seja nenhuma, afinal de contas você não deve satisfações a ninguém;

12. Explore-os economicamente, de forma a obter o melhor retorno possível, em detrimento de uma equipe bem, ou justamente remunerada.

Pense nisso.

Boa sorte e até o próximo.

Plataforma Brasil Editorial atua como uma agência independente na produção de conteúdo e informação.

Para ler outros ótimos artigos da coluna da Plataforma Brasil no Saia do Lugar, clique aqui.

  • Amir Hamad

    Realmente muito bom… todos os líderes deveriam refletir muito sobre o artigo!

  • Gus

    Existe tmb os 12 passos de como quebrar a sua Startup… http://www.slideshare.net/mobile/erlichman/como-quebrar-a-sua-startup

  • Heryck Cantílio

    Você gosta de empreendedorismo e tecnologia? Visite: http://www.iheryck.com/

  • Fernando

    Eu levei um susto, só depois que parei para ler direito… agora eu entendi, muito bom. O pior é que na empresa em que trabalho, esses devem ser os 12 mandamentos deles. Será que eu devo encaminhar essa matéria para o e-mail deles???

  • Valdir Luzo

    Comportamento de chefe que não inspira a equipe,evidentemente.