Características do empreendedorEntrepreneur.com

">

10 características comuns naqueles que aguentam o tranco

Será que você possui as características necessárias para aguentar o tranco e se tornar um empreendedor?

Este texto faz parte da coluna da Plataforma Brasil feito especialmente para os leitores do Saia do Lugar.
Por: Gustavo Chierighini, fundador da Plataforma Brasil Editorial.

Meus amigos, já foi tempo em que seguir uma vida empreendedora, abandonando carreiras “seguras” e futuros previsíveis gerava estranheza e estupefação. Os olhares assustados de quem observava um potencial suicida corporativo, ou de desdém diante da ousadia em seguir caminhos próprios destoantes do senso comum profissional, foram, aos poucos, substituídos por expressões de admiração e reconhecimento de coragem.

Com essa inversão de percepção, veio o glamour barato, onde ser empreendedor, e em tese dono do próprio nariz e destino, passaram representar força, personalidade, audácia e autoconfiança.

Tudo muito sexy, se encaixando perfeitamente como substituto contemporâneo (já em alinhamento com a tenebrosa ditadura do politicamente correto) do antigo cowboy cavalgando livre e solto pelas colinas com seu chapelão e cigarro.

Muito bem, mas na vida como ela é as coisas podem ser bem diferentes, e construir uma empresa com êxito, lucros e solidez econômica não é tarefa para qualquer um, ainda mais em um ambiente cada vez mais hostil aos negócios privados, como é o caso no Brasil.

Então resta a pergunta. Você aguenta o tranco? Leia abaixo e tire suas próprias conclusões. Depois guarde-as para você.

Você aguenta o tranco quando:

1. Sabe construir seu negócio ou projeto com tenacidade e perseverança, administrando a ansiedade e a pressa;

2. Não cede às idealizações e modinhas de ocasião, conseguindo ser você mesmo ao longo do árduo caminho que escolheu percorrer;

3. Não alimenta expectativas irreais sobre o êxito ou a aceitação do seu negócio, prosseguindo persistentemente, passo a passo, vitória a vitória, tombo após tombo;

4. Sabe controlar o caixa com os pés fincados no chão, e obviamente não confundir pensar grande (no sentido de lançar já as bases conceituais e estruturais, por menores que sejam no momento, para garantir a solidez e consistência da operação) com “pensar grande como um megalomaníaco” torrando a sua grana com a decoração do escritório, ou contratando uma consultoria de “clima” ou de “games” para desenvolver o pensamento criativo da sua equipe de cinco pessoas;

5. é detentor de verdadeira autoconfiança e não tem necessidade da aceitação alheia e nem fica tristinho quando não é elogiado ou se sente não reconhecido;

6. Sente vontade de rir ao ler sobre o mais novo modismo de gestão em uma publicação de reconhecida credibilidade;

7. É capaz de enfrentar com sangue frio os momentos de incerteza;

8. Consegue suportar fases de sacrifício econômico e de conforto em benefício do seu projeto empresarial;

9. É capaz de pensar por conta própria, sem a necessidade de se sustentar no texto de um guru qualquer, ou nas concepções exibidas em alguma palestra da vida;

Para encerrar, saiba que você tem tudo para aguentar o tranco quando consegue encarar com prazer e satisfação a viagem na qual se enfiou, e não apenas a vista do porto onde quer chegar.

Boa sorte e até o próximo.

Plataforma Brasil Editorial atua como uma agência independente na produção de conteúdo e informação.

Nota do editor: Além da capacidade de aguentar o tranco, existem outras características muito importantes para qualquer empreendedor. Para se aprofundar no tema, confira o artigo Quais são as características do empreendedor?